Arquivo diário: 28/11/2013

Spurs (13-2) @ Thunder (10-3) – Fim da sequência

88×94

Terminou a série de 11 triunfos seguidos do San Antonio Spurs. Nesta quarta-feira (27), a equipe visitou o Oklahoma City Thunder, que colocou fim à trilha de vitórias do rival na temporada ao colocar 94 a 88 no placar. A derrota, entretanto, não tirou a liderança da Conferência Oeste dos texanos, que seguem no topo da tabela, agora com recorde de 13-2.

Parker encontrou dificuldades nas infiltrações (Sue Ogrocki/AP)

Sinal amarelo

Pode até parecer estranho dizer que uma equipe com 13 vitórias em 15 jogos disputados deve acender o sinal amarelo. Mas a verdade é que apenas duas dessas partidas foram contra rivais que figuram entre os líderes: Portland Trail Blazers e, agora, Oklahoma City Thunder. E nos dois confrontos o Spurs saiu derrotado.

Em que pese ambos os duelos terem sido realizados fora de casa, Gregg Popovich e companhia devem abrir o olho. A equipe vem vencendo, e bem, adversários frágeis, mas tem se complicado contra times mais qualificados. Vitórias em pertidas como essas são importantes para dar moral e até para minar a confiança de um possível oponente de playoffs quando olhar o retrospecto da temporada regular – ainda que este nada valha na hora do mata-mata.

Belinelli errou as quatro bolas de 3 pontos que tentou (Layne Murdoch Jr./NBAE - Getty Images)

Belinelli errou as quatro bolas de 3 pontos que tentou durante o jogo (Layne Murdoch Jr./NBAE – Getty Images)

Bolas de três pontos

Em praticamente todos os esquemas táticos atuais, os arremessos de três pontos tem papel fundamental. No do Spurs, em especial, pontaria nas bolas de longa distância é algo vital para “fazer a maquina funcionar”. Na temporada, a equipe soma 40,5% de aproveitamento e é a quinta melhor da NBA. Diante do Thunder, no entanto, foram apenas 25,9% (7-27). Especialistas na função, Marco Belinelli e Danny Green combinaram para 0-7, enquanto Manu Ginobili e Kawhi Leornard registraram 1-5 cada.

Reggie Jackson

O Spurs conseguiu um excelente trabalho ao limitar o explosivo Russell Westbrook a apenas seis pontos em toda a partida, com apenas dois acertos em 16 arremessos tentados, mas a baixa produção do armador foi compensada por um “fator surpresa”. Com o titular em uma noite pouco inspirada, Reggie Jackson saiu do banco, recebeu 26 minutos em quadra e brilhou. Seus 23 pontos anotados no confronto formam a melhor marca já atingida pelo camisa 15 em suas três temporadas como profissional.

Liderança mantida

Mesmo com o resultado ruim, o time texano manteve a liderança isolada da Conferência Oeste graças ao tropeço do Portland TrailBlazers, segundo colocado e que também vinha em uma sequência de 11 vitórias. A equipe foi derrotada pelo Phoenix Suns, por 120 a 106, no Arizona, e agora tem retrospecto de 13-3 na temporada, uma derrota a mais que o time texano.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 16 pontos e 7 assistências

Kawhi Leonard – 14 pontos e 10 rebotes

Manu Ginobili – 12 pontos

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 24 pontos, 13 rebotes e 4 assistências

Reggie Jackson – 23 pontos

Serge Ibaka – 17 pontos, 11 rebotes e 5 tocos

Anúncios