Arquivo diário: 19/12/2013

Spurs (20-5) @ Warriors (14-12) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Golden State Warriors – Temporada Regular

Data: 20/12/2013

Horário: 01h30 (Horário de Brasília)

Local: Oracle Arena

Na TV: SPORTS+

Semifinalistas da Conferência Oeste na última temporada, San Antonio Spurs e Golden State Warriors pouco mudaram em suas configurações desde então. Os californianos adicionaram Andre Iguodala, mas o ala está fora de combate, entregue ao departamento médico. Nos texanos, mudanças apenas no banco de reservas, com as chegadas de Jeff Ayres e Marco Belinelli e as saídas de DeJuan Blair e Gary Neal. O momento vivido pelas duas equipes neste campeonato, entretanto, é bem diferente. O alvinegro aparece em terceiro na tabela, lutando jogo a jogo com Portland TrailBlazers e Oklahoma City Thunder pela liderança, enquanto a briga do time de Oakland, nono colocado, é para entrar na zona dos playoffs.

Confrontos na temporada (1-0)

08/11/2013 – Spurs 76 vs 74 Warriors

Na ocasião, ainda no início da temporada, Spurs e Warriors ostentavam as melhores campanhas do Oeste. No confronto direto, os texanos levaram a melhor depois de segurar a reação do rival nos minutos finais e mantiveram a liderança da conferência.

Manu Ginobili

PG – Cory Joseph

SG – Danny Green/Manu Ginobili

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho – Com a lesão de Tony Parker, cabe a Manu Ginobili assumir o papel de principal criador de jogadas do San Antonio Spurs. Como Cory Joseph ainda é cru para a função e Patty Mills é mais um arremessador, o argentino terá a bola em mãos para fazer o time jogar. Há, entretanto, a possibilidade do camisa #20 ser preservado por Gregg Popovich, ao lado de Tim Duncan, uma vez que esta é a segunda partida de um back-to-back fora de casa, situação em que o treinador eventualmente poupa seus veteranos.

Stephen Curry

https://i2.wp.com/i884.photobucket.com/albums/ac50/glaglauber/Logos%20NBA/GoldenStateWarriors.jpg

PG – Stephen Curry

SG – Klay Thompson

SF – Harrison Barnes

PF – David Lee

C – Andrew Bogut

Fique de Olho – Stephen Curry entrou de vez para o time de estrelas da NBA nesta temporada. Depois de uma reta final espetacular na temporada 2012/2013, o armador vem mantendo a rotina de grandes atuações, mantendo as melhores médias da carreira em pontos, com 24,3 por jogo, e assistências, com nove. É o terceiro jogador que mais acertou bolas de três pontos na temporada, com 75 convertidas, média de 3,3 por partida.

Anúncios

Spurs (20-5) @ Suns (14-10) – Passa para o argentino

108x101

Jogando fora de casa, o San Antonio Spurs alcançou sua vigésima vitória na temporada 2013/2014 ao bater o Phoenix Suns por 108 a 101 na noite de quarta-feira (18). O resultado interrompeu uma sequência de cinco triunfos consecutivos dos mandantes. Já do lado texano, foi o quinto resultado positivo nas últimas seis partidas. O alvinegro já volta à quadra nesta quinta-feira, contra o Golden State Warriors, enquanto a equipe do Arizona tem um descanso maior, encarando o Oklahoma City Thunder no sábado.

Minha bola! Manu liderou a equipe texana nos minutos finais (NBAE/Getty Images)

Assumiu o comando

Sem Tony Parker, machucado, Manu Ginobili assumiu a responsabilidade de decidir o jogo. Nos minutos finais, o argentino foi responsável por importantes pontos que definiram a partida. O ala-armador teve sua melhor pontuação na temporada, com 24 pontos. Tim Duncan, por sua vez, conseguiu mais um duplo-duplo, com 17 pontos e 13 rebotes.

Duncan conseguiu mais um duplo-duplo (NBAE/Getty Images)

A dupla jovem de armadores do Suns tem chamado atenção. No entanto, o Spurs conseguiu frear o ímpeto de Goran Dragic e Eric Bledsoe, que, juntos, acertaram 12 de 33 arremessos de quadra. Os dois são a cara do time, que tem bastante jogadores novos. Um dado assustador que o site da NBA levantou é que Tim Duncan jogou 37 minutos a mais em sua carreira que todo o quinteto titular da equipe do Arizona combinado: 42,064 a 42,027.

“Não houve nenhuma defesa especial diferente dos outros. Foi apenas muito esforço e foco. Nós de fato fizemos várias trocas para diminuir o ritmo deles. Além disso, foi apenas esforço”, disse Gregg Popovich, sobre a marcação nos armadores.

Sabendo fechar o jogo

É muito comum a crítica de que o time de preto e prata não sabe voltar do intervalo com bom desempenho. O jogo de quarta atesta contra isso. O Spurs limitou o Suns a um aproveitamento de 36% nos arremessos na segunda metade do jogo.

O time do Arizona conseguiu marcar apenas 43 pontos nesse período. Nos quatro minutos finais, os comandados de Gregg Popovich marcaram 11 pontos.

Banco bom 

Liderado por Manu, o banco do Spurs é o segundo melhor da NBA, com 46,1 pontos por jogo. E isso foi provado em quadra, já que os reservas texanos venceram por 58 a 29 os do Suns.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili –  24 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Tim Duncan – 17 pontos e 13 rebotes

Kahwi Leonard – 14 pontos e 6 rebotes

Patty Mills – 12 pontos e 6 assistências

Phoenix Suns

Channing Frye – 22 pontos e 5 rebotes

Goran Dragic – 18 pontos e 4 assistências

Erick Bledsoe – 15 pontos e 7 assistências

Miles Plumlee – 13 pontos e 13 rebotes

Markieff Morris – 12 pontos e 6 rebotes