Arquivo diário: 14/06/2013

Bertans sofre lesão grave e Hanga muda de time

Dois dos prospectos mais valiosos do San Antonio Spurs movimentaram o noticiário do basquete europeu ao longo dos últimos dias. Davis Bertans, ala letão que joga pelo Partizan, rompeu o ligamento anterior cruzado do joelho direito e deve ficar um bom tempo afastado das quadras. Enquanto isso, Adam Hanga, ala-armador húngaro que vestia a camisa do Bàsquet Manresa, é o novo reforço do Caja Laboral.

Bertans sofreu contusão grave no joelho direito (Reprodução/novosti.rs)

Bertans se machucou no segundo quarto do jogo do Partizan contra o Estrela Vermelha, no qual o time do letão se sagrou campeão sérvio. O site americano Project Spurs encontrou um vídeo que mostra o momento exato da lesão:

De acordo com o jornal sérvio Blic, Bertans deve ficar afastado das quadras por cerca de seis meses. Com isso, ele vai desfalcar a seleção da Letônia, que tem pela frente a disputa do Eurobasket neste ano. O torneio será disputado na Eslovênia entre 4 e 22 de setembro.

Bertans foi selecionado pelo Indiana Pacers na 42ª escolha do Draft de 2011 e, em seguida, trocado para o Spurs na transação que enviou George Hill para Indianápolis. Na última temporada, o ala apresentou médias de 12,2 pontos (49% FG, 40% 3 PT, 78% FT) e 3,2 rebotes em 24,4 minutos por exibição no Campeonato Sérvio e 6,6 pontos (38,5% FG, 47,1% 3 PT, 62,5% FT) e 2,3 rebotes em 20 minutos por partida na Euroliga.

Hanga, por sua vez, acertou contrato de quatro anos com o Caja Laboral segundo o site espanhol Kiromania. Com isso, o húngaro deixa a equipe que ficou na lanterna da Liga ACB, o Campeonato Espanhol de basquete, e foi rebaixada para assinar com o time que terminou a temporada regular na segunda posição e foi eliminado nas quartas de final pelo Gran Canaria.

Na temporada, Hanga, selecionado pelo Spurs na 59ª escolha do Draft de 2011, teve médias de 11,7 pontos (42% FG, 36,1% 3 PT, 69,8% FT) e 4,6 rebotes em 26 minutos por exibição. O ala-armador, que chama a atenção por seu atleticismo, agora vai atuar na equipe que já teve Tiago Splitter e Fabrício Oberto em suas fileiras e que acaba de renovar com Andrés Nocioni, que recentemente chegou a entrar na mira do Spurs.

Anúncios

Spurs (2) vs Heat (2) – Nem todo dia é santo

93×109

Não teve santo de cabeça para baixo, reza ou torcida que desse resultado. Nesta quinta-feira (13), no dia de Santo Antônio, o San Antonio Spurs não conseguiu segurar o calor do Miami Heat e acabou derrotado em seu próprio território. Com a vitória no jogo 4 das finais da NBA, a equipe da Flórida empata a série em 2 a 2. No domingo, o jogo 5 será disputado no Texas, e será a última partida da temporada no AT&T Center.

Parker tentou, mas não deu para o Spurs (NBA/Getty Images)

Big Three

O Heat finalmente teve um grande jogo do seu principal trio. LeBron James marcou 33 pontos, Dwyane Wade anotou 32 e Chris Bosh contribuiu com 20. Quem liderou mesmo o time de Miami foi Wade. LeBron fez um grande jogo, mas nove dos seus pontos foram feitos já no fim da partida, contra o time reserva do Spurs em quadra. O ala-armador, por sua vez, fez pontos em momentos importantes e carregou seu time para a vitória. “Eu iria jogar até o tanque ficar vazio. Esse é o jeito que vai ter que ser até o fim da série”, disse The King.

Duncan foi o cestinha do Spurs (NBA/Getty Images)

Big Three?

Já os três grande jogadores do Spurs não fizeram o jogo que os torcedores no AT&T Center esperavam. Tony Parker começou com tudo, marcando 15 pontos no primeiro tempo. Mas, com uma contusão na coxa direita, o francês não conseguir manter o nível e ficou zerado na segunda metade do partida.

Tim Duncan fez um bom jogo, apesar de não ter conseguido ser dominante no ataque. Mesmo assim, foram 20 pontos para o ala-pivô. Já o argentino Manu Ginobili decepcionou. Sem conseguir marcar cestas, o ala-armador argentino só marcou seu primeiro ponto com a bola em jogo no fim do último quarto. Foram apenas quatro pontos para o camisa 20.

“No segundo tempo, acho que cansei um pouco. Mas, acima de tudo, eu estou feliz por não ter ficado pior. Esse era o objetivo, não se machucar, porque o Pop não estava muito feliz por eu querer jogar e arriscar”, explicou Parker, sobre sua lesão.

Turnovers

Você não pode dar contra-ataques para um time rápido como o Heat. Isso não é nenhuma novidade. O Spurs, no entanto, parece ter esquecido disso. Foram 19 desperdícios de bola, que geraram 23 pontos do adversário.

De três! 

A dupla Danny Green e Gary Neal continua quente da linha de três. Green anotou dez pontos, acertando três bolas do perímetro em cinco tentativas. Já Neal converteu quatro cestas em cinco tentativas. O ala-armador marcou 13 pontos.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 20 pontos e 5 rebotes

Tony Parker – 15 pontos e 9 assistências

Gary Neal – 13 pontos e 3 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos e 7 rebotes

Danny Green – 10 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Miami Heat

LeBron James – 33 pontos e 11 rebotes

Dwyane Wade – 32 pontos e 6 rebotes

Chris Bosh– 20 pontos e 13 rebotes

Ray Allen – 14 pontos