Arquivo diário: 15/03/2014

Spurs manda Daye para o Toros

assinatura SA Br

Daye pouco jogou em San Antonio (NBAE/Getty Images)

O San Antonio Spurs anunciou neste sábado (15) em seu site oficial que enviou o ala-pivô Austin Daye para o Austin Toros, equipe da D-League, a Liga de Desenvolvimento da NBA, filiada à franquia texana. O jogador já estará disponível para o duelo do mesmo dia à noite, diante do Rio Grande Valley Vipers.

Desde que chegou a San Antonio, por meio de troca que enviou Nando De Colo para o Toronto Raptors, Austin Daye não teve muitas oportunidades na rotação do treinador Gregg Popovich. Há quase um mês no Texas, o ala-pivô só esteve presente em quadra em duas oportunidades, e anotou seis pontos nos quatro minutos em que esteve em ação.

Esta será a primeira aparição de Austin Daye no Austin Toros, que ocupa atualmente a última colocação na Divisão Central da D-League.

Anúncios

Spurs (49-16) vs Lakers (22-44) – Treino de luxo

119×85

O San Antonio Spurs venceu, nesta sexta-feira (14), o Los Angeles Lakers por 119 a 85, no AT&T Center e, além de garantir sua 49ª vitória na temporada, fez com que seu Big Three chegasse ao segundo lugar na lista dos trios com mais vitórias na história da NBA, passando justamente atletas da franquia angelina. Veja, a seguir, o que de principal aconteceu no duelo.

Com tempo de quadra, Baynes foi bem (NBAE/Getty Images)

Recorde, mas poucos minutos

Diante de um adversário muito mais fraco, Gregg Popovich resolveu poupar seus principals jogadores. Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker tiveram seus tempos de quadra drasticamente cortados – nenhum jogou por mais do que 15 minutos. O ala-pivô, mesmo assim, fez nove pontos e coletou oito rebotes, além de dar três bloqueios. Suficiente para os três obterem a 491ª vitória juntos, ultrapassando Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson e Michael Cooper, que atuaram juntos no lendário Lakers do Showtime.

Green foi o cestinha do Spurs (NBAE/Getty Images)

Sem graça, hein

A atual situação do Lakers, equipe que recentemente vinha marcando presença constante nos playoffs, é desesperadora. Tanto que o armador canadense Cory Joseph foi o atleta do Spurs com mais tempo em quadra, com 26 minutos. E, para desespero geral, o ala-pivô Matt Bonner foi, no fim das contas, o melhor em quadra, com 13 pontos e dez rebotes – sim, um duplo-duplo para o Red Rocket. Que fase do oponente…

Nem parece clássico

Existem realmente pouquíssimas coisas a se dizer sobre esse duelo disputado no Texas. O Lakers inexistiu e deu ao Spurs nada mais do que um treinamento de luxo. Para a sequência do alvinegro de San Antonio, ótimo. Os veteranos do plantel descansaram, mantiveram o ritmo e poderão voltar a atuar com mais intensidade em duelos mais importantes. Na semana que vem, quando os times voltam a se encarar – mas dessa vez na Califórnia -, a situação do confronto deverá ser a mesma.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 15 pontos, 5 rebotes e 2 tocos

Matt Bonner – 13 pontos e 10 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 8 rebotes

Marco Belinelli – 12 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Cory Joseph – 11 pontos e 7 assistências

Jeff Ayres – 10 pontos e 7 rebotes

Los Angeles Lakers

Pau Gasol – 18 pontos e 11 assistências

Jodie Meeks – 15 pontos e 4 assistências

Kent Bazemore – 10 pontos e 3 rebotes