Arquivo diário: 24/04/2013

Blair chega a acordo e resolve dívida com joalheria

De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, DeJuan Blair já entrou em um acordo com a joalheria que o havia processado. O incidente, que veio à tona no início de abril, aconteceu após o ala-pivô comprar itens a crédito e, na pior das hipóteses, podia até mesmo acabar na prisão do camisa #45 do San Antonio Spurs.

Blair em ação nos playoffs (Larry W. Smith/EPA)

Alex Nava, advogado de Blair, e Elliott Cappuccio, representante da joalheria, confirmaram que a situação foi resolvida. O ala-pivô, que havia comentado o caso publicamente, era esperado para prestar depoimento no último dia 17, data em que as partes chegaram a um acordo.

Blair, que será agente livre no verão americano, apresentou médias de 5,4 pontos e 3,8 rebotes em 14 minutos por exibição ao longo da temporada regular. No primeiro jogo dos playoffs, que terminou em vitória do Spurs contra o Los Angeles Lakers, o atleta deixou a quadra com uma assistência após três minutos em quadra.

Duncan fica em sexto entre os melhores defensores

O impacto que Tim Duncan causou ao longo do campeonato com rebotes e tocos não foi suficiente para que o jogador do San Antonio Spurs fosse premiado. Nesta quarta-feira (24), a NBA divulgou os resultados para a eleição do melhor jogador defensivo da temporada, e o ala-pivô acabou ficando na sexta colocação, com 94 pontos. Marc Gasol foi o vencedor.

Toco do Duncan! (Kin Man Hui/San Antonio Express-News)

Cada eleitor com direito ao voto podia elencar três jogadores, na ordem de sua preferência: o primeiro lugar garantia cinco pontos, o segundo três e o terceiro um. Duncan foi lembrado 11 vezes na primeira colocação, 11 na segunda e seis na terceira.

Ficaram na frente de Duncan Marc Gasol (Memphis Grizzlies), com 212 pontos; LeBron James (Miami Heat), com 149; Serge Ibaka (Oklahoma City Thunder), com 122; Joakim Noah (Chicago Bulls), com 107; e Tony Allen (Memphis Grizzlies), com 102.

Ao longo da temporada, Duncan apresentou médias de 17,8 pontos, 9,9 rebotes e 2,6 tocos em 30,1 minutos por exibição.

Com isso, Duncan se junta à lista de representantes do Spurs com votos nas eleições para os prêmios da temporada. Manu Ginobili ficou em oitavo entre os melhores reservas, Kawhi Leonard terminou em 15º entre os jogadores que mais evoluíram e Gregg Popovich foi lembrado na escolha do melhor treinador.

Spurs (1) vs (0) Lakers – Primeira rodada dos playoffs

San Antonio Spurs vs Los Angeles Lakers – Primeira rodada dos playoffs

Data: 24/04/2013

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,17 (favorito) vs Lakers 5,00

O San Antonio Spurs volta a entrar em quadra para enfrentar o Los Angeles Lakers pela primeira rodada dos playoffs da NBA. A equipe texana, que venceu bem a primeira partida, tem a chance de fechar apenas com triunfos sua primeira passagem pelo AT&T Center durante a série de jogos contra os californianos. Sem desfalques, o técnico Gregg Popovich deverá ir à quadra com a mesma formação da partida anterior, apostando na vinda de um recuperado Manu Ginobili do banco. Ainda segue como dúvida a participação do ala-armador Tracy McGrady, recém-contratado pelo alvinegro, na partida diante dos angelinos. Sem atuar no primeiro duelo, o atleta segue aprimorando as condições físicas e não foi confirmado por Pop, que fala em uma presença “lenta e gradual, visando a melhor forma física”, de acordo com informações do site americano Spurs Nation.

Série nos playoffs (1-0)

21/04/2013 – Spurs 91 vs 79 Lakers

Fazendo valer o mando de quadra, o Spurs recebeu o Lakers e não teve trabalho para despachar o desfalcado rival. Diferente do que se viu na temporada regular, Manu Ginobili voltou a ser decisivo com atuação ofensiva praticamente impecável. Seus 18 pontos, combinados com mais 18 de Tony Parker e 17 de Tim Duncan foram cruciais para a equipe texana entrar na série com o pé direito.

PG – Tony Parker

SG  Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho – Sem a presença de Kobe Bryant, o Lakers aposta no garrafão para poder sonhar com o triunfo. Para frear os desejos do adversário, o Spurs conta com Tim Duncan em excelente forma física e sendo um dos melhores defensores de setor da liga. Está nele a chave para que o time texano tenha caminho tranquilo na partida.

PG – Steve Nash

SG – Steve Blake

SF – Metta World Peace

PF – Pau Gasol

C – Dwight Howard

Fique de Olho – Em sua melhor fase na NBA, o pivô Dwight Howard foi peça-chave em um Orlando Magic que chegou à final sem grandes nomes, mas com ótimos chutadores. O atleta terá de se esforçar nos rebotes e na defesa, para abrir espaço diante do ótimo garrafão do Spurs. Passa por ele diretamente o sonho do Lakers de seguir vivo nos playoffs.

Austin Toros e os Playoffs

Grande quarta-feira (25) para o pessoal que acompanha o Spurs Brasil. É com muita tristeza que venho anunciar a saída do nosso querido Austin Toros das finais da D-League. Em dois jogos contra o Santa Cruz Warriors, o time texano saiu derrotado, acabando com o sonho do bicampeonato. A decisão será entre Rio Grande Valley Vipers e Santa Cruz Warrios.

Valeu pela temporada Toros! GO TOROS! (sportslogo.net)

Santa Cruz Warriors – 106 @ 101 – Austin Toros – 17/04/2013

O Toros até que tentou e saiu ganhando o primeiro quarto por três pontos de diferença, mas não aguentou o poderio ofensivo do Warriors e tomou uma varrida no segundo e no terceiro períodos, sofrendo 58 pontos e fazendo somente 45. Com essa diferença em mãos na parcial final, a equipe da Califórnia só administrou e saiu vitoriosa, mesmo longe de seus domínios.

Destaques:

Austin Toros

– Lester Hudson: 25 pontos e 7 rebotes

– Jamarr Sanders: 17 pontos

– Jamychal Green: 11 pontos e 16 rebotes

Santa Cruz Warriors

– Stefhon Hannah: 19 pontos e 6 assistências

– Jeremy Tyler: 17 pontos e 6 assistências

– Travis Leslie: 16 pontos e 6 assistências

– Scott Machado: 5 pontos, 3 rebotes e 2 roubadas de bola em 8 minutos *

* Coloquei aí porque é um jogador brasileiro, e não por se destacar

Austin Toros – 97 @ 103 Santa Cruz Warriors – 19/04/2013

O Toros até que tentou e saiu na frente, ganhando o primeiro período por dez pontos de diferença, mas viu essa vantagem sendo diluída pelos dois quartos seguintes, até que perdeu a liderança do jogo no final da parcial final e saiu derrotado, sendo assim eliminado.

Destaques:

Austin Toros

– Tre Kelley: 24 pontos e 5 assistências

– Lester Hudson: 20 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

Santa Cruz Warriors

– Jeremy Tyler: 22 pontos e 9 rebotes

– Darington Hobson: 14 pontos, 8 assistências e 8 rebotes

– Lance Goulbourne: 13 pontos e 11 rebotes

– Scott Machado: 13 pontos*

* Coloquei aí porque é um jogador brasileiro, e não por se destacar.

Análise rápida

Com uma “rapidinha”, vou terminando de escrever sobre a trajetória do Austin Toros, pelo menos até a próxima pré-temporada.

A equipe texana se manteve sempre entre os primeiros durante a temporada regular, chegando a vencer cinco jogos seguidos. Porém, após a saída do nosso querido Cory Joseph, o time perdeu um pouco daquele entrosamento, o que culminou em algumas derrotas em jogos mais do que ganháveis. Por mais que Lester Hudson e Tre Kelley tenham vindo e ajudado muito a equipe, eles chegaram no fim da temporada, o que é ruim para qualquer time.

Por outro lado, é importante ressaltar também que a equipe tem dois bons reboteiros: JaMychal Green e Rick Jackson.

Abaixo, deixarei as estatísticas dos jogadores, como médias de pontos, rebotes e assistências:

Estatísticas dos jogadores do Toros  (nba.com)

Estatísticas dos jogadores do Toros (nba.com)

Legenda:

G: Jogos que participou

GS: Jogos que iniciou no time titular

MPG: Minutos por jogo (em média)

FG%: Porcentagem de acertos de arremessos de quadra (arremessos para 2 e 3 pontos)

3P%: Porcentagem de acertos de arremessos de 3

FT%: Porcentagem de acertos de lances livres

OFF: Média de rebotes ofensivos por jogo

DEF: Média de rebotes defensivos por jogo

TOT: Média do total de rebotes por jogo

APG: Média de assistências por jogo

SPG: Média de roubadas de bola por jogo

BPG: Média de tocos por jogo

TO: Média de perdas de bola por jogo

PF: Média de faltas feitas por jogo

PPG: Média de pontos por jogo

Vale lembrar também que o Toros é, acima de tudo, um time de desenvolvimento de jogadores, e o fez muito bem ao longo da temporada com três jogadores do San Antonio Spurs: Nando De Colo, Cory Joseph e Aron Baynes.

Bom, é isso pessoal. É com tristeza que termino os posts sobre o Toros. Tomara que vocês tenham gostado e espero que, assim que voltarem os jogos da equipe, possa estar de novo aqui com vocês, compartilhando essas informações.

Um abraço!

GO TOROS!