Arquivo diário: 16/08/2013

DeShaun Thomas vai jogar no Nanterre

Selecionado pelo San Antonio Spurs na 58ª escolha do Draft deste ano, DeShaun Thomas vai jogar no JSF Nanterre, clube da primeira divisão do Campeonato Francês de basquete. Depois de ficar muito perto de um acordo com o Estudiantes, da Espanha, sua mudança para o país natal de Tony Parker foi confirmada nesta sexta-feira (16).

Thomas está a caminho da França (Reprodução/elevenwarriors.com)

Por meio de seu site oficial, o Nanterre confirmou a contratação de Thomas. Além disso, o prospecto do Spurs falou sobre sua transferência para o clube francês em seu Twitter.

Na última temporada, sua terceira no basquete universitário americano, Thomas apresentou médias de 19,8 pontos (44,5% FG, 34,4% 3 PT, 83,4% FT) e 5,9 rebotes em 35,4 minutos por exibição. Neste ano, após ser draftado pelo Spurs, o ala jogou a Summer League com a franquia texana e, na competição, obteve, em média, 12,4 pontos (41,4% FG, 37,5% 3 PT, 88,9% FT) e cinco rebotes em 28,6 minutos por partida.

Veja quem pode chegar e quem pode deixar o San Antonio Spurs

Anúncios

Caso muda e Thomas deve ir jogar na França

Na quinta-feira (15), surgiu a notícia que DeShaun Thomas jogaria na Espanha na próxima temporada. No entanto, de acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, a situação sofreu uma reviravolta e não está definida. Com isso, o destino provável do ala, selecionado pelo San Antonio Spurs na 58ª escolha do Draft deste ano, deve ser o basquete francês.

Thomas ainda não sabe o que fazer com seu futuro (Harry How/Getty Images)

Segundo o jornal americano The Columbus Dispatch, J. R. Hensley, agente de Thomas, disse que se acertou com um time francês, mas que o futuro de seu cliente ainda está indefinido.

Ao jornal, Thomas afirmou que a indefinição do Spurs, que ainda não sabe o que fazer com a 15ª e última vaga que tem no elenco para a temporada 2013/2014, e o fato de ele ter um filho de um ano e cinco meses de idade pesaram em sua decisão de jogar na Europa.

“Eles não sabem o que querem fazer com a 15ª vaga e eu tinha de tomar uma decisão. Neste negócio, você precisa pensar na sua família. Eu poderia ter ido para a pré-temporada e tentado a vaga no elenco, mas, com meu filho e com uma família para sustentar, precisava olhar para lá. E se desenvolver por um ano não vai fazer mal”, disse Thomas, que afirmou que tinha medo de ser cortado pelo Spurs e acabar assinando um contrato com a D-League, que paga salários muito menores do que os do basquete europeu.

Na última temporada, sua terceira no basquete universitário americano, Thomas apresentou médias de 19,8 pontos (44,5% FG, 34,4% 3 PT, 83,4% FT) e 5,9 rebotes em 35,4 minutos por exibição. Neste ano, após ser draftado, o ala jogou a Summer League com o Spurs e, na competição, obteve, em média, 12,4 pontos (41,4% FG, 37,5% 3 PT, 88,9% FT) e cinco rebotes em 28,6 minutos por partida, deixando uma primeira impressão positiva.

Veja quem pode chegar e quem pode deixar o San Antonio Spurs