Arquivo diário: 30/01/2014

Parker é selecionado para ser reserva do All-Star Game

Tony Parker será o representante do San Antonio Spurs no All-Star Game desta temporada. O armador francês foi selecionado pelos treinadores da liga e começará a partida do próximo dia 16 de fevereiro no banco de reservas do time da Conferência Oeste.

Parker representa o Spurs no All-Star Game (NBAE/Getty Images)

Essa será a sexta participação do armador no jogo festivo, sendo a terceira seguida. Em nenhuma delas Parker foi titular – a escolha do quinteto inicial leva em conta votos populares.

As outras participações de Parker foram em 2005, 2007, 2009, 2012 e 2013. Nessas cinco partidas, ele tem médias de 9,9 pontos e 5,1 assistências por jogo, tento sua melhor participação em seu segundo evento, com oito pontos e dez assistências em 23 minutos.

Spurs (33-13) vs Bulls (23-22) – Inexperiência atrapalha

86×96

Na noite desta quarta-feira (29), o San Antonio Spurs recebeu o Chicago Bulls e perdeu o confronto por 96 a 86. Com o resultado, a equipe texana chega à terceira derrota consecutiva e se afasta ainda mais do primeiro colocado da Conferência Oeste, o Oklahoma City Thunder. O alvinegro tem mais um jogo em casa antes da Rodeo Trip, quando irá realizar uma série de partidas como visitante em um curto espaço de tempo. Vamos aos destaques do duelo:

Tim Duncan foi um dos destaques do Spurs (NBAE/Getty Images)

O jogo

Logo no início do jogo, era possível notar algumas mudanças no elenco do Spurs. Nando De Colo, Othyus Jeffers e Jeff Ayres iniciaram a partida ao lado de Tim Duncan e Tony Parker. De cara, pôde-se perceber que a falta de ritmo de jogo poderia atrapalhar alguns jogadores. O primeiro quarto terminou 21 a 15 para os visitantes. No segundo quarto o time texano esboçou uma reação e ganhou a parcial por 21 a 19. Na volta do intervalo, a equipe da casa não conseguiu passar à frente no placar. As duas parciais seguintes resultaram em 28 a 25 para o Bulls, que fechou assim a partida em 96 a 86.

Foi no terceiro quarto que a jogada mais esquisita doa partida aconteceu. Após reclamar de uma falta que supostamente tinha sofrido, Joakim Noah levou uma técnica. Foi aí que Tony Parker foi cobrar o lance livre. E foi aí que aconteceu. O armador francês arremessou o que deve ser um dos piores lances livres da história da NBA – não se sabe se a bola escorregou ou o que aconteceu, fato é que a bola não chegou nem na metade do trajeto até a cesta. Todos os apreciadores de basquete com certeza ficaram surpreendido com o acontecimento.

Patty Mills mais uma vez foi bem vindo do banco de resevas (NBAE/Getty Images)

O próximo jogo do Spurs é neste sábado (1), de novo em casa, contra o Sacramento Kings, enquanto o Bulls tem pela frente o New Orleans Pelicans no mesmo dia.

Falta de ritmo?

Talvez. Fato é que o Spurs começou o jogo com três jogadores com pouco ritmo de jogo e esse pode ter sido o diferencial no resultado final da partida. Nando De Colo, que recentemente esteve envolvido em boatos de troca, atuou por 17 minutos e totalizou oito pontos. Jeff Ayres esteve em quadra por 15 minutos e não anotou nenhum ponto. E Othyus Jeffers também não fez nenhuma cesta em 15 minutos.

Vindos do banco de reservas, Patty Mills e Marco Belinelli contribuíram um pouco mais para a equipe, com 12 e 11 pontos, respectivamente. Tim Duncan e Tony Parker combinaram para 37 pontos (15-31 FG).

O Bulls teve seis jogadores que terminaram o jogo com dois dígitos na pontuação.

Más notícias…

Como desgraça pouca é bobagem, tivemos um aumento no número de jogadores machucados. Isso mesmo. Como se não bastassem as ausências de Tiago Splitter, Danny Green e Kawhi Leonard, Manu Ginobili passou a integrar o elenco do departamento médico da equipe. De acordo com uma nota oficial do site do Spurs, o argentino passou por exames nesta quinta-feira e foi constada uma lesão na coxa esquerda do atleta. A contusão foi originada no terceiro quarto de jogo e a sua recuperação levará entre três e quatro semanas.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 20 pontos e 6 assistências

Tim Duncan – 17 pontos e 12 rebotes

Patty Mills – 12 pontos

Marco Belinelli – 11 pontos e 3 assistências

Chicago Bulls

Jimmy Butler – 19 pontos e 4 rebotes

Carlos Boozer – 16 pontos e 12 rebotes

D.J. Augustin – 15 pontos e 5 assistências

Taj Gibson – 15 pontos