Draft 2013 – Os armadores

Começa hoje o especial do Spurs Brasil sobre o Draft de 2013 da NBA. A série será dividida em quatro partes – armadores, alas, garrafão e palpites. Neste primeiro post, é hora de falar sobre a posição que talvez seja a mais rica no elenco do San Antonio Spurs.

Isaiah Canaan: Surpresa à vista? (Reprodução/scoutingthemidmajors.com)

É na armação que está o atual melhor jogador do time: Tony Parker. O francês tem vínculo com o Spurs até o fim da temporada 2014/2015 e, no período, receberá US$ 12,5 milhões anuais. Cory Joseph, que terminou os playoffs como reserva imediato do camisa #9, também está garantido no elenco para o próximo campeonato, no qual receberá cerca de US$ 1,18 milhões. Depois, a franquia tem a opção de renovar unilateralmente o contrato do canadense por aproximadamente US$ 2,13 milhões para a temporada 2014/2015 e de igualar qualquer proposta que ele receber para a temporada 2015/2016.

Para a armação, o Spurs tem ainda duas opções. A primeira delas é Nando de Colo, que, apesar de ter ficado insatisfeito por perder espaço na rotação, tem contrato garantido de pouco menos de US$ 1,5 milhões na próxima temporada antes de se tornar agente livre. A segunda é Patrick Mills, que tem a opção unilateral para renovar com a franquia texana por um ano pelo valor de US$ 1,13 milhões para continuar no time.

Além de todos eles, se quiser reforçar a armação, o Spurs pode recorrer a Marcus Denmon. Selecionado pela franquia na 59ª escolha do Draft de 2012, o jogador disputou a última temporada pelo Elan Chalon, da França, enquanto manteve seu vínculo com a equipe texana. Por lá, no campeonato local, o atleta de 23 anos e 1,91m de altura foi atrapalhado por uma fratura no pé direito, mas mesmo assim disputou 20 partidas e apresentou médias de 12,9 pontos (39,4% FG, 37,3% 3 PT, 87% FT) e três rebotes em 31,5 minutos por exibição.

Mesmo com tantas alternativas para a posição 1, o Spurs, por ter um elenco cheio de opções em todos os setores e escolhas baixas no Draft – a 28ª e a 58ª – deve estar pronto para selecionar o melhor prospecto disponível, independentemente de sua função em quadra, quando chegar sua vez. Por isso, a equipe texana, aberta às possibilidades, recebeu o armador Isaiah Canaan para uma sessão de treinos em San Antonio.

Canaan é um jogador de 22 anos e 1,83m de altura que acaba de completar sua quarta e última temporada no basquete universitário atuando pelo Murray State Racers e apresentando médias de 21,8 pontos (43,1% FG, 37% 3 PT, 82,2% FT), 4,3 assistências e 3,5 rebotes em 36,5 minutos por exibição. Especialistas imaginam que o armador será selecionado entre o fim da primeira rodada e o início da segunda – ou seja, dentro do alcance do Spurs.

Abaixo, confira um vídeo sobre Canaan produzido pelo DraftExpress:

O Spurs está cheio de opções para a armação. Mas tudo pode mudar – como quando a franquia texana trocou, com o Pacers, George Hill pelas escolhas de Draft que viraram Kawhi Leonard e Davis Bertans e mais os direitos de Erazem Lorbek. Se a equipe de San Antonio aprontar mais uma surpresa e precisar de um armador, Canaan pode ser o escolhido.

O Draft acontecerá na próxima quinta-feira, em Nova York, na arena do Brooklyn Nets.

Confira os demais prospectos que o Spurs pode selecionar no Draft

* As informações salariais foram retiradas do site HoopsHype

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 24/06/2013, em Artigos, Draft. Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Eladiomy Trungungueiro

    Na minha opinião os Spurs estão bem servidos na posição 1 com 2 bons armadores Parker e Neal, quanto a posição 2 e 3 também possuem bons jogadores Green e Leonard sem esquecer o Ginobili apesar da idade ainda continua com bom desempenho, espero que o T-Mac faça uma boa temporada. Quanto a posição 4 e 5, o Tim Duncan ainda pode fazer mais uma ou duas temporadas ´continua em boa condição prova disso foi a belíssima temporada e playoofs que ele disputou, Diaw e Spliter são Free Agent tal como o Ginobili, acredito que irão permanecer na equipa.

  2. Minha preocupação mesmo foi com a possível aposentadoria do Tim. Como não veio, foi um baita alívio. Quanto a posição 1 e 2 creio que estamos bem servidos. O Neal só precisa de mais minutos em quadra. Mesma coisa para o Joseph. Agora, o Danny Green tem que procurar buscar mais a cesta, o arremesso dele é ótimo e o desempenho defensivo também. Agora, quando a questão é infiltrar e bandejar, o nosso ala não tem sido insatisfatório. A posição 3 com o Kawhi, dispensa comentários. O moleque é o bicho. Mandou muito bem nessa temporada. Creio que a nossa deficiência é mais na dupla de garrafão, posição 4 e 5. O Tim precisa de um parceiro mais técnico, que apareça mais para o jogo, coisa que o Tiago, Bonner, Diaw não dão conta. Em aspectos defensivos até que sim. Fora isso, nossa equipe fica com rendimento baixo no momento que Timmy vai para o descanso ou está pendurado por faltas.

  1. Pingback: Draft 2013 – Os alas | Spurs Brasil

  2. Pingback: Draft 2013 – O garrafão | Spurs Brasil

  3. Pingback: Especial Draft 2013 | Destino Riverwalk

  4. Pingback: Draft 2013 – Palpites | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s