Spurs (31-8) vs Jazz (13-27) – Sexta seguida!

109×105

Sem sustos, o San Antonio Spurs bateu o Utah Jazz por 109 a 105 nesta quarta feira (15) e chegou à sua sexta vitória consecutiva na temporada. No total, a equipe do Texas atingiu seu 31º triunfo, assegurando a primeira colocação da Conferência Oeste. Ainda sem Tiago Splitter, fora por lesão, Gregg Popovich não poupou Manu Ginobili, como especulado antes da partida, e teve no Big Three a chave da vitória. Vamos ao que de melhor aconteceu no duelo.

Parker se destacou na partida (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Belo quinteto

Os cinco titulares do Spurs foram bem ao longo de toda a partida. Tim Duncan, Tony Parker, Manu Ginobili, Kawhi Leonard e Jeff Ayres anotaram, todos, no mínimo dez pontos. Com uma colaboração abaixo do normal vinda do banco de reservas, a combinação foi essencial para manter o time tranquilo e sempre à frente no placar. Destaque para os 25 pontos do armador francês, cestinha da partida ao lado do rival Enes Kanter.

Duncan foi bem novamente (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Faz falta

Por mais que os números não mostrem tanto, Tiago Splitter faz muita falta ao Spurs. Sua ausência, inclusive, deixa mais claro os motivos da sua contestada renovação de contrato. Sem ele, o time perde consideravelmente na defesa e fica mais engessado no ataque. Combinados, os pivôs rivais Enes Kanter e Derrick Favors somaram impressionantes 44 pontos, fazendo do setor o melhor do Jazz na partida. Ayres colabora, mas ainda está longe de ser eficiente como é o brasileiro na maioria das vezes.

De novo ele

Aos poucos, Tony Parker começa a pegar fogo e mostrar o ótimo basquete que o fez ser um dos candidatos reais ao MVP na última temporada. Na série de vitórias seguidas que o Spurs vem vivendo, o francês tem sido melhor jogador e peça-chave do time. Suas infiltrações e arremessos de curta distância são as principais armas da equipe no ataque. No momento de desafogo, bola nele!

Que eficiência!

Colaborou para a vitória do Spurs o alto aproveitamento de arremessos. No total, foram 80 arremessos de quadra, sendo que 43 deles foram convertidos pelos jogadores. Além disso, foram 18 chances na linha do lance livre, com 16 acertos. Tais estatísticas colaboraram e muito para uma vitória sem maiores sustos diante do pior time da Conferência Oeste.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 25 pontos e nove assistências

Tim Duncan – 15 pontos e 8 rebotes

Marco Belinelli – 15 pontos

Manu Ginobili – 13 pontos

Utah Jazz

Enes Kanter – 25 pontos e 11 rebotes

Derrick Favors – 19 pontos e 12 rebotes

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 16/01/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. não precisava do “susto” no fim. Mas esse time é muito cascudo!!!!!!!!

  1. Pingback: Spurs (31-8) vs (29-9) Blazers – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s