Arquivo diário: 23/01/2014

Spurs (32-10) vs Thunder (33-10) – De novo

105×111

Mais uma vez o San Antonio Spurs sofreu uma derrota diante de uma equipe de elite. Mais uma vez Reggie Jackson atormentou  defesa texana. E mais uma vez o Oklahoma City Thunder saiu vitorioso. O triunfo, por 111 a 105, foi o terceiro de Kevin Durant e companhia sobre os rivais na temporada 2013/2014, o segundo no AT&T Center. Além disso, a derrota em casa fez o time texano perder a liderança da Conferêncie Oeste.

Os 37 pontos de Parker foram insuficentes para bater o Thunder (Foto: NBAE/Getty Images)

Sonolento

Para quem esperava uma partida intensa, em um duelo que valia a liderança do Oeste, o início de jogo foi um tanto decepcionante. Em ritmo lento, o Spurs era dominado pelo Thunder, que também não fazia muito esforço. O ritmo só melhorou a partir da metade do segundo quarto, quando as defesas passaram a adotar uma marcação mais física e apertada.

Sem Leonard, Manu deve jogar mais (Foto: NBAE/Getty Images)

Mais um desfalque

Já sem poder contar com Tiago Splitter (ombro) e Danny Green (punho), o técncio Gregg Popovich ganhou mais um problema para escalar a equipe nos próximos confrontos. No final do segundo período, Kawhi Leronard fraturou um dedo da mão direita em um lance tolo e abandonou a partida. Não foram divulgadas informações oficiais sobre a situação do ala, mas estima-se que o tempo de recuperação possa chegar a um mês.

Bom trabalho

Apesar de Kevin Durant ter somado 36 pontos e alcançado seu nono jogo consecutivo acima dos 30, a defesa do Spurs conseguiu realizar um bom trabalho sobre o ala, forçando-o a cometer o elevado número de 11 desperdícios de bola. Com a saída de Leonard, quem melhor marcou o ala foi Manu Ginobili, que usou a catimba e o jogo físico, defendendo-o de muito perto, para irritá-lo e desconcentrá-lo. Além do argentino, Marco Bellineli e até Cory Joseph, em determinados momentos, tiveram a missão de conter o provável futuro MVP.

Tony Parker

Mesmo com a intimidadora presença de Serge Ibaka, Tony Parker abusou das infiltrações no garrafão do Thunder e teve grande produção ofensiva. O francês foi o cestinha da partida com 37 pontos, sua maior marca na temporada até agora.

Baixinho abusado

Virou “tradição”. O Spurs é um dos rivais prediletos de Reggie Jackson, que já havia desequilibrado a favor do Thunder nos dois primeiros duelos da temporada. Desta vez, foram 27 pontos para o armador, que substitui Russell Westbrook como titular. Nos três jogos contra os texanos na temporada, ele tem média de 23,6 pontos, contra 13,5 em geral em 2013/2014.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 37 pontos

Tim Duncan – 14 pontos e 13 rebotes

Boris Diaw – 14 pontos

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 36 pontos, 7 rebotes e 5 assistências

Reggie Jackson – 27 pontos e 8 assistências

Serge Ibaka – 14 pontos, 9 rebotes e 5 tocos

Anúncios