Spurs (3) vs Grizzlies (0) – Só falta uma!

104×93

O San Antonio Spurs venceu na prorrogação mais um jogo em que chegou a estar perdendo por 18 pontos de. No Tennessee, o time texano superou o Memphis Grizzlies e abriu 3 a 0 na série, válida pela final da Conferência Oeste. Agora, o próximo jogo acontece na segunda-feira, ainda na casa dos rivais. Em caso de vitória, a franquia texana fecha o confronto com mais uma varrida no ano e parte para sua quinta final da NBA.

Esse jogo é do Spurs, na marra (NBAE/Getty Images)

Trio 

O Spurs conseguiu uma vitória que relembrou os velhos tempos. Nos últimos anos, para o time texano vencer, pelo menos um dos jogadores do Big Three, formado por Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan, teria de atuar bem. No caso da partida em questão, todos os três tiveram atuações sólidas. O armador, o ala-armador e o ala-pivô combinaram para 69 pontos. O francês foi o cestinha com 26 pontos, enquanto o camisa #21 fez 24 e o argentino 19.

Parker se destacou novamente pelo Spurs (NBA/Getty Images)

Virada

O Spurs conseguiu se recuperar mesmo depois de um péssimo começo de jogo. Ao fim do primeiro quarto, o placar já estava de 29 a 13 para os donos da casa. O time texano acertou apenas quatro arremessos, errando os outros 15 que tentou. Já no segundo período, tudo mudou. Convertendo 11 de seus 17 tiros de quadra, a equipe comandada por Gregg Popovich foi para os vestiários perdendo por apenas 44 a 40 – ou seja, no lucro!

Time de chegada

O Spurs só assumiu o liderança no placar pela primeira vez no começo do quarto período. O time mais uma vez soube mostrar qualidade no fechamento dos jogos. Apesar de ter tido a chance de vencer ainda no tempo normal, na prorrogação, a equipe texana foi muito superior.

Estatística

O Spurs tem agora a chance de varrer o Grizzlies e voltar para às finais da NBA pela primeira vez desde 2007. Foram 107 vezes na história da liga americana de basquete que um time abriu 3 a 0, e em nenhuma delas houve uma virada.

Bom trabalho 

Zach Randolph anotou 14 pontos e 15 rebotes, e Marc Gasol 16 pontos e 14 rebotes. Apesar dos números parecerem altos, o garrafão do Spurs tem feito uma boa marcação nos dois. Sempre mudando de marcador, Tim Duncan, Tiago Splitter, Boris Diaw… e até Matt Bonner tem se esforçado para limitar a produção da dupla.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 26 pontos e 5 assistências

Tim Duncan – 24 pontos e 10 rebotes

Manu Ginobili – 19 pontos e 7 rebotes

Tiago Splitter – 11 pontos e 6 rebotes

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 20 pontos e 4 assistências

Marc Gasol – 16 pontos e 14 rebotes

Quincy Pondexter – 15 pontos

Zach Randolph – 14 pontos e 15 rebotes

Sobre Juliano Medeiros

Jornalista em formação, estagiário do Caderno Jogada, do Diário do Nordeste, fã do San Antonio Spurs e apaixonado por basquete.

Publicado em 26/05/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Thiaguinho

    #BIGthree

  2. Juliano, não seria 3×0?

  3. danilovboas

    O começo do jogo foi tão bizarro que Tony Allen acertou bandejas difíceis e Prince acertou bola de 3 pontos.

  4. Felipe Ladislau

    depois de um começo assustar nos recuperamos muito bem. E o Pop é o cara, tirou os titulares na metade do primeiro quarto,o que de alguma forma deu resultado. Destaque para o Tiago que apareceu nos momentos importantes, e o que jogou o trio hein? tudo bem que o Parker está comendo a bola, mas o DUNCAN merece muito ser campeão essa temporada. Monstruosidade o que ele está jogando com a idade que tem, a cada temporada consegue evoluir de alguma forma, aumentando seus números de 2010 pra cá claro.

  5. começo de jogo bem ”voce é grande mas não é dois” dos meninos de menphis . mas denovo o spurs usou maxima sobre a divisão que acontece em playoffs , nossa , o primeiro quarto não tinha o spurs em quadra ,tava todo mundo só acordando da viagem , quando começou o jogo , houve uma intimidação por parte do grizzlers e , logo nós vimos o que aconteceu . popp decifrou o enigma simples , acabou a linha pra eles , vi um dos melhores jogos de basquete e da franquia do spurs . eu já achava que duncan merecia o titulo nessa temporada , depois desse jogo , o peito enche de expectativa positiva , até aqui , nada se mostrou mais constante que ele dentro dos garrafões . ps : ele só evolui , não para um jogo , impressionante . quem diz que ele tem essa idade né , felipe ? sempre chocante a atuaçao . eu ainda não me recuperei desse jogo … jogaço que eu não vejo a hora de cair na net .

  1. Pingback: Com um pé na grande final | Destino Riverwalk

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s