Spurs (2) vs Heat (2) – Nem todo dia é santo

93×109

Não teve santo de cabeça para baixo, reza ou torcida que desse resultado. Nesta quinta-feira (13), no dia de Santo Antônio, o San Antonio Spurs não conseguiu segurar o calor do Miami Heat e acabou derrotado em seu próprio território. Com a vitória no jogo 4 das finais da NBA, a equipe da Flórida empata a série em 2 a 2. No domingo, o jogo 5 será disputado no Texas, e será a última partida da temporada no AT&T Center.

Parker tentou, mas não deu para o Spurs (NBA/Getty Images)

Big Three

O Heat finalmente teve um grande jogo do seu principal trio. LeBron James marcou 33 pontos, Dwyane Wade anotou 32 e Chris Bosh contribuiu com 20. Quem liderou mesmo o time de Miami foi Wade. LeBron fez um grande jogo, mas nove dos seus pontos foram feitos já no fim da partida, contra o time reserva do Spurs em quadra. O ala-armador, por sua vez, fez pontos em momentos importantes e carregou seu time para a vitória. “Eu iria jogar até o tanque ficar vazio. Esse é o jeito que vai ter que ser até o fim da série”, disse The King.

Duncan foi o cestinha do Spurs (NBA/Getty Images)

Big Three?

Já os três grande jogadores do Spurs não fizeram o jogo que os torcedores no AT&T Center esperavam. Tony Parker começou com tudo, marcando 15 pontos no primeiro tempo. Mas, com uma contusão na coxa direita, o francês não conseguir manter o nível e ficou zerado na segunda metade do partida.

Tim Duncan fez um bom jogo, apesar de não ter conseguido ser dominante no ataque. Mesmo assim, foram 20 pontos para o ala-pivô. Já o argentino Manu Ginobili decepcionou. Sem conseguir marcar cestas, o ala-armador argentino só marcou seu primeiro ponto com a bola em jogo no fim do último quarto. Foram apenas quatro pontos para o camisa 20.

“No segundo tempo, acho que cansei um pouco. Mas, acima de tudo, eu estou feliz por não ter ficado pior. Esse era o objetivo, não se machucar, porque o Pop não estava muito feliz por eu querer jogar e arriscar”, explicou Parker, sobre sua lesão.

Turnovers

Você não pode dar contra-ataques para um time rápido como o Heat. Isso não é nenhuma novidade. O Spurs, no entanto, parece ter esquecido disso. Foram 19 desperdícios de bola, que geraram 23 pontos do adversário.

De três! 

A dupla Danny Green e Gary Neal continua quente da linha de três. Green anotou dez pontos, acertando três bolas do perímetro em cinco tentativas. Já Neal converteu quatro cestas em cinco tentativas. O ala-armador marcou 13 pontos.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 20 pontos e 5 rebotes

Tony Parker – 15 pontos e 9 assistências

Gary Neal – 13 pontos e 3 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos e 7 rebotes

Danny Green – 10 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Miami Heat

LeBron James – 33 pontos e 11 rebotes

Dwyane Wade – 32 pontos e 6 rebotes

Chris Bosh– 20 pontos e 13 rebotes

Ray Allen – 14 pontos

Anúncios

Sobre Juliano Medeiros

Jornalista em formação, estagiário do Caderno Jogada, do Diário do Nordeste, fã do San Antonio Spurs e apaixonado por basquete.

Publicado em 14/06/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 16 Comentários.

  1. Gabriel Lisboa

    A mudança tática do heat infelizmente causou um estrago na defesa do Spurs e deu alguns nós na cabeça do Pop. Mas tomara que nesses treinos antes do jogo 5 o Spurs consiga encontrar uma maneira de anular esse sistema com o Lebron de pivô e tentar minorar os desperdícios de bola. Ainda é preciso que Pop e Tim Duncan cheguem no Tiago e deem uma moral para ele para que ele tenha mais confiança no ataque, pois, em alguns momentos, mesmo com marcadores mais baixos, Tiago teve dificuldades para arremessar. Se não ganha na força, pelos menos na habilidade e no gancho dá para pontuar. Acho que Spurs leva em 4-2, até porque tenho o pressentimento de que a experiência e a frieza texana vai vencer a jovialidade do miami.

  2. O jogo 5 tem que ser nosso, custe o que custar, é fundamental ganhar.

    Ainda acredito no título!

    Força SPURS!!!

  3. Infelizmente JÁ ERA!

    Apostaria o dinheiro que não tenho que perdemos a final no jogo de ontem

    Além de termos devolvido o mando de quadra ao heat, deixamos suas estrelas acordarem.

    Já as nossas…. continuo esperando o ginobili estrear na temporada a favor do nosso time e não do time adversário.

    Infelizmente foi-se o boi com as cordas.

    Essa coisa de experiência é conversa fiada, time do miami é tão experiente como o nosso em playoffs e finais e mais novo, com jogadores no auge.

    Nossa unica chance era ter passad oo rodo em casa e não deixar as estrelas do heat acordarem.

    Apesar de tudo, valeu a pena a temporada.

    • G-Mod,ainda existe esperança! o jogo-chave na disputa será o 5,esse sim não pode perder de jeito nenhum.Desse modo,os Spurs chegariam com moral para ter que vencer apenas mais 1 jogo! vamos confiar na estatística de que quem ganha o jogo 3 se consagra o vencedor! haha

  4. Eu quero quebrar a cara e ficarei muito feliz se isto acontecer mais para mim já era , infelizmente .

  5. se spurs perder o 5 Anel pode colocar na conta do ginobili, o cara Não esta fazendo nada Ele é responsavel pela 2 unidade do Time. parabéns para gary Neal sempre criticado por alguns. mas esta Ajudando muito Ate Agora.

  6. Ainda acho q o Spurs tem plenas condições de vencer essa série, acho q Tiago e Manu, tem q aparcer mais para o jogo, quem sabe Diaw desde o ínicio não seria uma boa??

  7. Pessoal, sou torcedor fanático pelo Heat e notei que muitos aqui de vocês estão inseguros com o time. No blog do Miami, é a mesma coisa, todos estão apreensivos e inseguros com o próprio Heat.
    Acho que esta série 2 a 2 é justíssima, pelo que os times estão jogando.
    Acho os jogadores do Heat melhor que os jogadores do Spurs, porém o treinador do Spurs é melhor que o treinador do Heat, deixando assim, o confronto super equilibrado!
    No geral, acho que o time do Heat é do mesmo nível que o time do San Antonio.
    Torco pelo Heat, e acho que venceremos a série em 4 a 2 pois o Miami achou um esquema tático pra jogar contra o Spurs, porém, uma coisa eu digo a vocês: O time de vocês é muito forte, muito competitivo e muito completo!
    são bons no perímetro(Neel e green nas bolas de 3), bons no garrafão(o monstro chamado Duncan) e são bons nas infiltrações(parker).
    Se tudo der certo, o Lebron ainda em 2013, será: 4 MVP na temporada regular, com 2 anéis, sendo o MVP Finals 2 vezes.
    No meu ranking histórico da NBA, ficaria assim:
    1- M. Jordan
    2- Magic J.
    3- Kareem A.J.
    4- Bill R.
    5- Lebron J.
    6- W. Chamberlain
    7- L. Bird
    8- T. Duncan
    9- K. Bryant
    10- Shaq.

    • Victor,acredito que a grande incerteza das finais fica por conta do time do Heat,pois os Spurs jogam em um padrão-que eu acho uma das grandes valias da equipe não forçar algumas jogadas-,todavia o time de Miami é um ‘x’,de modo que se o Bosh,Wade e Lebron jogarem o que jogaram no jogo 4 não tem como os Spurs levarem o título,por outro lado,existe sempre a possibilidade do Lebron sentir o peso da final,como já aconteceu e de certo modo contagiar o resto do time-vale salientar,que mesmo assim ainda fico mt nervoso com o Wade em quadra hahaha-.

    • Felipe Ladislau

      qual o critério para esse ranking???

  8. Lamentável a atuação do Tiago Spliter. Manu também foi péssimo.

  9. tem que ser louco pra colocar o bronha acima do duncan haha

  1. Pingback: Tudo empatado | Destino Riverwalk

  2. Pingback: Spurs (2) vs Heat (2) – Final da NBA | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (3) @ Heat (2) – Final da NBA | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (3) @ Heat (3) – Final da NBA | Spurs Brasil

Deixe uma resposta para junior Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s