Arquivo diário: 16/09/2013

Fim de temporada

A temporada de 2013 da WNBA enfim acabou para o San Antonio Silver Stars. Depois de meses de luta e um dos maiores desafios da franquia, o ano se encerrou com o time na quinta posição na Conferência Oeste, com campanha de 12 vitórias e 22 derrotas.

Apesar das lesões contínuas, Becky Hammon permaneceu no banco de reservas, junto com com o time, durante as partidas (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Aqueles que acompanharam a coluna Vestiário Feminino no decorrer dos jogos sabem das dificuldades enfrentadas pela equipe. Primeiro, Sophia Young sofreu uma lesão grave enquanto jogava um campeonato pela sua equipe chinesa. Depois, Becky Hammon machucou o dedo do meio durante o training camp. Assim que se recuperou e voltou às quadras, logo em seu primeiro jogo, a estrela fraturou o joelho. As duas, os pilares do time, ficaram no banco a temporada inteira. Sem dúvidas, foram grandes desfalques.

À medida que o tempo passava, a situação piorava. Das poucas jogadoras disponíveis para ação, muitas delas também se machucaram, como Danielle Robinson. Essa era um dos pilares do elenco deste ano. Apesar de ser jovem e sem muita experiência, a americana conseguiu segurar as pontas do modo que pôde. Foi uma das que mais apresentou evolução e merece continuar recebendo a confiança do técnico Dan Hughes.

No último jogo da temporada, o Silver Stars venceu o Atlanta Dream, de Érika, por de 97 a 68. Na foto, um duelo entre a brasileira e Appel. (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Danielle Adams também se mostrou muito consistente. A ala foi uma das maiores pontuadoras, mesmo sendo uma das mais novas, ao lado de Robinson – as duas chegaram à liga profissional no mesmo ano.

A surpresa dessa campanha, no entanto, foi Jayne Appel. Perto do fim da temporada regular, a pivô começou a dar sinais de melhora, anotando bons números em rebotes e se aperfeiçoando nas finalizações. Porém, não me entendam mal. A loira ainda tem muito a aprender.

O que deu errado em 2013? Basicamente, tudo. O fator principal, no entanto, foi a falta de planejamento. O Silver Stars tinha como base Becky Hammon e Sophia Young e não se preparou para o pior – que acabou acontecendo.

Apesar de o time de San Antonio estar fora da WNBA, na semana que vem o Vestiário Feminino ainda trará análises e notícias para os leitores do Spurs Brasil. Enquanto isso, fica a torcida pela recuperação das estrelas da equipe e pelo amadurecimento do banco de reservas do time.

UM OLHAR MAIS PROFUNDO

As séries dos playoffs da WNBA foram definidos. Esses serão os confrontos da primeira fase da pós-temporada:

Minnesota Lynx x Seattle Storm
Los Angeles Sparks x Phoenix Mercury
Chicago Sky x Indiana Fever
Atlanta Dream x Washington Mystics

Buford viaja para assistir ao Eurobasket

O San Antonio Spurs só vai entrar em quadra no dia 9 de outubro, em seu primeiro amistoso de preparação para a temporada 2013/2014. Mesmo assim, se engana quem acha que a diretoria está de férias. De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, R.C. Buford, General Manager da franquia texana, viajou até a Eslovênia para ver o Eurobasket.

Buford aparece na primeira fila, de camiseta preta e óculos (Reprodução/Twitter)

Buford aparece na primeira fila, de camiseta preta e óculos (Reprodução/Twitter)

O site HoopsHype postou, por meio sua conta no Twitter, uma foto em que Buford aparece na primeira fila da arquibancada, entre outros dois homens, para assistir à vitória da Grécia por 79 a 75 sobre a Espanha, em partida disputada na quinta-feira (12).

O dirigente tem motivos de sobra para comparecer ao torneio. Primeiro porque quatro jogadores que estarão no elenco do Spurs na próxima temporada estão na Eslovênia, classificados para as quartas de final. Tony Parker, Nando De Colo e Boris Diaw, da França, vão encarar os donos da casa nesta quarta-feira, às 17h (de Brasília). No dia seguinte, no mesmo horário, a Itália de Marco Belinelli encara a Lituânia.

Além disso, o Spurs tem os direitos de NBA de outros dois jogadores envolvidos na disputa do Eurobasket. O primeiro é o ala georgiano Viktor Sanikidze, de 27 anos de idade e 2,03m de altura, que foi selecionado pelo Atlanta Hawks na 42ª escolha do Draft de 2004 e em seguida trocado para a franquia texana. Na Eslovênia, foi eliminado ainda na primeira fase da competição, e deixou o torneio com médias de 14,6 pontos (45,6% FG, 37,5% 3 PT, 50% FT) e sete rebotes em 32,4 minutos por exibição. O outro é o pivô lituano Robertas Javtokas, de 33 anos de idade e 2,11m de altura, selecionado pela equipe de San Antonio na 55ª escolha do Draft de 2001. O jogador, que tem médias discretas de 1,7 pontos (55,6% FG, 33,3% FT) e 2,1 rebotes em 8,7 minutos por jogo, se prepara para o duelo com a Itália, pelas quartas de final.

Por fim, Buford também pode observar agentes livres e trazê-los da Europa para o Spurs, como fez com a surpreendente contratação de Aron Baynes na última temporada, ou observar jovens jogadores de olho nas próximas edições do Draft da NBA.

Belinelli joga bem e Itália bate a Espanha

Em busca de uma melhor colocação no grupo F do Eurobasket, disputado na Eslovênia, a Itália entrou em quadra nesta segunda-feira (16), contra a Espanha, e se deu bem. Com boa atuação de Marco Belinelli, reforço do San Antonio Spurs, a Azzurra venceu por 86 a 81.

Belinelli ajudou a Itália a vencer a Espanha (Fiba Europe/Elio Castoria)

Belinelli ajudou a Itália a vencer a Espanha (Fiba Europe/Elio Castoria)

Para vencer a partida, os italianos tiveram, primeiro, de converter a cesta de empate a 0,1 segundos do fim, levando o confronto para o tempo extra. Nos cinco minutos da prorrogação, a equipe conseguiu dominar os espanhóis para terminar o jogo como vencedora.

Belinelli teve primeiro quarto arrasador, sendo o principal atleta neste período. Nos outros três períodos, porém, o atleta do time texano foi mal, desperdiçando muitos arremessos. Ao fim do embate, obteve com 16 pontos e oito rebotes. No entanto, acertou somente duas de oito bolas tentadas na linha dos três pontos, além de ter cometido dois desperdícios de posse.

Com o resultado, a Itália se classificou para as quartas de final na terceira colocação do Grupo F, com três vitórias e duas derrotas após os descartes. Também avançaram para o mata-mata, respectivamente, Croácia (4-1), Eslovênia (3-2) e Espanha (2-3).

Nas quartas, a Itália encara a Lituânia, do pivô Robertas Javtokas, prospecto ligado ao Spurs, na quinta-feira, às 17h (de Brasília). Antes, na quarta, a França, do trio Tony Parker, Nando De Colo e Boris Diaw, pega a Eslovênia, no mesmo horário, também pelas quartas de final.