Spurs (6-1) @ Knicks (2-4) – Passeio em Nova Iorque

120×89

Neste domingo (10), o San Antonio Spurs viajou até Nova Iorque para enfrentar o New York Knicks buscando mais uma vitória para se consolidar como líder da Conferência Oeste. O triunfo veio mais fácil do que o esperado, e o time texano encontrou um adversário com uma defesa fragilizada, que acabou sendo alvo fácil para o bem executado estilo de jogo alvinegro.

Kawhi veio do banco e foi bem (Getty Images)

O retorno de Danny Green

Danny Green, que teve excelentes atuações nas finais deste ano, contra o Miami Heat, vinha tendo um início de temporada desanimador até então. Contra o Knicks, o ala-armador parece ter reencontrado sua boa forma, e anotou seu primeiro duplo-duplo da carreira, deixando a quadra com 24 pontos e dez rebotes. O destaque de seu jogo mais uma vez foi a precisão de seu tiro de três pontos, e ele acertou seis de nove tentativas de longa distância.

Green estava calibrado na partida (NBAE/Getty Images)

Adversário frágil

O Knicks realmente sente falta de seu pivô titular, Tyson Chandler. Ele é o pilar defensivo da equipe, e sem ele o Spurs por inúmeras vezes encontrou o garrafão despovoado e o caminho fácil para a cesta. J.R. Smith, um dos principais pontuadores da equipe na última temporada, vinha desfalcando o time até então devido a uma suspensão. Seu retorno, entretanto, não foi dos melhores, e o ala-armador teve dificuldades em acertar seus arremessos, convertendo apenas uma de nove.

Patty Mills ganhando espaço

A luta pela vaga de armador reserva entre Patty Mills, Nando de Colo e Cory Joseph prometia ser uma das mais acirradas do elenco na temporada. Pelo que se pode ver até agora, o australiano vem ganhando com sobra essa disputa, demonstrando facilidade em pontuar e arremessos certeiros. Contra o Knicks, o camisa #8 mais uma vez saiu de quadra com bom desempenho, anotando 15 pontos.

Coletividade

Uma das características do Spurs nos últimos anos é o equilíbrio de qualidade técnica entre reservas e titulares e a rotação constante entre os jogadores. Neste domingo, a equipe teve ampla vantagem no marcador desde o início do jogo, dando a Gregg Popovich liberdade para liberar mais os reservas e descansar seus titulares. De todos os jogadores, o que mais teve minutos de quadra foi o italiano Marco Belinelli, que atuou por aproximadamente 26 minutos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 24 pontos e 10 rebotes

Kawhi Leonard – 18 pontos e 4 rebotes

Tony Parker – 17 pontos e 6 assistências

Tim Duncan – 11 pontos e 10 rebotes

New York Knicks

Carmelo Anthony – 16 pontos e 8 rebotes

Andrea Bargnani – 16 pontos

Sobre Bruno Lorscheiter Alves

Jornalista amador, apaixonado por esportes, basquete e lógico, San Antonio Spurs.

Publicado em 10/11/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s