Spurs (62-18) vs Suns (47-32) – Vantagem é nossa

112×104

O San Antonio Spurs enfrentou a promissora equipe do Phoenix Suns, no Texas, nesta sexta-feira (11), e saiu vitorioso. Sem as presenças de Manu Ginobili e Tim Duncan, poupados, a equipe de preto e prata sofreu, mas conseguiu a vitória. Vamos aos destaques:

Green foi o cestinha do jogo e marcou seu carrer high (NBAE/Getty Images)

Mais uma vez na frente

Após longos oitenta jogos, o Spurs carimbou a primeira colocação geral, garantindo assim a vantagem de jogar todas as decisões dos playoffs em seus domínios. Caso a equipe do Texas vença seus dois últimos compromissos, contra Houston Rockets e Los Angeles Lakers, passará sua melhor marca em número de partidas ganhas em uma só temporada. Em 2005/2006, a equipe terminou a fase regular com 63 vitórias.

Damion James atuando durante 4 segundos (NBAE/Getty Images)

Mais uma vez Danny Green

De reserva no Cleveland Cavaliers a titular absoluto em San Antonio. Danny Green vem mostrando porque o treinador Gregg Popovich aposta tanto em seus talentos. Além de ser um ótimo marcador, o ala-armador ainda tem tiros certeiros da linha dos três. Na noite desta sexta=feira, o camisa #4 anotou 33 pontos, alcançando assim a maior pontuação de sua carreira.

Menino Leonard

Eu andava pegando muito no pé de Kawhi Leonard. Lógico, por uma razão simples: eu vejo ele como sendo o grande jogador da franquia quando Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker se aposentarem. Após a semana do All-Star Game, o camisa #2 mudou totalmente seu ritmo de jogo e vem mostrando o porque o treinador deposita tanta confiança em seu trabalho. Um dos pilares da equipe, o ala melhorou muito seu basquete depois de ficar afastado por conta de uma fratura no dedo e é uma dos principais armas do time.

Tony Parker de volta

Após ter ficado fora por conta de dores nas costas, Tony Parker esteve em quadra e, mesmo jogando poucos minutos, foi importante na vitória. Mesmo com o francês aparentemente sem sentir dores, Pop resolveu poupá-lo, já que os playoffs estão quase aí.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 33 pontos

Kawhi Leonard – 18 pontos, 5 rebotes, 4 assitências e 3 roubos de bola

Tony Parker – 18 pontos

Marco Belinelli – 12 pontos

Boris Diaw – 11 pontos 8 rebotes e 6 assistências

Phoenix Suns

Eric Bledsoe – 30 pontos, 11 rebotes e 9 assistências

Gerald Green – 27 pontos

Markieff Moris – 20 pontos e 7 rebotes

Channing Frye – 13 pontos e 6 rebotes

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 12/04/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Como assim? Damion já tinha jogado alguns bons jogos, não? hahah

  2. danilovboas

    Pra falar a verdade, o Spurs é o time que menos precisa de mando. A maior vantagem nisto não é nós podermos jogar mais em casa, mas sim fazer os adversários jogar mais fora da casa deles.

  3. Vinicius Nordi Esperança

    Eu acho que no caso do Spurs, o fator casa não influência muito, pelo estilo de jogo da equipe. Mas é sempre bom jogar com a torcida a favor

  1. Pingback: Spurs (62-18) @ Rockets (53-27) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.