Arquivo diário: 28/03/2014

Spurs (55-16) @ Nuggets (32-40) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Denver Nuggets – Temporada Regular

Data: 28/03/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Pepsi Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 3,56 (favorito) @ Nuggets 1,30

Após conquistar a 15ª vitória seguida na atual temporada ao bater o Denver Nuggets, o San Antonio Spurs volta a enfrentar o adversário. Na quarta-feira, o time do Texas recebeu a visita da equipe do Colorado e venceu por 108 a 103, se aproximando do seu recorde de 1996 de 17 triunfos consecutivos.  O alvinegro chegou a liderar o placar por 24 pontos, mas permitiu ao oponente encostar no placar no segundo tempo e reduzir a diferença para somente quatro. Desta vez, os comandados de Gregg Popovich vão jogar como visitantes.

Confrontos na Temporada (2-0)

06/11/2013 – Spurs 102 vs 94 Nuggets

O Spurs saiu com a vitória fora de casa graças ao bom desempenho no último quarto. Tony Parker e Tim Duncan foram os destaques da equipe texana, com 24 pontos e seis assistências e 17 pontos, oito assistências e oito rebotes, respectivamente.

26/03/2014 – Spurs 108 vs 103 Nuggets

O Spurs chegou à 15ª vitória consecutiva na temporada, eliminando matematicamente os Nuggets dos playoffs de 2014 – o time havia ido à pós-temporada por dez anos seguidos. Tim Duncan teve uma incrível atuação, com 29 pontos, 13 rebotes e cinco assistências.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kahwi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho –  Nos últimos cinco encontros com o Denver, Tim Duncan tem apresentado médias de 23,5 pontos, 11,2 rebotes e 3,4 tocos por exibição. Na quarta-feira, o ala-pivô terminou o jogo com assustadores 29 pontos, 13 rebotes e cinco assistências.

PG – Ty Lawson

SG – Randy Foye

SF – Quincy Miller

PF – Kenneth Faried

C – Timofey Mozgov

Fique de Olho – Kenneth Faried está com uma média de 21,3 pontos, 11,3 rebotes nos seus últimos quatro jogos em casa. O ala-pivô fez um duplo-duplo no último encontro com o Spurs, na quarta-feira, deixando o AT&T Center com 24 pontos e dez rebotes anotados.

Anúncios

Para Pop, “traseiro gordo” atrapalhava Mills

assinatura SA Br

Em sua terceira temporada no San Antonio Spurs, Patty Mills se tornou mais uma arma vinda do banco do time texano. Para o técnico Gregg Popovich, sempre direto nas respostas, a explicação é bem simples: os quilinhos a menos do australiano, em relação aos campeonatos anteriores, foram determinantes para ele melhorar seu rendimento e se tornar o reserva imediato de Tony Parker na armação.

Em boa forma, Mills vem sendo importante na campanha do Spurs (US Today Sports/ Russ Isabella)

“Ele (Mills) estava com o traseiro um pouco gordo. Ele tinha muito lixo no seu corpo. Sua tomada de decisão não era grande e ele não estava em boa forma”, explicou Pop.

“Ele voltou ‘fino’ e bem, entendendo que tinha que tomar melhores decisões, decisões que um armador deve ter. Ele fez tudo isso e ganhou (espaço no time). Ele tem sido muito importante para nós”, elogiou o treinador, ao seu estilo, completando a fala sobre o camisa #8.

O cabelo e a barba não foram as únicas coisas que sumiram em Mills (Reprodução/www.grizlr.com/san-antonio-spurs)

O cabelo e a barba não foram as únicas coisas que sumiram em Patty (Reprodução/www.grizlr.com)

A diferença da versão 2013/2014 de Mills é notável, levando em conta as duas temporada anteriores, nas quais o jogador era mais conhecido por sacudir a toalha em suas comemorações no banco de reservas do que pelo pouco que fazia em quadra. Porém, desde o início do atual campeonato, como reserva imediato de Tony Parker, o camisa #8 se tornou mais um fator de desequílibrio no forte elenco do Spurs. O australiano vem mostrando mais agilidade e eficiência, principalmente nos tiros do perímetro, fundamento em que registra um notável aproveitamento de 40,8% de acertos.

Além disso, Mills vem somando 9,8 pontos por confronto, atuando em média por 18,5 minutos, maior marca de sua carreira de quatro anos na NBA.

O contrato do australiano com o alvinegro termina ao final desta temporada, mas, com esses bons números, o jogador tem motivos de sobra para sonhar com a renovação.