Arquivo diário: 20/09/2013

Parker é eleito o segundo melhor europeu da história

Astro do San Antonio Spurs, Tony Parker, que está neste momento com a seleção francesa para a disputa do Eurobasket, está com moral entre os seus colegas do esporte no Velho Continente. De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, o armador foi eleito o segundo melhor jogador europeu da história do basquete.

Que moral, Parker! (FIBA Europe/Elio Castoria)

Que moral, Parker! (FIBA Europe/Elio Castoria)

A votação foi conduzida pelo site americano HoopsHype, que ouviu a opinião de 38 jogadores que estão atualmente envolvidos na disputa da competição continental. Parker ficou atrás somente de Drazen Petrovic, mas levou dez votos para a primeira colocação, contra nove do croata. Veja, a seguir, a lista com os dez primeiros colocados:

Jogador
Drazen Petrovic 9 10 5 5 1
Tony Parker 10 1 3 3 4
Arvydas Sabonis 5 4 4 7 6
Dejan Bodiroga 5 3 6 2 3
Dirk Nowitzki 2 5 3 7 5
Pau Gasol 2 1 2 6 4
Toni Kukoc 3 4 4
Predrag Danilovic 1 2 3
Juan Carlos Navarro 2 3
10º Andrei Kirilenko 2 2

Na última temporada, com a camisa do Spurs, Parker apresentou médias de 20,3 pontos, 7,6 assistências e três rebotes em 32,9 minutos por jogo na fase de classificação e 20,6 pontos, sete assistências e 3,2 rebotes em 36,4 minutos por partida nos playoffs. No Eurobasket, o armador tem médias de 18,3 pontos, 3,6 assistências e 1,7 rebotes em 28,7 minutos por exibição pela França, que pega a Espanha na semifinal nesta sexta-feira, às 17h (de Brasília).

Anúncios

Itália perde e disputa vaga no Mundial na repescagem

A Itália está fora da disputa pelo título do Eurobasket deste ano. Nesta quinta-feira (19), a seleção de Marco Belinelli, reforço do San Antonio Spurs, perdeu para a Lituânia de Robertas Javtokas, prospecto ligado à franquia texana, por 81 a 77, em jogo válido pelas quartas de final da competição europeia, disputada na Eslovênia.

Belinelli se destacou, mas não foi o bastante (FIBA Europe/Castoria/Bellenger)

Belinelli se destacou, mas não foi o bastante (FIBA Europe/Castoria/Bellenger)

Apesar da derrota, Belinelli foi um dos destaques da partida. O ala-armador anotou 22 pontos, dois rebotes e duas roubadas de bola, além de duas faltas e um desperdício de posse, em 36 minutos, e foi o principal cestinha do jogo. Javtokas, por sua vez, assistiu ao jogo inteiro do banco de reservas – o pivô sequer chegou a pisar em quadra.

A Itália agora vai para a repescagem em busca de uma vaga no Mundial do ano que vem, que será disputado na Espanha. O Eurobasket originalmente classifica seis equipes para a competição. Porém, como a seleção espanhola ainda está na disputa pelo título, abre-se mais uma vaga. Com isso, entre os times que disputaram as quartas de final, apenas um ficará fora.

Na repescagem, a Itália começa sua caminhada já nesta sexta, às 9h30 (de Brasília), contra a Ucrânia. Uma vitória garante a Azzurra no Mundial. No mesmo dia, acontecem as semifinais: a Lituânia pega a Croácia às 12h45 e a França mede forças com a Espanha às 17h.