Arquivo diário: 18/01/2014

Spurs (31-9) vs (30-10) Blazers – Osso duro de roer!

100×109

Mesmo jogando em casa, o San Antonio Spurs não foi capaz de segurar o Portland TrailBlazers na noite desta sexta-feira (17). Não contando com duas peças importantes, Tiago Splliter e Danny Green, o time mandante mais uma vez falhou contra a equipe que é a pedra no sapato do time texano nas últimas temporadas. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Manu Ginobili foi o principal jogador da equipe texana (NBAE/Getty Images)

Algoz

Dentre todas as equipes da NBA, não me lembro uma que dê, sempre, tanto trabalho para os texanos quanto a de Portland. Em mais uma partida impecável dos principais concorrentes à liderança da Conferência Oeste, ao lado do Oklahoma City Thunder, o Spurs não foi capaz de sair com a vitória. Com os oponentes muito iguais nos três primeiros quartos, o time da casa chegou a entrar no último período ganhando por um ponto, mas não foi capaz de aguentar o atlético elenco do Blazers. Mesmo com a derrota, os mandantes permanecem em primeiro, seguidos pelos visitantes.

Parker vem oscilando muito (NBAE/Getty Images)

Geniobili

O argentino Manu Ginobili apresentou suas cartas. Fez uma de suas melhores partidas nos últimos anos e mostrou que tem gás de sobra para ajudar a equipe do Texas na busca pelo tão sonhado quinto título. Marcando 29 pontos, além de coletar sete rebotes e distribuir cinco assistências, o astro foi o melhor jogador da equipe.

Kawhi preocupa

Sim, me sinto incomodado com o desempenho de Kawhi Leonard. Falando por mim, esperava (e venho batendo sempre nessa mesma tecla), atuações muito melhores essa temporada. Na partida desta sexta, o ala contribuiu pouco com o ataque. Claro que sua principal função no time é defensiva, mas vejo potencial muito grande para desenvolver seu trabalho ofensivo, o que, aparentemente, não vem sendo muito bem aproveitado.

Menino Parker

Tony Parker vem oscilando um pouco durante a temporada. Com algumas atuações como as que sempre estivemos acostumados e outras muito abaixo da média, preocupa o fato dele não ter descansado durante as férias. Acho que seria interessante se o técnico Gregg Popovich deixasse o francês pelo menos umas duas semanas fora para recuperar sua energia, para que ele pudesse voltar a ter uma sequencia de ótimas apresentações.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 29 pontos e 7 rebotes e 5 assistências

Marco Belinelli – 14 pontos

Boris Diaw – 14 pontos

Tim Duncan – 13 pontos e 7 rebotes

Tony Parker – 12 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Portland TrailBlazers

LaMarcus Aldridge – 26 pontos e 13 rebotes

Wesley Matthews – 24 pontos e 6 rebotes

Damian Lillard – 21 pontos, 8 assistências e 5 rebotes

Maurice Williams – 13 pontos