Arquivo diário: 11/04/2014

Spurs (61-18) @ Mavericks (48-32) – Não vale fazer piada

109×100

Dois anos seguidos sem derrotas para o grande rival local. Foi esse o feito que o San Antonio Spurs atingiu nesta quinta-feira (10), ao bater o Dallas Mavericks por 109 a 100, jogando na casa do oponente. Foi a oitava vitória consecutiva sobre os adversários em temporadas regulares, a segunda varrida seguida. Vamos ao que de melhor aconteceu no jogo.

Spurs, de Splitter, levou a melhor sobre o Mavs (NBAE/Getty Images)

Demônio da Tazmânia

Bem, quem já assistiu desenhos dos Looney Tunes sabe quem é o Taz. Nascido lá na Oceania, ele costuma fazer estrago por onde passa. E estrago foi o que fez o australiano Patrick Mill no Mavericks. Foram 26 pontos e seis assistências, melhor atuação do armador pelo Spurs. Substituiu bem demais Tony Parker, que foi preservado por Gregg Popovich.

Patrick Mills foi o cestinha do Spurs (NBAE/Getty Images)

Bem no perímetro…

O Spurs conseguiu sua vitória principalmente ao bom desempenho dos jogadores no perímetro, com ênfase para as bolas arriscadas da linha dos três pontos. Foram 16 arremessos certeiros em 34 tentativas, 47,1% do total – um excelente aproveitamento. O armador australiano Patrick Mills, cestinha do time no clássico desta quarta-feira, foi responsável por converter seis bolas de longa distância.

…melhor ainda no garrafão

O ala-pivô Tim Duncan obteve 15 rebotes na partida contra o Mavericks, enquanto o ala Kawhi Leonard coletou surpreendentes e incríveis 16. A dupla dominou a tábua dos dois lados da quadra e terminou sendo decisiva para mais uma vitória do Spurs, que ainda encara Houston Rockets, fora de casa, e Los Angeles Lakers, no AT&T Center, antes de encerrar sua caminhada em mais uma fase regular.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patrick Mills – 26 pontos

Tim Duncan – 20 pontos e 15 rebotes

Kawhi Leonard – 16 pontos e 16 rebotes

Dallas Mavericks

Monta Ellis – 24 pontos

Dirk Nowitzki – 19 pontos