Spurs (39-15) @ Clippers (37-19) – Vitória maiúscula

113×103

Quem se queixava da falta de uma grande vitória do San Antonio Spurs ao longo da temporada 2013/2014 da NBA vai ter de mudar o discurso. Na noite de terça-feira (18), poucos dias depois a pausa para o All-Star Weekend, o time texano, vice-líder da Conferência Oeste, visitou o Los Angeles Clippers, quarto colocado e, mesmo sem poder contar com três de seus titulares, venceu por 113 a 103. Vamos, ao seguir, aos destaques da partida.

Duncan foi mais uma vez monstruoso pelo Spurs (NBAE/Getty Images)

Sem Parker? Sem problemas

Entre os três desfalques que o Spurs teve na partida, sem dúvidas o mais importante foi Tony Parker. O armador francês, que só vai voltar às quadras quando estiver 100% recuperado fisicamente segundo o técnico Gregg Popovich, deu lugar a Cory Joseph no quinteto titular. O canadense deixou a quadra com sete pontos e três rebotes em pouco mais de 23,5 minutos. Porém, o grande destaque do time veio do banco de reservas: o armador Patrick Mills, que anotou 25 pontos, cinco assistências e cinco rebotes em pouco mais de 27 minutos. Boa, Patty!

Patty Mills estava ON FIRE (NBAE/Getty Images)

Reservas em ação

Além de Parker, mais dois reservas do Spurs não puderam atuar. No perímetro, Kawhi Leonard foi substituído por Marco Belinelli. O ala-armador italiano fez mais uma boa partida, obtendo 20 pontos, quatro rebotes e três assistências em cerca de 28 minutos.

No garrafão, o destaque mais uma vez foi o pivô brasileiro Tiago Splitter. Em seu lugar, Boris Diaw atuou como ala-pivô, empurrando Tim Duncan para a posição 5 no quinteto titular. E o francês deu conta do recado, com 12 pontos, oito rebotes e três assistências em aproximadamente 32 minutos. Porém, vale destacar que a dupla titular do Clippers coletou 30 ressaltos no jogo: 18 de DeAndre Jordan e 12 de Blake Griffin.

Aliás, a dor de cabeça de Pop parece estar perto do fim. Segundo relatos da imprensa americana, Leonard e Splitter já estão próximos de um retorno.

Uma boa notícia

Em meio a tantas lesões, um jogador parece não dar mais dor de cabeça à comissão técnica do Spurs. Manu Ginobili aproveitou a pausa para o All-Star Weekend e se condicionou, podendo voltar a atuar contra o Clippers. Por enquanto, ele ainda joga por tempo limitado. Diante dos angelinos, foram nove pontos e três assistências em pouco menos de 15 minutos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patrick Mills – 25 pontos, 5 assistências e 5 rebotes

Marco Belinelli – 20 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 19 pontos, 13 rebotes e 7 assistências

Danny Green – 14 pontos e 5 rebotes

Boris Diaw – 12 pontos, 8 rebotes e 3 assistências

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 35 pontos, 12 rebotes, 4 assistências e 2 roubos de bola

Jamal Crawford – 25 pontos e 2 roubos de bola

Chris Paul – 11 pontos, 9 assistências, 4 roubos de bola e 3 rebotes

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 19/02/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s