Spurs (28-8) vs Dallas (20-16) – Cheiro de vassoura?

112×90

Mesmo sem contar com a presença de Manu Ginobili, cortado da partida por lesão poucas horas antes de a bola subir, o San Antonio Spurs venceu com facilidade o Dallas Mavericks, 112 a 90, na terça-feira (8), e seguiu em sua ótima fase sobre o rival, ampliando a vantagem na temporada para 2 a 0 no confronto. Vamos ao que de melhor aconteceu na partida.

Parker voltou a se destacar (NBAE/Getty Images)

De Buenos Aires para Paris

Nas últimas partidas, Ginobili vinha sendo o destaque do Spurs e o grande responsável pelas vitórias. Tony Parker, no entanto, andava apagado. Mas o triunfo sobre o Mavericks mostrou uma atuação como esperávamos há tempos do francês. Foram 25 pontos e sete assistências, além de liderança dentro de quadra. O armador foi fator fundamental para a vitória.

Vindo do banco, Belinelli foi bem (NBAE/Getty Images)

Mudança de rumo

Sem Ginobili, Marco Belinelli foi movido para a segunda unidade para fazer o papel do argentino de entrar incendiando o jogo. E o italiano não decepcionou: fez 17 pontos e acertou nada menos do que seis dos nove arremessos que tentou. Segundo cestinha do time, o ala-armador se mostra cada vez mais à vontade para assumir um papel de protagonismo que na maioria das vezes pertence ao astro argentino.

Belo primeiro tempo

Outro que foi muito bem no duelo foi o ala-pivô Tim Duncan. Bem na defesa e no ataque, terminou os dois primeiros quartos com oito pontos e 12 rebotes. Ao final da partida, saiu com um duplo-duplo ao somar 16 pontos e 13 ressalvas. Arremessando pouco, foi extremamente efetivo e essencial para comandar um garrafão carente de Tiago Splitter, seu pivô titular.

A força do banco

Além dos 17 pontos de Belinelli, o banco de reservas do Spurs ainda colaborou com 11 pontos de Patrick Mills e mais nove de Cory Joseph. Matt Bonner, Jeff Ayres e Aron Baynes, os outros reservas que entraram em quadra pelo time texano, somaram outros nove pontos. E esse foi exatamente o ponto diferencial na partida, uma vez que apenas Vince Carter foi efetivo entre os jogadores da segunda unidade do Mavericks.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 25 pontos e sete assistências

Marco Belinelli – 17 pontos

Tim Duncan – 16 pontos e 13 rebotes

Dallas Mavericks

Monta Ellis – 21 pontos

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 09/01/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Acho q Boris Diaw merece uma menção honrosa, Dirk Nowitzki tem pesadelos com o francês, não lembro de um bom jogo dele sendo marcado por Diaw. Viram a moral que Duncan deu pra ele no pós jogo?

  1. Pingback: Spurs (28-8) vs Wolves (18-18) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (42-16) vs Mavericks (36-24) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (60-18) @ Mavericks (48-31) – Temporada regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Prévia de Spurs x Mavs – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s