Splitter é elogiado por marcação em Nowitzki no jogo 1

assinatura SA Br

Um dos pontos positivos da vitória do San Antonio Spurs sobre o Dallas Mavericks, no primeiro jogo da série melhor de sete, válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, foi o bom trabalho defensivo feito em cima da estrela adversária Dirk Nowitzki, que saiu de quadra com apenas 11 pontos. Segundo reportagem do site americano Project Spurs, para Gregg Popovich e Tim Duncan, uma das principais causas do baixo rendimento do ala-pivô adversário foi a forte marcação imposta pelo pivô brasileiro Tiago Splitter.

Splitter não deu sossego para o alemão (Reprodução/projectspurs.com)

“Como já falamos muitas vezes sobre Nowitzki, precisamos fazer o melhor trabalho que pudermos. E penso que Tiago não poderia ter feito um trabalho melhor. Dirk vai pontuar, não há como parar isso, mas trabalharemos duro. Esse é o objetivo”, destacou Pop.

Marcado boa parte do tempo por Splitter, a principal arma de Dallas esteve em quadra por 42 minutos e converteu apenas quatro arremessos de quadra em 15 tentativas (aproveitamento de 26,6%), terminando com 11 pontos. Números bem abaixo dos 21,7 pontos de média, com aproveitamento de 51% nos chutes, que Nowitzki sustentava desde o All-star break.

(NBAE/ Getty Images)

(NBAE/ Getty Images)

“Eu apenas tento me posicionar na frente dele e não precisar de muita ajuda para isso. Quando você tem que marcá-lo, precisa  ter atenção somente nele e esquecer o resto do jogo”, ressaltou Splitter, que terminou a partida com oito pontos e 11 rebotes em 31 minutos jogados.

Já Tim Duncan elogiou a marcação firme de seu companheiro nas situações de mano a mano, nas quais o alemão quase sempre obtém sucesso, realizando o seu famoso fadeaway.

“Tiago foi muito ativo lá dentro (do garrafão). Ele fez um ótimo trabalho mantendo-se em cima do Dirk, limitando o seu espaço e forçando-o a fazer outras coisas”, elogiou o camisa #21.

Nowitzki, por sua vez, entende que esse tipo de marcação será normal no confronto com o time de San Antonio.

“Durante os jogos, obviamente eles não vão me deixar muito livre. Sabíamos que na série eu não teria uma tonelada de chutes livres. Mas eu tive algumas boas jogadas, só preciso arremessar melhor”, concluiu o camisa #41 da equipe de Dallas.

Spurs e Mavericks voltam à quadra do AT&T Center na próxima quarta-feira, às 21h, para o segundo jogo da série. A partida terá transmissão ao vivo da ESPN para o Brasil.

Anúncios

Sobre Renan Belini

Formado em jornalismo pela Universidade Santa Cecília/SP... spur apaixonado desde 2004, tendo Tim Duncan como seu grande ídolo no esporte. Também amante da bola oval (Colts) e da redonda.

Publicado em 21/04/2014, em Notícias e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s