O que acontece com Danny Green?

Entrando no loja oficial do San Antonio Spurs no AT&T Center, você irá rapidamente encontrar uniformes oficiais das maiores estrelas da franquia texano. E a camisa número 4 está entre as mais populares entre os torcedores do time. Danny Green foi muito importante para a excelente campanha do alvinegro no campeonato passado – o lateral teve média de 10,5 pontos por jogo durante a temporada regular e 11,1 nos playoffs. Além disso, quebrou o recorde de bolas de três pontos da história das finais da NBA, com 25 em toda a série contra o Miami Heat. Com certeza, esse foi um grande feito para o ala-armador, que foi escolhido só no segundo round do Draft de 2009, na 46ª posição, pelo Cleveland Cavaliers.

Volta logo, Green! (Reprodução/playoffbrasil.com.br)

Na cabeça do torcedor, após uma temporada produtiva como a passada, muitos pensavam (incluindo eu) que Green iria não só ter mais uma ótima campanha, mas também se firmar como importante peça para o futuro da franquia. Porém, infelizmente, o campeonato vem sendo decepcionante para os fãs do nova-iorquino. O ala-armador teve uma ótima atuação na vitória sobre o New York Knicks, no dia 10 de novembro, anotando 24 pontos e dez rebotes. Mas depois disso, sua sequência foi inconsistente, alternando atuações medianas e jogos ruins.

A chegada de Marco Belinelli, que estava no Chicago Bulls, foi muito importante para a rotação do Spurs. O técnico Gregg Popovich observou o baixo aproveitamento de Green e de pouquinho a pouquinho foi dando mais oportunidades para o italiano, deixando o nova-iorquino de lado. Em alguns jogos que assisti dessa temporada, percebi um camisa #4 totalmente sem confiança nos arremessos, afoito no ataque e frustrado quando comete algum turnover. Em determinadas partidas, o vi entrando só no final do segundo quarto!

Como se não bastasse o período de baixo aproveitamento, Green se lesionou na vitória sobre o Minnesota Timberwolves, no dia 12 de janeiro. O atleta foi diagnosticado com uma fratura no dedo indicador da mão esquerda, e irá perder cerca de quatro semanas. Que zica!

Pop terá uma difícil missão de “recuperar” seu lateral se quiser brigar por título de novo. É nítido que Green está muito longe de jogar o basquete que encantou a NBA na temporada passada. Porém, não é hora de se desesperar ou desacreditar do talento do camisa #4. O ala-armador é um cara batalhador e um excelente profissional, e precisa ter calma e perseverança para dar a volta por cima e voltar a arrebentar. Quem mandou meter 25 bolas de três nas finais? Só se cobra de quem tem algo a oferecer, e disso ninguém duvida de Danny Green!

Anúncios

Publicado em 20/01/2014, em Artigos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Acredito nele, assim como acredito no time todo. Estou na torcida pela recuperação do Green e sei que ele tem capacidade para reverter essa situação. GO SPURS GO!!!

  2. danilovboas

    Não somente acredito nele como penso que ele será titular nos playoffs.

  3. Na minha opinião, Green e Leonard passam por uma fase muito parecida. Eu não imaginaria que o camisa #2 jogaria abaixo do esperado como está fazendo. Ficamos na torcida para que eles voltem a evoluir no ritmo que estavam. GO SPURS GO!

  4. Só um comentário, são 25 bolas de 3 né? Btw, ótimo post e acredito que o Green vai dar o resultado esperado! GSG!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s