Arquivo diário: 23/05/2013

Duncan e Parker são indicados para seleções da NBA

News by Koba

Tim Duncan e Tony Parker, astros do San Antonio Spurs, foram escolhidos para comporem as equipes ideais da NBA. Nesta quinta-feira (23), o camisa 21 foi selecionado para o primeiro time dos melhores da NBA, juntamente com LeBron James, Kevin Durant, Kobe Bryant e Chris Paul. O armador, por sua vez, foi escolhido para o segundo time, ao lado de Carmelo Anthony, Blake Griffin, Marc Gasol e Russel Westbrook. O terceiro time, sem jogadores da franquia texana, teve David Lee, Paul George, Dwight Howard, Dwyane Wade e James Harden.

Eis a dupla de mitos (Reprodução/nba.com/Spurs)

A seleção é feita por 119 escritores e comentaristas do esporte dos Estados Unidos e do Canadá. Cada um deles elenca três times, sendo que os componentes do primeiro recebem cinco pontos, os do segundo três e os da terceira lista escolhido apenas um. A composição das equipes leva em consideração a posição do jogador, sendo que cada quinteto é composto por dois armadores, dois alas e um pivô.

Duncan totalizou 392 e Parker, 273. LeBron James foi o que mais acumulou pontos, sendo 595 no total – ou seja, foi citado por todos os eleitores para compor o primeiro time.

Esta é a sétima vez que dois jogadores do Spurs são selecionados na mesma temporada – a última vez também teve Parker e Duncan, em 2008/2009. Esta também é a 38ª vez que ao menos um representante do time texano faz parte da seleção (sendo 19 para o primeiro time, dez para o segundo e nove para o terceiro).

Esta é a 14ª vez que Duncan recebe a homenagem, sendo a 10ª para o primeiro time, ficando atrás apenas de Kobe Bryant (15 seleções, sendo 11 para o primeiro), Kareem Abdul-Jabbar (15 seleções, sendo dez para o primeiro) e Karl Malone (14 seleções, sendo 11 para o primeiro). Kareem conseguiu essa façanha no auge dos seus 38 anos de idade – ou seja, um ano mais velho do que o ala-pivô do Spurs. Vale lembrar que o camisa #21 também foi escolhido para os times defensivos da NBA.

Anúncios

Coach K renova e mantém Pop fora da seleção americana

Ao fim das Olimpíadas de Londres-2012, Mike Krzyzewski, técnico da seleção americana masculina de basquete que deixou a competição com a medalha de ouro, chegou a dizer que deixaria o comando da equipe nacional. Com isso, Gregg Popovich, treinador do San Antonio Spurs, se tornou candidato ao cargo. No entanto, nesta quinta-feira (23), a federação americana confirmou que renovou com o Coach K para até o fim dos Jogos do Rio, em 2016.

Pop segue sem treinar seleções (Doug Pensinger/Getty Images)

Mike Krzyzewski está no comando do Dream Team desde 2006, e, no período, sagrou-se bicampeão olímpico e campeão mundial com a seleção.

Com isso, Pop se mantém afastado das equipes nacionais. Vale lembrar que, no início da temporada, o treinador do Spurs recusou uma proposta para assumir a seleção russa.

Parker passará por exames na panturrilha esquerda

Segundo reportagem do site americano Project Spurs, Tony Parker não tem atuado 100% nos playoffs. O armador francês, que tem médias de 21,6 pontos e 7,5 assistências em 36,3 minutos por exibição na pós-temporada, passará por um exame de ressonância magnética nesta quinta-feira (23) na panturrilha esquerda para detectar uma possível lesão no local.

Parker em ação contra o Grizzlies (Ronald Martinez/Getty Images)

Parker sofreu contusão na região no jogo 3 da série contra o Golden State Warriors, que terminou com vitória do Spurs por 102 a 92. De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, o francês disse que o inchaço chegou a ficar do tamanho de uma bola de beisebol. No entanto, desde então, não foram feitos testes no local.

Agora, de acordo com Jared Greenberg, apresentador da NBA TV, o Spurs, que faz o jogo 3 da final da Conferência Oeste contra o Memphis Grizzlies apenas no sábado, decidiu aproveitar a pausa no calendário para examinar a panturrilha de Parker. O francês, inclusive, disse que o tempo sem partidas oficiais “não poderia vir em melhor hora”.

Apesar do aparente problema, Parker é um dos maiores responsáveis pela vantagem do Spurs, que abriu 2 a 0 sobre o Grizzlies após dois confrontos em San Antonio. O armador francês sustenta médias de 17,5 pontos e 13,5 assistências em 37,5 minutos por partida na série e, no Jogo 2, que terminou em vitória do time texano por 93 a 89, o camisa #9 anotou 18 passes para cesta, estabelecendo um novo recorde em sua carreira.