Enterra, Kawhi!

Com médias de 12 pontos (57,1% FG, 20% 3 PT, 100% FT) e 7,3 rebotes em 34,1 minutos por partida, Kawhi Leonard é, com exceção do Big Three, o principal cestinha do San Antonio Spurs na série contra o Los Angeles Lakers, válida pela primeira rodada dos playoffs de 2013. Cada vez mais, o ala vai se desgarrando dos coadjuvantes do elenco e chegando mais perto dos astros Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan. E, ao longo do confronto com a franquia angelina, o segundanista deu mais um passo para isso ao ser o protagonista de uma jogada desenhada por Gregg Popovich.

Atleticismo é um dos pontos fortes de Leonard (Reprodução/spurs.com)

Na reta final da temporada regular, quando Cory Joseph foi promovido do Austin Toros por conta das contusões de Manu e, principalmente, de Parker, Pop afirmou que, durante sua passagem pela D-League, o armador canadense havia aprendido 70% do sistema tático ofensivo do Spurs – restava apenas ensinar ao garoto as jogadas elaboradas especificamente para serem concluídas pelo Big Three. Ou seja: só os três astros do time texano tinham jogadas desenhadas para eles. Mas isso mudou ao longo da série contra o Lakers.

No jogo 2 da série, que terminou com vitória do Spurs por 102 a 91, foi executada uma jogada para Leonard finalizar. Logo após tempo técnico no segundo quarto, Pop, vendo seu time na frente por um ponto, resolveu desenhar uma ponte aérea com passe de Parker para o ala segundanista, que funcionou perfeitamente e levantou a torcida no AT&T Center. Vamos, a seguir, ao passo a passo do lance.

A jogada começa com Parker conduzindo a bola para a quadra de ataque e tocando para Gary Neal, que está posicionado em uma das alas. Após o passe, o armador francês se movimenta em direção à zona morta oposta.

Tática 1

Na sequência, como o Spurs tem só um pivô no quinteto utilizado, é Danny Green quem faz o corta luz para Neal se movimentar em direção ao centro da quadra. Enquanto isso, Leonard sai da zona morta em que Parker agora está e se desloca em direção à cabeça do garrafão.

Tática 2

Leonard então recebe a bola de Neal e a toca rapidamente para Parker.

Tática 3

Na sequência, Duncan estabelece um corta-luz para que Leonard tenha caminho aberto em direção à cesta. O ala então faz o corte sem a bola e recebe o passe de ponte aérea de Parker. Enquanto isso, Neal e Green, os dois principais arremessadores de longa distância do Spurs, trocam de posição no perímetro para chamar a atenção da defesa.

Tática 4

O resultado você pode conferir no vídeo abaixo.

É bem verdade que foi um lance pontual, elaborado em um tempo técnico, e que poderíamos passar resto dos playoffs sem ver algo semelhante. No entanto, na sexta-feira (26), no jogo 3, que terminou em vitória do Spurs por 120 a 89 sobre o Lakers, uma variação foi testada em uma reposição de bola, mas Leonard não conseguiu completá-la. Além disso, recentemente o time texano teve entre suas fileiras Richard Jeffeson, outro ala atlético, e a jogada fazia parte do livro ofensivo da equipe. Relembre:

Mais que uma nova jogada, que termina em um arremesso de alto aproveitamento, o Spurs tem muito a ganhar com o lance. Leonard passa a ser protagonista de uma movimentação ofensiva desenhada por Pop, o que pode dar ainda mais confiança ao segundanista. Veremos se o papel de ala continuará crescendo nos playoffs.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 27/04/2013, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. O Leonard na jogada ficou bem melhor que o Jefferson!!

  2. viniciusnordiesperanca

    Muito legal essa análise! Parabéns Pastore!
    Acho importante pro menino Mito Kawhi ter jogadas feitas especialmente para ele, e esse é um tipo de jogada que aumenta o astral da torcida, time e ainda intimida o time adversário. Muito inteligente o Pop usando essa jogada, ainda mais com o Kawhi que é rápido e forte, e todo mundo gosta dele.

  3. Ótima análise, ia comentar que R Jefferson tinha uma jogada semelhante com o Parker, mas vc não deixou passar. hehehehehe. Lembrei do RJ quando vi a jogada do Leonard ao vivo.

  4. Bela análise.
    Ontem teve uma jogada parecida em q o Green passou pro mito Duncan enterrar.

    Adoro o baskete coletivo e a frieza do Spurs, mas as x sinto falta de jogadas de impacto. E isso vem mudando com a participação mais constante do Kawhi nas jogadas do time.

  1. Pingback: Spurs (3) @ Lakers (0) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s