Arquivo diário: 01/01/2014

Spurs (25-7) vs Nets (10-21) – Feliz Ano Novo!

113×92

Nada como encerrar o ano com chave de ouro! Na noite de terça-feira (31), o San Antonio Spurs recebeu o Brooklyn Nets e não teve problemas para vencer o adversário pelo placar de 113 a 92. Com o resultado, e com a derrota do Oklahoma City Thunder para o Portland TrailBlazers, também no último dia do ano passado, a equipe texana está agora a apenas meio jogo do líder da Conferência Oeste. Confira, a seguir, os principais pontos da partida.

Parker foi o cestinha da partida (NBAE/Getty Images)

Big Three

Na última temporada, com a fase ruim de Manu Ginobili e a ascensão de Kawhi Leonard, o chamado Big Three do Spurs não ficou com os três primeiros lugares na lista de maiores pontuadores da equipe em um campeonato pela primeira vez desde 2002/2003, quando o argentino era novato. Porém, com o ala-armador jogando bem novamente, o trio recuperou o protagonismo. Contra o Nets, Tony Parker foi o cestinha do time, com 18 pontos e seis assistências. Ele foi seguido por Tim Duncan, que anotou 15 pontos e cinco rebotes, e pelo camisa #20, que deixou a quadra com 15 pontos, quatro assistências e quatro rebotes.

Manu teve outra boa atuação (NBAE/Getty Images)

… e os coadjuvantes

Entre os jogadores menos badalados, o destaque foi Tiago Splitter, que anotou 12 pontos e três rebotes. Patrick Mills também marcou 12 pontos – além de três assistências -, mas precisou de 15 arremessos de quadra para chegar à marca, contra somente seis do pivô brasileiro. Por fim, Marco Belinelli finalmente emplacou um jogo razoável com a equipe titular, obtendo dez pontos, seis rebotes e três assistências.

Time preservado

O Spurs controlou o jogo inteiro e chegou a abrir 14 pontos de vantagem logo no primeiro quarto. Com isso, o técnico Gregg Popovich pôde rodar o elenco e preservar seus titulares. Tony Parker, com 27:18 minutos, e Kawhi Leonard, com 26:51, foram os que mais jogaram. Até Matt Bonner (12:00), Cory Joseph (08:24) e Aron Baynes (08:24) puderam mostrar serviço. Nando De Colo e Malcolm Thomas, que voltaram de nova passagem pelo Austin Toros, ficaram na lista de inativos.

E os rebotes?

Quando não leva desvantagem nos rebotes, o Spurs dificilmente perde uma partida. Contra o Nets, não foi diferente: a equipe texana coletou 47 ressaltos, contra apenas 34 dos visitantes. Dos titulares do time de Nova York, Kevin Garnett obteve apenas três, enquanto Mirza Teletovic ficou zerado. Em compensação, Mason Plumlee, que tem aquele estilo físico que sempre complica o alvinegro de San Antonio, conseguiu 13, sendo quatro deles ofensivos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 18 pontos e seis assistências

Tim Duncan – 15 pontos e cinco rebotes

Manu Ginobili – 15 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Tiago Splitter – 12 pontos e 3 rebotes

Patrick Mills – 12 pontos e 3 assistências

Marco Belinelli – 10 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Brooklyn Nets

Mason Plumlee – 15 pontos, 13 rebotes e 2 tocos

Shaun Livingston – 15 pontos, 5 assistências, 4 rebotes e 2 roubos de bola

Paul Pierce – 13 pontos, 6 assistências e 3 rebotes

Alan Anderson – 13 pontos e 5 rebotes