Arquivo diário: 14/01/2014

Spurs (30-8) vs Jazz (13-26) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Utah Jazz – Temporada Regular

Data: 15/01/2014

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: ESPN

Depois de uma ótima e apertada vitória diante do New Orleans Pelicans, o San Antonio Spurs volta às quadras para encarar um duelo teoricamente simples diante do fraco Utah Jazz, pior time da Conferência Oeste. A dúvida fica pela presença de Manu Ginobili: o argentino voltou na última partida, mas pode ser poupado por Gregg Popovich para evitar novas lesões, já que seu retorno foi adiantado em meio a um desconforto muscular na perna esquerda. A partida marca o reecontro da franquia texana com seu ex-ala Richard Jefferson, agora titular do adversário.

Confrontos na temporada (2-0)

15/11/2013 – Spurs 91 @ 82 Jazz

Com atuação tranquila e decisiva no último período de jogo, o Spurs bateu o Jazz e chegou à sua nona vitória na temporada. Tony Parker, com 22 pontos, foi o grande destaque do time.

14/12/2013 – Spurs 100 @ 84 Jazz

Novamente sem dificuldades, o Spurs bateu o Jazz em Salt Lake City. Desta vez o destaque foi Tim Duncan, que aproveitou a fragilidade do adversário para anotar 22 pontos e 12 rebotes.

PG – Tony Parker

SG – Marco Belinelli

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Sem entrosamento, o adversário costuma ser presa fácil para o Spurs. E é o caso do Jazz. Para isso, as infiltrações e a velocidade do armador Tony Parker serão essenciais para que o time texano chegue à vitória na noite desta quarta-feira.

PG – Trey Burke

SG – Gordon Hayward

SF – Richard Jefferson

PF – Marvin Williams

C – Derrick Favors

Fique de Olho – Com um time cheio de prospectos e bons valores, o Jazz aposta suas fichas no futuro. E Derrick Favors, pivô titular, é um dos nomes para os próximos anos. Com médias de 13,6 pontos e 8,9 rebotes por jogo, o jogador vem sendo um dos destaques do time.

Anúncios

Spurs (30-8) @ Pelicans (15-22) – Agora são 30

101×95

Jogando fora de casa, na segunda noite seguida e com baixas por contusão, o San Antonio Spurs deu um jeito de vencer o New Orleans Pelicans, nesta segunda-feira (13), e se tornou o primeiro time a conseguir 30 vitórias em toda NBA na temporada 2013/2014. Os visitantes ficaram boa parte do jogo atrás no placar, mas souberam crescer no momento decisivo para garantir a vitória. Na quarta-feira, ambos os times voltam a jogar: os texanos encaram o Utah Jazz, enquanto os mandantes terão o Houston Rockets pela frente.

Parker foi o cestinha do jogo com 27 pontos (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Manu

Com a contusão de Danny Green, que quebrou a mão esquerda e deve ficar um mês fora de combate, o Spurs resolveu trazer Manu Ginobili de volta, como previsto. Com um desconforto muscular na perna esquerda, o argentino estava sendo poupado dos últimos jogos. O ala-armador, no entanto, não voltou na sua função de sexto homem. O técnico Gregg Popovich o promoveu para o quinteto titular pela primeira vez na temporada.

A presença Ginobili no quinteto inicial pagou seu preço no segundo quarto. Normalmente, o camisa 20 comanda o segundo esquadrão do Spurs. Sem o argentino, formações com Belinelli, Joseph e Mills juntos tiveram dificuldades. Foi nessa altura que o Pelicans teve seu melhor momento e chegou a abrir 11 pontos de vantagem. Leonard, com dez pontos de seus 13 totais na parcial, ajudou a minimizar a diferença para apenas um ponto no intervalo.

Duncan foi excluído por faltas (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Sonolento

O Spurs teve aquele desempenho sonolento nos primeiros quartos. Só se mantendo próximo no placar. Apenas Tony Parker teve uma boa atuação na primeira metade do jogo. Na verdade, muito mais no primeiro quarto, quando marcou 11 pontos. Na terceira parcial, o time texano ligou o turbo e, no fim do período, passou a frente no placar. Tim Duncan, que ainda não fazia uma boa partida, marcou 11 pontos só nos 12 minutos que sucederam o intervalo. Falando nele….

Timmy

Gregg Popovich já devia estar calculando em que jogo iria sentar Duncan para descansar. Mas não acho que isso será mais necessário… O lendário ala-pivô só atuou durante 26 minutos no confronto contra o Pelicans. Isso porque, na metade do último quarto, Timmy atingiu o limite de seis faltas e foi tirado do duelo. Isso não acontecia com ele desde de 20 de janeiro de… 2010! Praticamente quatro anos sem ser excluído em compromissos da temporada regular.

Apesar do pouco tempo, o camisa #21 teve uma boa atuação. Marcou bem, apesar das faltas, o monstro Anthony Davis, além de ter contribuído com 18 pontos e nove rebotes. Ah, e ele descansou os cinco minutos finais da partida e ainda assim o Spurs conseguiu vencer. Como?

A resposta

A resposta para a vitória, mesmo sem Duncan, não é difícil. Parker foi o responsável. Com seis pontos no último quarto, sendo dois deles faltando 44 segundos e praticamente decidindo o jogo, o francês controlou as ações ofensivas. Belinelli e sua habilidade do perímetro também ajudaram. O italiano fez uma cesta praticamente do meio da quadra.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 27 pontos e 7 assistências

Tim Duncan –  18 pontos e 9 rebotes

Manu Ginobili – 14 pontos

Kawhi Leonard – 13 pontos e 6 rebotes

Marco Belinelli – 12 pontos

New Orleans Pelicans

Anthony Davis – 22 pontos e 11 rebotes

Brian Roberts – 19 pontos e 4 assistências

Eric Gordon – 12 pontos e 3 assistências

Austin Rivers – 11 pontos e 5 assistências