Arquivo diário: 12/03/2014

Spurs (47-16) vs Blazers (42-22) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs. Portland TrailBlazers – Temporada Regular

Data: 12/03/2014

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

San Antonio Spurs e PortlandTrail Blazers se enfrentam, nesta quarta-feira (12), em situações diferentes dos outros três duelos entre as equipes na temporada. Com a queda de rendimento de Oklahoma City Thunder, Indiana Pacers e Miami Heat, os texanos possuem, agora, a melhor campanha da NBA, enquanto o time de Oregon tem escorregado nos últimos jogos e, se antes brigava pela liderança da Conferência Oeste, hoje é apenas o quinto colocado. Mesmo com a diferença que separa as equipes na tabela, todo cuidado é pouco com LaMarcus Aldridge e companhia, que costumam dar trabalho.

Confrontos na temporada (1-2)

03/11/2013 – Spurs 105 @ 115 Blazers

Mesmo sendo apenas o terceiro jogo da temporada, o Blazers mostrou a sua força batendo a equipe de San Antonio. Sem resposta para o poderoso ataque do time de Portland, o Spurs caiu e conheceu sua primeira derrota no campeonato.

17/01/2014 – Spurs 100 vs 109 Blazers

Segunda derrota para os Blazers na temporada, desta vez em casa. De pouco adiantou a grande atuação de Manu Ginobili, autor de 29 pontos, já que o Spurs, sofrendo com os desfalques de Tiago Splitter e Danny Green, acabou dominado pelo trio LaMarcus Aldridge, Damian Lillard e Wesley Matthews.

19/02/2014 – Spurs 111 @ 109 Blazers

No penúltimo jogo da Rodeo Road Trip, o San Antonio Spurs, enfim, venceu o Blazers e, o mais importante, conseguiu ser convincente. Com boas atuações defensivas de Danny Green e Tiago Splitter, e com Patty Mills inspirado no ataque, o triunfo foi garantido nos segundos instantes finais, depois de quase escapar.

Boris Diaw

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan/Boris Diaw

C – Tiago Splitter

Fique de Olho – Após ser dispensado pelo Charlotte Bobcats na temporada 2011/2012 Diaw estava em baixa, mas renasceu ao acertar em seguida com o Spurs, e hoje é engrenagem fundamental na rotação do time, especialmente na defesa. Versátil, possui mobilidade surpreendente, apesar do visível “peso extra”, e faz sua melhor temporada no Texas, com sólidas médias de 9,9 pontos, quatro rebotes e 55,7% de acerto nos tiros de quadra.

LaMarcus Aldridge

PG – Damian Lillard

SG – Wesley Matthews

SF – Nicolas Batum

PF – LaMarcus Aldridge

C – Robin Lopez

Fique de Olho – Desfalque no último encontro com o Spurs, LaMarcus Aldridge sempre atormenta a defesa do time texano quando está em quadra. Aos 28 anos de idade, faz a melhor temporada da carreira, com 23,6 pontos e 11,2 rebotes por partida. Possui grande arsenal ofensivo, mas sua jogada característica é um perigoso arremesso de média distância.

Anúncios

Spurs (47-16) @ Bulls (35-29) – Primeiro tempo fulminante

104×96

Mesmo jogando fora de casa nesta terça-feira (11), o San Antonio Spurs atropelou o Chicago Bulls no primeiro tempo e abriu uma vantagem confortável, que durou até o fim. Foi a sétima vitória seguida dos comandados de Gregg Popovich, que agora terão o Portland TrailBlazers pela frente, nesta quarta. O próximo oponente do Bulls será o Rockers, na quinta.

Baynes, e não Duncan, contra Noah: reflexo do jogo (NBAE/Getty Images)

Vantagem

O Spurs construiu uma boa vantagem durantes o três primeiros quartos do jogo, chegando a liderar o placar por 32 pontos. Tony Parker, só no primeiro quarto, fez 16 pontos, tendo completado com apenas somente quatro no restante do duelo. O time texano manteve uma diferença de mais de 20 pontos ao fim de todos os três primeiros quartos. No último, já jogando com a equipe reserva, o Bulls conseguiu diminuir o estrago, mas nada que fizesse o técnico Gregg Popovich olhar para o banco e cogitar colocar algum titular em quadra.

Ginobili teve bela atuação de novo (NBAE/Getty Images)

Descanso

O bom de se conseguir uma vantagem tão grande durante uma partida é que os titulares ganham um descanso. Nenhum jogador do Spurs chegou a ficar em quadra mais do que 30 minutos. O tempo máximo, na verdade, foi de 28 minutos, de Kawhi Leonard. Tim Duncan ficou 27 minutos em quadra, enquanto Tony Parker esteve em atuação durante 24. Tiago Splitter e Danny Green, com 14 e nove minutos, respectivamente, mal atuaram e saíram zerados. Cinco jogadores do time texano terminaram o jogo com dois dígitos na pontuação.

Argentino 

Manu Ginobili teve mais uma atuação sólida. Se na vitória sobre o Orlando Magic o argentino havia contribuído com 24 pontos, dessa vez, em 20 minutos em quadra, o astro da equipe texana anotou 20 pontos, tendo acertado nove dos seus 11 arremessos de quadra. Da linha de três pontos, o ala-armador só errou um dos seus cinco arremessos arriscados.

 Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 22 pontos

Tony Parker – 20 pontos e 9 assistências

Kawhi Leonard – 16 pontos e 9 rebotes

Marco Belinelli – 10 pontos e 4 rebotes

Patty Mills – 10 pontos e 3 assistências

Chicago Bulls

D.J. Augustin – 24 pontos e 4 assistências

Jimmy Butler – 23 pontos e 6 assistências

Joakim Noah – 13 pontos e 8 rebotes