Arquivo diário: 15/04/2014

Spurs (62-19) @ Rockets (54-27) – Varrido

98×104

O San Antonio Spurs acabou a temporada regular sem ter vencido o Houston Rockets. Na noite de segunda-feira (14), o alvinegro visitou o rival texano no Toyota Center, no quarto e último clássico da primeira fase deste campeonato e, com a rotação desfigurada por conta da opção de Gregg Popovich de poupar quatro jogadores, sofreu a quarta derrota seguida para o adversário. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Spurs não foi páreo para o Rockets (Reprodução/nba.com/rockets)

Diga aonde você vai…

O Spurs perdeu os quatro jogos que fez contra o Rockets na temporada, repetindo o retrospecto que teve nos duelos com o Oklahoma City Thunder. Claro que o alvinegro é um time experiente, que pratica um basquete diferente nos playoffs e que jogou desfalcado em boa parte desses confrontos. Mas ter sofrido oito das 19 derrotas no campeonato para possíveis adversários de semifinal e final de Conferência Oeste deixa uma pulga atrás da orelha.

Parker não foi bem (Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

Coadjuvantes fora…

No jogo desta segunda, Popovich resolveu dar um descanso para quatro jogadores – três deles titulares. Danny Green, Kawhi Leonard e Tiago Splitter, todos parte do quinteto inicial do time texano, não participaram da partida, assim como o armador reserva Patrick Mills, também poupado. Com isso, Marco Belinelli e Damion Jones, que acaba de assinar contrato até o fim da temporada, iniciaram o jogo como alas titulares, e o australiano Aron Baynes ganhou uma chance no garrafão.

… e coadjuvantes dentro

Nenhum dos membros do Big Three conseguiu se destacar contra o Rockets nesta segunda. Tim Duncan (12 pontos, 4-10 FG e nove rebotes), Tony Parker (10 pontos, 4-9 FG, quatro assistências e duas roubadas de bola) e Manu Ginobili (10 pontos, 4-12 FG e três rebotes) estiveram longe de suas melhores exibições. Com isso, o alvinegro chegou a estar perdendo por 14 pontos de diferença.

Porém, com os três já no banco de reservas, os coadjuvantes do plantel entraram em cena no quarto período e chegaram a colocar cinco pontos de vantagem sobre o Rockets no marcador antes de sofrerem a virada. Os destaques do elenco de apoio foram Marco Belinelli (17 pontos), Jeff Ayres (12), Cory Joseph (11) e Boris Diaw (11).

Rivalidade?

Nos últimos anos, o Dallas Mavericks se estabeleceu como grande rival texano do Spurs. Porém, isso parece estar a ponto de mudar. Durante o jogo, Tim Duncan levou uma falta técnica – um pouco exagerada – após se enroscar com Patrick Beverley. Depois, foi a vez de James Harden levar advertência deste tipo ao jogar o ombro na direção de Manu Ginobili. Aparentemente, o clima vai esquentar nessa provável semifinal de conferência…

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Marco Belinelli – 17 pontos e 4 assistências

Tim Duncan – 12 pontos e 9 rebotes

Jeff Ayres – 12 pontos e 3 rebotes

Boris Diaw – 11 pontos, 6 rebotes e 6 assistências

Cory Joseph – 11 pontos, 5 assistências e 3 rebotes

Tony Parker – 10 pontos, 4 assistências e 2 roubos de bola

Manu Ginobili – 10 pontos e 3 rebotes

Houston Rockets

Chandler Parsons – 21 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Dwight Howard – 20 pontos e 17 rebotes

Terrence Jones – 20 pontos, 11 rebotes e 2 roubos de bola

James Harden – 16 pontos e 7 assistências

Patrick Beverley – 12 pontos

Anúncios