Arquivo diário: 16/04/2013

Spurs contrata Tracy McGrady

Nesta terça-feira (16), o San Antonio Spurs anunciou, por meio de seu site oficial, a contratação do ala-armador Tracy McGrady. A informação havia sido antecipada por Adrian Wojnarowski, setorista de NBA do Yahoo! Sports e da NBC Sports Network. O ala-armador, que ficará na franquia texana até o fim dos playoffs, não atua na liga americana desde os playoffs de 2012, quando defendeu o Atlanta Hawks, e vinha atuando pelo Qingdao Eagles, da China.

T-Mac vinha atuando na China (Cui Meng/chinadaily.com.cn)

Ao longo da temporada, T-Mac disputou 29 jogos pelo Eagles e apresentou médias de 25 pontos (49,6% FG, 33,3% 3 PT, 72,2% FT), 7,2 rebotes e 5,1 assistências em 31,6 minutos por exibição. Nos playoffs do ano passado, o ala-armador entrou em quadra em seis oportunidades com a camisa do Hawks e anotou 4,2 pontos (38,5% FG, 0% 3 PT, 83,3% FT), 2,8 rebotes e uma assistência em 15 minutos por partida.

T-Mac, que era um sonho antigo da diretoria do Spurs, chega para ocupar o lugar no plantel que ficou vago depois da dispensa de Stephen Jackson. Pelas regras da NBA, nenhum jogador que estava em uma franquia da NBA até o dia 1º de março não poderia disputar os playoffs por outra equipe. Como vinha atuando na China, o ala-armador estará disponível para o técnico Gregg Popovich durante a pós-temporada.

Em sua passagem pela NBA, T-Mac, que usará a camisa #1 no Spurs, ficou marcado principalmente por sua passagem pelo Houston Rockets. Curiosamente, o rival texano poderá ser o adversário do alvinegro na primeira rodada dos playoffs.

* Atualizado às 18h03

Anúncios

Spurs (58-23) @ Warriors (46-35) – Derrota dos reservas

106×116http://i884.photobucket.com/albums/ac50/glaglauber/Logos%20NBA/LosAngelesLakers.jpg

A má fase do San Antonio Spurs continua, mesmo restando apenas uma partida para os playoffs. Com cinco desfalques – Tim Duncan, Tony Parker, Kawhi Leonard, poupados, e Manu Ginobili e Boris Diaw, machucados -, o time texano perdeu para o Golden State Warriors, que também tinha problemas: estava sem o pivô Andrew Bogut. A partida, que foi surpreendentemente equilibrada nos três primeiros período, acabou sendo decidida pelo último quarto arrasador da equipe da Califórnia, liderada por Stephen Curry, principal jogador do time, que, com as sete bolas de três pontos convertidas no jogo, está a apenas duas de passar Ray Allen como jogador que mais fez cestas de longa distância em uma mesma temporada regular. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Dá um jeito nesse time, Pop! (NBAE/Getty Images)

Dá um jeito nesse time, Pop! (NBAE/Getty Images)

Titulares não corresponderam, reservas apareceram

Com o Spurs repleto de desfalques, Tiago Splitter e Danny Green foram os únicos titulares que atuaram contra o Warriors. Entretanto, os titulares não corresponderam com as expectativas, e o pivô brasileiro teve atuação apenas de coadjuvante, com modestos oito pontos e sete rebotes. O ala-armador foi ainda pior e teve mais uma de suas péssimas noites, saindo de quadra zerado. Com os dois apagados, as ações ofensivas da equipe passaram por Gary Neal, que, apesar de não ser o mais inteligente com a bola nas mãos – cometeu cinco desperdícios de posse de bola -, foi bem nos seus arremessos, acertando 10 de 15 tentativas e terminando a partida com 25 pontos. Outro que também foi bem ofensivamente foi Patrick Mills, que terminou o jogo com 23 pontos.

Aron Baynes não foi tão bem na oportunidade recebida(NBAE/Getty Images)

Baynes não foi tão bem na chance recebida (NBAE/Getty Images)

Dominados nos rebotes

Mais uma vez, o fundamento dos rebotes foi um problema. A diferença foi gritante, com a equipe do Warriors coletando 55 ressaltos contra 45 do Spurs. Vale lembrar que nesta partida o grandalhão Aron Baynes atuou por 30 minutos e não conseguiu ser dominante neste aspecto, que é apontado como uma de suas especialidades – o pivô australiano conseguiu apenas seis. A temporada regular está praticamente terminada e o problema, que já vem de anos anteriores, persiste. Preocupa para os playoffs.

Liderança fora de cogitação

Com a equipe do Oklahoma Thunder duas vitórias à frente do Spurs e apenas um jogo restando para o fim da temporada regular, o time texano já não conseguirá mais retomar a liderança da Conferência Oeste. Se o campeonato terminasse hoje, o adversário do alvinegro nos playoffs seria o Houston Rockets, do carrasco James Harden.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Gary Neal – 25 pontos, 8 assistências e 6 rebotes

Patrick Mills – 23 pontos

DeJuan Blair – 14 pontos e 5 rebotes

Matt Bonner – 13 pontos e 4 rebotes

Golden State Warriors

Stephen Curry – 35 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

Klay Thompson – 23 pontos e 5 rebotes

David Lee – 12 pontos e 11 rebotes