Arquivo diário: 17/12/2013

Richards assina com time grego

Uma das apostas para o futuro do San Antonio Spurs está de casa nova. De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, o ala-pivô britânico Ryan Richards, de 22 anos de idade e 2,13m de altura, assinou recentemente contrato com o Ikaros, da Grécia.

Richards vai atuar no basquete grego (Reprodução/totemspor.com)

A informação foi dada em primeira mão pelo site Sportando. Richards, na verdade, já disputou três partidas por seu novo clube no campeonato nacional local, apresentando médias de 10,3 pontos (50% FG, 40% 3 PT, 53,8% FT) e 3,7 rebotes em 21,7 minutos por exibição. Antes, o prospecto vinha atuando pelo Al Nasr Dubai, dos Emirados Árabes Unidos.

Richards foi selecionado pelo Spurs na 49ª escolha do Draft de 2010. Neste ano, o britânico disputou a Summer League de Las Vegas pela equipe texana, obtendo, em média, 5,5 pontos (52,6% FG, 50% 3 PT) e 1,5 rebotes em 7,8 minutos por partida.

Anúncios

Spurs (19-5) @ Clippers (17-9) – Dura derrota

92×115

A noite de segunda-feira (16) não foi das melhores para o San Antonio Spurs. Após quatro vitórias consecutivas, o time texano se reencontrou com a derrota ao perder, fora de casa, para o Los Angeles Clippers com a maior diferença de placar a favor dos angelinos em toda a história do confronto. Os visitantes cometeram muitos erros (22, maior marca na temporada para o alvinegro), os jogadores não corresponderam e teve até air ball em um lance livre. Para piorar ainda mais a situação, um dos craques da equipe alvinegra saiu de quadra lesionado. Veja tudo isso abaixo, nos principais pontos da partida.

Duncan e Griffin se destacaram no jogo (NBAE/Getty Images)

Lance livre ganha jogo… e também perde

O Clippers converteu nada mais nada menos do que 14 lances livres a mais do que os Spurs no jogo, repetindo a diferença nas vezes em que jogadores dos dois times foram para linha – 35 dos angelinos, contra apenas 21 dos texanos. As duas equipes erraram nove tentativas. Com algumas bolas desse tipo a mais convertidas em momentos cruciais da partida, a história poderia ter sido outra. O brasileiro Tiago Splitter errou os quatro tiros que tentou no duelo.

Parker se machucou no jogo (NBAE/Getty Images)

Reage, francês

Craque do time de San Antonio, Tony Parker foi mal no tempo em que esteve em quadra, fazendo oito pontos e distribuindo seis assistências em 25 minutos. O francês poderia ter contribuído mais se não tivesse machucado a canela direita no terceiro quarto. A lesão costuma ter rápida recuperação, mas o jogador não voltou à quadra e vai ser avaliado diariamente antes de retornar. Além disso, não pode passar despercebido o air ball que o camisa #9 do Spurs cometeu em um lance livre.

Garrafão vermelho e azul

Ao longo da partida, o domínio na área pintada foi claramente dos jogadores angelinos. Todos os pivôs e alas-pivôs dos Spurs, titulares e reservas, somaram, juntos, 18 rebotes, enquanto apenas a dupla titular do Clippers, formada por Blake Griffin e DeAndre Jordan, coletou 20. Tiago Splitter, Tim Duncan, Boris Diaw, Matt Bonner e Jeff Ayres combinaram para 30 pontos, enquanto o camisa #32 dos mandantes fez, sozinho, 27.

Dupla encardida

Blake Griffin e Chris Paul vêm dando trabalho no campeonato, e contra o Spurs não foi diferente. Combinando para 50 pontos, 17 rebotes, nove assistências e apenas cinco turnovers, o armador e o ala-pivô lideraram o Clippers para a vitória. Como curiosidade, os dois atletas não marcaram um double-double, sendo apenas a terceira vez na temporada, em 26 jogos feitos pela equipe,  que nenhum dos dois chegou a dígitos duplos em dois fundamentos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 17 pontos, 11 rebotes e 5 assistências

Manu Ginobili – 16 pontos e 4 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos e 8 rebotes

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 27 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Chris Paul – 23 pontos, 7 assistências, 8 rebotes e 4 roubos de bola

Jamal Crawford – 17 pontos e 4 rebotes