Spurs (2) vs (0) Lakers – Que venha a Califórnia!

102×91

O San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Lakers por 102 a 91 na noite desta quinta-feira (25) e ampliou para 2 a 0 sua vantagem na série melhor de sete jogos válida pela primeira rodada da pós-temporada da NBA. Ainda sem o recém-contratado Tracy McGrady, a franquia texana dominou o duelo do começo ao fim e, assim como no primeiro confronto entre as equipes, não encontrou muitas dificuldades. Vamos ao que de melhor aconteceu na partida.

Leonard foi eficiente (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

O erro crucial

Steve Nash e Steve Blake formaram a dupla de armação do Lakers, com ênfase nas bolas de longa distância e transição de quadra bastante rápida. Mike D’Antoni apostou nisso para vencer o Spurs e se deu mal. Forçando boa parte do jogo no perímetro, o Lakers acabou quase se esquecendo de acionar os pivôs Dwight Howard e Pau Gasol nos momentos de maior necessidade. Tirando o jogo do garrafão, o técnico rival facilitou e muito a tarefa do Spurs, que vê no setor seu maior problema para os duelos desta série.

Parker, pesadelo de Steve Nash (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Quarteto afiado

Foram quatro os melhores atletas do Spurs em quadra. Vamos a cada um deles de uma vez. Na base da velocidade e na supremacia diante de Nash, Tony Parker ditou o ritmo durante todo o jogo. Incisivo, foi bem na hora de agredir e acabou sendo a principal arma ofensiva do time. Ótimo na defesa, como tem sido comum, Kawhi Leonard teve atuação acima do esperado no ataque. Errou, como também é praxe, pouquíssimos arremessos e colaborou com valiosos e precisos tiros de longe. Muito a vontade, vai mostrando que está cada vez mais maduro para assumir papel crucial na equipe. Se o garrafão é o setor mais perigoso do Lakers, Tim Duncan foi preciso na marcação. Mesmo sem muita inspiração nos arremessos – principalmente no primeiro tempo –, o veterano foi fundamental no combate às (poucas) investidas do Lakers por meio de Gasol e Howard. Por fim, Manu Ginobili parece cada vez mais próximo da velha forma. Como é usual em playoffs, o argentino foi o principal desafogo em momentos difíceis com bolas praticamente espíritas. Essencial para o triunfo.

Spurs cirúrgico

Colaborou – e muito – para a vitória o ótimo aproveitamento do Spurs nos arremessos de quadra. Com mais de 50% dos tiros caindo, foi mais tranquila a transição entre defesa e ataque, frustrando os planos do Lakers de utilizar a velocidade de sua dupla de armação para surpreender no contra-ataque. Isso mesmo com o péssimo desempenho de Danny Green no quesito, além de Parker e Duncan, que começaram a partida com a pontaria não muito afiada e depois tiraram o atraso com muito louvor.

Olhos abertos

A vitória foi boa e, como esperado, a série sai do Texas com o Spurs à frente no placar. Mas nem tudo pode ser festa. Diante de um adversário com a tradição do Los Angeles Lakers é sempre necessário ficar bastante atento. Agora na Califórnia, o adversário terá a seu favor sua fanática torcida e poderá fazer com que erros recorrentes dos texanos sejam mais explorados. Olhos abertos na atuação do brasileiro Tiago Splitter, ainda rendendo muito abaixo do que vinha fazendo na temporada regular por conta do duelo pessoal com Dwight Howard e Pau Gasol. O pivô ainda saiu de quadra hoje com muitos erros de ataque, o que pode comprometer o desempenho da franquia. Não por acaso que Matt Bonner desfilou seu talento por mais tempo que o brasileiro, sendo peça importante nos tiros de longa distância. A questão de Splitter ainda passa por seus reservas, já que o Red Mamba é inconstante e DeJuan Blair é simplesmente descartável, sem transmitir a mínima confiança. O bom Danny Green, que costuma ter ótima pontaria, também precisa melhorar, principalmente quando levamos em conta o fato de que o perímetro adversário está desfalcado de seu principal pontuador.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 28 pontos, 7 assistências e 4 rebotes

Kawhi Leonard – 16 pontos (8-12 FG) e 7 rebotes

Tim Duncan – 16 pontos, 5 rebotes e 2 tocos

Manu Ginobili – 13 pontos, 7 assistências e 5 rebotes em 19 minutos

Los Angeles Lakers

Dwight Howard – 16 pontos e 9 rebotes

Steve Blake- 16 pontos e 6 rebotes

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 25/04/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Daniel Cotrim

    Tem que ser destacado o trabalho sujo realizado por Matt Bonner (um cara que eu – e muitos – criticam demais)… Na marcação ao Howard, o Red Rocket fez milagres! Achei bacana o destaque que o Hang Time da NBA fez a ele!

  2. Pelo lado positivo, parece que estou vendo um Dejavu. O incompetente do D’Antoni forçando o jogo na base da velocidade. Será que ele não cansou de apanhar do Spurs desse jeito?
    Pelo lado negativo, parece que estou tendo um Dejavu (de novo!). O aproveitamento do Tiago e do Green despencando igual ano passado. Ao menos o Splitter tá enfrentando uma das melhores duplas de garrafão da NBA, que subiu muitíssimo de produção de um mês pra cá. Mas e o Green? No dia em que as bolas do Manu não caírem, será que vai dar pra contar com ele?

  3. Alison filipe dezzotti

    concordo plenamente..igual ao do ano passado! green e tiago sumidos! e como sempre manu subindo de produção nos playoffs! parece que ele joga a temporada regular brincando!haha. go spurs#

  4. Pelo que tenho observado o Green e Splitter são perfecionistas, e nos playoffs não arriscam jogadas enqto não tem certeza que irão dar certo! por outro lado, um Parker, Leonard, Neal, Manu…simplesmente arriscam e pronto! 0,01 segundos depois eles já esqueceram que erraram. O Parker neste jogo arriscou, forçou entradas ao extremo, mas nos salvou!! assim são as coisas…kkkk. Acho que o Splitter não está sumido, só não está fazendo pontos. Ele está fazendo um trabalho essencial PRA EQUIPE no garrafão, corta-luz, segurando o superman, abrindo caminho pros outros etc…só assim os citados acima tem condições de fazer tantas cestas! Mas acho que o Splitter poderia arriscar mais na parte ofensiva!

    • Então, eu fui um pouco injusto com o Tiago e talvez com o Green nesse primeiro comentário eu acho.
      O Tiago está com médias menores mesmo, mas depois de rever vários minutos dos dois jogos, percebi que a atuação dele em contestar o Howard e às vezes o Gasol está sendo ótima. Durante a temporada ele se encarregava do Gasol, mas nos offs está marcando principalmente o Howard, então isso deve ser levado em consideração também. Todos sabemos que ele sofre pra marcar pivôs físicos. A boa notícia é que se ele marca bem o Howard, pode marcar praticamente qualquer outro pivô da NBA. O próprio Tiago disse que o Howard realmente tem pontuado bem, mas que nossa defesa tem forçado eles a muitos erros, o que é sinônimo de uma ótima defesa. E sua atuação ofensiva tem sido ao menos satisfatória, participando bem nos picks e com bons passes. Só acho que ele deveria partir pra cima mais vezes, acho que ele está um pouco com medo de atacar a cesta em cima do Howard… garanto que uma enterrada na cabeça do Superman ia dar uma boa confiança pra ele, haha.

      Quanto ao Green, às vezes ele está sobrando com a responsabilidade de fazer o papel do Jack, principalmente quando ele divide a quadra com o Manu e o Kawhi está no banco. Ele continua fazendo um bom trabalho na defesa, mas seu papel no ataque diminuiu.

      Eles estão ajudando silenciosamente, à maneira do Spurs.

  1. Pingback: San Antonio Spurs @ Los Angeles Lakers – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

  2. Pingback: Enterra, Kawhi! | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (3) @ Lakers (0) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.