Spurs (32-9) @ Bucks (7-33) – Vitória e liderança!

110×82

Neste domingo (19), o San Antonio Spurs, jogando em casa, recuperou a liderança da Conferência Oeste ao vencer o Milwaukee Bucks por 110 a 82. Os visitantes mantiveram a lanterna do campeonato com mais uma derrota na conta. A equipe texana não contou com o armador Tony Parker, que foi poupado, mas bem substituído por Patty Mills, que liderou o time com 20 pontos, sete assistências e três roubos de bola. Confira como foi a partida:

Ayres também teve uma boa atuação (NBAE/Getty Images)

O jogo

Depois de uma derrota em casa para o Portland TrailBlazers, o Spurs tinha uma boa oportunidade para se reerguer e recuperar a ponta do Oeste. E foi exatamente isso o que aconteceu. O fraco time do Bucks não conseguiu impedir que a equipe texana, mesmo usando alguns atletas que não têm tantas oportunidades, vencesse. Cory Joseph iniciu o jogo no lugar de Tony Parker, poupado. Porém, o destaque na armação não foi o jovem armador canadense, e sim do australiano Patty Mills. O camisa #8 converteu oito dos 12 arremessos que tentou, acertando quatro bolas de três pontos, além de anotar sete assistências e três roubos de bola.

O Spurs conseguiu vencer o adversário em todas as parciais do jogo: 29 a 16 no primeiro quarto, 24 a 22 no segundo, 31 a 22 no terceiro e 26 a 22 no quarto, fechando a conta em 110 a 82. O time texano volta à quadra nesta quarta-feira, contra o Oklahoma City Thunder (a partida será televisionada pela ESPN+). No mesmo dia, o Bucks encara o Detroit Pistons.

Mostraram serviço!

Patty Mills liderou o Spurs contra o Bucks (NBAE/Getty Images)

O Spurs aproveitou o baixo rendimento da equipe adversária para dar chance a jogadores que não são tão utilizados no elenco. E deu certo. Confiantes, os “esquecidos” da equipe souberam aproveitar a oportunidade e não fizeram feio. Pelo contrário, agradaram e conquistaram a confiança do técnico Gregg Popovich e dos torcedores da franquia. Primeiramente, Patty Mills. O armador australiano demonstrou que tem força de vontade e liderou a equipe, somando 20 pontos, sete assistências, três roubos e um ótimo aproveitamento nos arremessos de quadra. Tivemos também a presença de Nando De Colo, que, apesar dos rumores de sua possível saída, também mostrou para o que veio e, em 25 minutos em quadra, anotou 13 pontos, quatro rebotes, duas assistências e dois roubos. Cory Joseph, que substituiu Tony Parker como armador titular, também foi bem. O canadense fez 12 pontos e distribuiu três assistências.

Outro jogador não tão utilizado que mostrou serviço foi Jeff Ayres. O ala-pivô aproveitou o fraco garrafão do Bucks e terminou a partida deste domingo com 13 pontos e seis rebotes.

Ainda no setor, Aron Baynes também foi bem, marcando nove pontos e totalizando seis rebotes. Por último, e não menos importante, vem Marco Belinelli. Por um lado, o italiano vendo sendo mais utilizado do que os outros jogadores e com certeza já conquistou a confiança do torcedores. Mas não podemos deixar de destacar que o atleta encaixou muito bem na equipe. O ala-armador somou 14 pontos e três assistências na partida. Malcolm Thomas também jogou. Em 14 minutos, o atleta anotou apenas dois pontos, mas pegou nove rebotes.

Mais um double-double pra conta

Tim Duncan, sem dúvidas, merece seu lugar de destaque na história da NBA. O ala-pivô, mais uma vez, marcou um double-double nesta que pode ser uma temporada decisiva para o jogador. Ele atuou por 27 minutos e anotou 11 pontos e 13 rebotes (12 deles defensivos).

Lembra dele?

Gary Neal, ao lado de Danny Green, teve boas aparições nas finais da última temporada, contra o Miami Heat, quando obteve um ótimo aproveitamento nos chutes de três pontos. Na offseason, ele saiu do Spurs e foi para o Bucks. Porém, o ala-armador está longe de fazer o que o destacou na temporada anterior. No time texano, o jogador tinha o cargo de substituir Tony Parker, juntamente com Cory Joseph. Já em Milwaukee, a história não é mais a mesma. Na partida deste domingo, o jogador atuou por 17 minutos e anotou apenas três pontos e três assistências. Na temporada, tem média de 10,1 tentos por jogo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patty Mills – 20 pontos, 7 assistências e 3 roubos de bola

Marco Belinelli – 14 pontos e 3 assistências

Jeff Ayres – 13 pontos e 6 rebotes

Nando De Colo – 13 pontos e 4 rebotes

Cory Joseph – 12 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Milwaukee Bucks

Brandon Knight – 21 pontos e 3 assistências

Giannis Antetokounmpo – 11 pontos e 4 rebotes

John Henson – 10 pontos e 11 rebotes

Larry Sanders – 10 pontos e 7 rebotes

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 20/01/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s