Fim de temporada

A temporada de 2013 da WNBA enfim acabou para o San Antonio Silver Stars. Depois de meses de luta e um dos maiores desafios da franquia, o ano se encerrou com o time na quinta posição na Conferência Oeste, com campanha de 12 vitórias e 22 derrotas.

Apesar das lesões contínuas, Becky Hammon permaneceu no banco de reservas, junto com com o time, durante as partidas (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Aqueles que acompanharam a coluna Vestiário Feminino no decorrer dos jogos sabem das dificuldades enfrentadas pela equipe. Primeiro, Sophia Young sofreu uma lesão grave enquanto jogava um campeonato pela sua equipe chinesa. Depois, Becky Hammon machucou o dedo do meio durante o training camp. Assim que se recuperou e voltou às quadras, logo em seu primeiro jogo, a estrela fraturou o joelho. As duas, os pilares do time, ficaram no banco a temporada inteira. Sem dúvidas, foram grandes desfalques.

À medida que o tempo passava, a situação piorava. Das poucas jogadoras disponíveis para ação, muitas delas também se machucaram, como Danielle Robinson. Essa era um dos pilares do elenco deste ano. Apesar de ser jovem e sem muita experiência, a americana conseguiu segurar as pontas do modo que pôde. Foi uma das que mais apresentou evolução e merece continuar recebendo a confiança do técnico Dan Hughes.

No último jogo da temporada, o Silver Stars venceu o Atlanta Dream, de Érika, por de 97 a 68. Na foto, um duelo entre a brasileira e Appel. (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Danielle Adams também se mostrou muito consistente. A ala foi uma das maiores pontuadoras, mesmo sendo uma das mais novas, ao lado de Robinson – as duas chegaram à liga profissional no mesmo ano.

A surpresa dessa campanha, no entanto, foi Jayne Appel. Perto do fim da temporada regular, a pivô começou a dar sinais de melhora, anotando bons números em rebotes e se aperfeiçoando nas finalizações. Porém, não me entendam mal. A loira ainda tem muito a aprender.

O que deu errado em 2013? Basicamente, tudo. O fator principal, no entanto, foi a falta de planejamento. O Silver Stars tinha como base Becky Hammon e Sophia Young e não se preparou para o pior – que acabou acontecendo.

Apesar de o time de San Antonio estar fora da WNBA, na semana que vem o Vestiário Feminino ainda trará análises e notícias para os leitores do Spurs Brasil. Enquanto isso, fica a torcida pela recuperação das estrelas da equipe e pelo amadurecimento do banco de reservas do time.

UM OLHAR MAIS PROFUNDO

As séries dos playoffs da WNBA foram definidos. Esses serão os confrontos da primeira fase da pós-temporada:

Minnesota Lynx x Seattle Storm
Los Angeles Sparks x Phoenix Mercury
Chicago Sky x Indiana Fever
Atlanta Dream x Washington Mystics

Anúncios

Publicado em 16/09/2013, em San Antonio Silver Stars, Vestiário Feminino e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s