Os “azarões” da pré-temporada

Hoje, o San Antonio Spurs tem 14 jogadores com contratos garantidos se preparando para a temporada 2013/2014 da NBA. Além deles, a franquia texana iniciou sua fase de preparação com mais seis convidados que brigarão pela última vaga aberta no plantel, totalizando o grupo de 20 atletas que se apresentou no começo do mês. Entre os que lutam para conseguir um emprego, os alas Corey Maggette e Sam Young aparecem como favoritos, já que podem exercer a função de reserva para Kawhi Leonard, maior carência da equipe. No entanto, outros dois alas também estão na disputa: Dan NwaeleleCourtney Fells.

Nwaelele vinha jogando pela D-League (Reprodução/teamnigeriabasketball.com)

Entre os dois, Nwaelele é quem possui a história de vida mais curiosa. De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, o jogador prestou serviço por seis meses no Afeganistão pela Força Aérea dos Estados Unidos em 2007, trabalhando com suprimentos para as unidades de combate no país. Além disso, completou o restante de seus cinco anos com a entidade na Arábia Saudita. Agora, de volta às quadras, o ala de 29 anos de idade e 1,96m de altura apresentou médias de 7,4 pontos (41,7% FG, 39,3% 3 PT, 86,8% FT) e 2,5 rebotes em 18,3 minutos por partida jogando com a camisa do Santa Cruz Warriors na última temporada da D-League, a liga de desenvolvimento da NBA.

Ainda de acordo com o Spurs Nation, Nwaelele é observado pelo Spurs desde o meio de 2007, quando vinha de sua quarta e última temporada no basquete universitário, na qual apresentou médias de 14,3 pontos (51,6% FG, 45% 3 PT, 81,5% FT) e 3,5 rebotes e 32,2 minutos por exibição atuando pela Academia da Força Aérea. Naquele ano, no entanto, o ala teve de recusar o convite da franquia texana para o período de preparação para prestar serviço para as forças armadas americanas longe de seu país.

Apesar da história interessante, os números de Nwaelele na última temporada da D-League mostram que dificilmente ele é o que o Spurs procura para a ala. Baixo para a posição, o jogador coletou apenas 7,20% dos rebotes de seu time enquanto esteve em quadra, e foi o 15º pior entre os 19 atletas que atuaram pelo Warriors no campeonato. Além disso, enquanto jogava, permitiu que os adversários fizessem 101,6 pontos a cada seis posses de bola, terceira pior marca da equipe. Ao menos, converteu 39,3% de seus arremessos de três pontos, marca que ficaria atrás apenas de Matt Bonner (44,2%), Danny Green (42,9%) e Patty Mills (40%).

Fells, por sua vez, é um verdadeiro andarilho do basquete e, inclusive, já tinha emprego antes de aceitar o convite do Spurs. Na última temporada, jogando pelo Hapoel J-M, de Israel, o ala, de 27 anos de idade e 1,98m de altura, apresentou médias de 12,3 pontos (41,6% FG, 32,9% 3 PT, 74,4% FT) e 3,7 rebotes em 32,4 minutos por jogo no campeonato nacional e 13 pontos (48,6% FG, 35,3% 3 PT, 80% FT) e 6,7 rebotes em 32,8 minutos por exibição na Eurocopa. Neste ano, disputou a Summer League de Orlando pelo Boston Celtics, obtendo, em média, 7,2 pontos (37,1% FG, 20% 3 PT, 77,8% FT) e 1,8 rebotes em 20,6 minutos por partida. Depois, esteve presente em três jogos nas Filipinas pelo Talk N Text, sustentando médias de 26,7 pontos (40% FG, 33,3% 3 PT, 83,3% FT), sete rebotes, 5,3 assistências, 2,3 roubadas de bola e dois tocos em 44,3 minutos por jogo.

Na Eurocopa, competição de nível mais destacado que disputou no período, Fells apresentou números interessantes. O ala liderou a equipe em roubadas de bola (1,83) e tocos (0,67) por jogo; foi o vice-líder em pontos (13) e rebotes (6,67); e, por fim, o quarto em assistências (2,33). Além disso, com ele em quadra, seu time permitiu 102 pontos a cada 100 posses, melhor marca do elenco. Ainda coletou 13,03% dos rebotes disponíveis enquanto estava no jogo, terceira melhor marca do Hapoel J-M. Para concluir, teve aproveitamento satisfatório de 35,3% nos aproveitamentos de três pontos e atuou também como um falso ala-pivô, mostrando que, além de ser reserva de Leonard, também poderia dividir a quadra com ele.

Por isso, é possível afirmar que, no confronto entre os dois, Fells larga com vantagem sobre Nwaelele na briga por uma vaga na franquia. Mas os dois ainda estão atrás de Young e Maggette. Quem sabe, no entanto, seja possível para os dois conquistarem um emprego no Austin Toros para a próxima temporada.

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 05/10/2013, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s