Arquivo diário: 09/03/2014

Spurs (46-16) vs Magic (19-45) – Chegou!

121×112

Foi mais difícil do que deveria, mas, na noite deste sábado (8), o San Antonio Spurs recebeu o Orlando Magic e venceu o adversário por 121 a 112. Com o resultado, a equipe texana igualou a campanha da Oklahoma City Thunder, líder da Conferência Oeste, e agora aparece na segunda colocação apenas no confronto direto. Veja, a seguir, os destaques da partida.

Parker foi o destaque do Spurs (NBAE/Getty Images)

Dificuldade inesperada

Esperava-se que o Spurs, dias depois de vencer o atual bicampeão Miami Heat por 24 pontos de diferença, fosse superar facilmente o Orlando Magic, que é apenas o 13º colocado na Conferência Leste e que ainda estava desfalcado de Victor Oladipo. Porém, não foi o que aconteceu. O jogo foi parelho até o último quarto e os visitantes chegaram a estar vencendo por sete pontos. Foi só na última parcial que o Spurs, comandado por Tony Parker, que deixou a quadra com 30 pontos e cinco assistências, conseguiu deslanchar para obter o triunfo.

Manu Ginobili foi bem de novo (NBAE/Getty Images)

Cadê os reservas?

Geralmente, o banco de reservas do Spurs costuma ser fator decisivo nas vitórias da equipe. Porém, não foi o que aconteceu dessa vez, contra o Magic. Manu Ginobili teve grande atuação, anotando 24 pontos, cinco assistências e três rebotes, mas foi a única arma da segunda unidade do time texano. Patrick Mills, com somente três pontos, teve desempenho muito abaixo do que vem apresentando na temporada, assim como Marco Belinelli, que saiu de quadra zerado.

Fator Kawhi

Desde que Kawhi Leonard voltou de contusão, o Spurs disputou seis partidas e venceu as seis. A importância do ala defensivamente é inegável, mas, ofensivamente, ele também vem se mostrando a cada dia mais importante para a equipe texana. Na partida contra o Magic, foram 17 pontos, sete rebotes, quatro assistências, dois roubos de bola e dois tocos. Atuação completa!

Mestre e discípulo

O Magic é treinado por Jacque Vaughn, ex-jogador do Spurs e um dos inúmeros discípulos de Gregg Popovich que existem ao redor da liga. No jogo de sábado, ele mostrou que aprendeu um pouco com uma das marcas registradas da equipe da casa: a movimentação de bola. Dos dez jogadores da franquia de Orlando que ficaram ao menos dois minutos em quadra, só dois não registraram assistências – a equipe somou 24. Do lado do alvinegro, só um jogador não deu passes para cesta neste recorte – os mandantes somaram 26.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 30 pontos e 5 assistências

Manu Ginobili – 24 pontos, 5 assistências e 3 rebotes

Kawhi Leonard – 17 pontos, 7 rebotes, 4 assistências, 2 roubos de bola e 2 tocos

Tiago Splitter – 14 pontos e 6 rebotes

Danny Green – 12 pontos, 6 rebotes, 4 assistências e 2 tocos

Tim Duncan – 11 pontos, 10 rebotes e 3 tocos

Orlando Magic

Tobias Harris – 23 pontos, 8 rebotes, 2 roubos de bola e 2 tocos

Nikola Vucevic – 19 pontos, 13 rebotes e 3 assistências

Arron Afflalo – 17 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Mo Harkless – 12 pontos, 10 rebotes e 2 roubos de bola

Anúncios