Spurs (58-22) @ Lakers (44-37) – Sinal amarelo aceso

86×91https://i1.wp.com/i884.photobucket.com/albums/ac50/glaglauber/Logos%20NBA/LosAngelesLakers.jpg

As vésperas do início dos playoffs, o San Antonio Spurs vive o seu momento mais difícil na temporada. Sem conseguir apresentar um basquete consistente, o time texano foi derrotado pelo rival Los Angeles Lakers, no Staples Center, por 91 a 86, na noite de domingo (14), e praticamente deu adeus à chance de retomar a liderança da Conferência Oeste. Confira a seguir os destaques da partida.

Rebote do fotógrafo! Empatou com Matt Bonner… (Noah Graham/NBAE/Getty Images)

Só Tim Duncan salva

Em meio às pífias atuações dos companheiros, Tim Duncan foi um sopro de sobriedade no time preto e prata. Enquanto todo o Spurs acertou apenas 37% dos arremessos de quadra, Timmy se sobressaiu com 50% de aproveitamento (11-22), convertendo cestas importantes no final da partida enquanto a equipe texana ainda brigava ponto a ponto com o rival.

O veterano ala-pivô duelou boa parte da partida contra Dwight Howard no ataque, e mesmo assim não se intimidou, dando uma aula de técnica e jogo de pernas. O “vovô” Duncan também mostrou que ainda tem explosão e desferiu uma bela enterrada sobre dois defensores no quarto período.

Rebotes e defesa…

Rebotes, sempre os rebotes! (Noah Graham/NBAE/Getty Images)

Os rebotes são um eterno problema do Spurs. Raramente a equipe texana consegue levar vantagem sobre os adversários neste fundamento. E diante do Lakers não foi diferente. Dwight Howard e Pau Gasol, dupla titular de pivôs da franquia angelina, incomodaram o tempo todo na tábua, recolhendo cinco e seis rebotes ofensivos, respectivamente. Ao todo, foram 16 ressaltos de ataque capturados pelos donos da casa, contra apenas dez do alvinegro texano. No placar geral, vantagem para o time da Califórnia, 58 a 46.

Porém, o que também preocupa é o desempenho da defesa em momentos decisivos. Embora tenha mantido o rival a apenas 36,5% de aproveitamento nos arremessos, os texanos “bateram cabeça” nos minutos finais e deram espaço para arremessos livres de Antwan Jamison e Jodie Meeks na linha de três pontos. Foram cinco tiros convertidos pela dupla em um curto espaço de tempo, o que decidiu o confronto a favor dos donos da casa.

Onde está o velho Parker?

Com recentes problemas de lesões no tornozelo e no pescoço, Tony Parker ainda está distante da forma que chegou a apresentar no meio desta temporada. O francês teve dificuldades para vencer a marcação do Lakers e encontrar espaços para infiltrar no garrafão com Dwight Howard. O resultado foi um aproveitamento de 1-10 nos arremessos de quadra e apenas quatro pontos somados em 28 minutos. O mau desempenho fez com que Gregg Popovich tirasse o armador dos minutos finais, optando por acionar Cory Joseph.

Banco de reservas

Fica evidente que, com a dispensa de Stephen Jackson e as lesões de Manu Ginobili e de Boris Diaw, o Spurs perde o seu principal diferencial: a força da segunda unidade. Com opções escassas, os suplentes não conseguem manter o padrão quando o time vai bem e nem fazer a diferença quando os titulares estão mal. Mesmo diante de um banco também limitado como o do Lakers, Nando De Colo, Cory Joseph, Gary Neal, Matt Bonner e DeJuan Blair tiveram problemas quando acionados. As fracas atuações não exalam confiança para os playoffs.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 23 pontos, 10 rebotes, 4 assistências e 3 tocos

Danny Green – 16 pontos

Gary Neal – 12 pontos e 4 assistências

Tiago Splitter – 11 pontos e 10 rebotes

Los Angeles Lakers

Dwight Howard – 26 pontos e 17 rebotes

Steve Blake – 23 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Antwan Jamison – 15 pontos e 6 rebotes

Pau Gasol – 7 pontos e 16 rebotes

Anúncios

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, passou pela redação do Diário Lance!, trabalhou na Liga Nacional de Basquete e no extinto Basketeria. Se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação em 2007.

Publicado em 15/04/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Marcus abantes

    Avisei isso no começo da temporada que o time so tinha o duncan e precisaria urgente de pelo menos mais uma estrela, pq ginobili nao é o mesmo há anos e parker sempre é uma ? de até aonde ele pode chegar! Um SG urgente a anos, com times com 3,4 mvps no elenco ter só duncan é pouco uma andorinha só não faz verão!

  2. se fosse possivel spurs não ir pra os playoffs se menos sofrimento para torcida. Time caiu do cavalo, fala Serio deixar Steve Blake marca 22 pontos, vamos ganhar de ninguem.

  3. E agora podemos apanha Golden State que é muito dificil!

  4. Quanta choradeira meu! Parem de reclamar povo. Não acredito que vocês tão pensando que o time vai jogar os playoffs assim. Tá parecendo torcida de futebol. Ganha do Oklahoma, todo mundo vem babar o time. Perde do Suns, vem todo mundo xingar. Um pouco menos de emoção e um pouco mais de racionalidade, por favor.

  5. Thiago Martins

    Caso Spurs e Lakers se enfrentassem nos offs (o que não vai acontecer) dificilmente o Blake teria essa atuação em todos os jogos e o Parker jogaria tão mal; O Spurs chegará pelo menos nas semi mas ai é que a coisa fica complicada; Com o time completo o spurs teria que jogar muito pra pelo menos sonhar com taça, mas agora sem 3 jogadores importantes só um milagre pra conseguirmos o penta; Não é questão de cornetar o time. é simplesmente o fato de estarmos em uma entressafra de craques , o desafio do Buford agora é fazer uma transição menos dolorosa possível, pois vemos diversos times tradicionais que sofrem quando as estrelas se aposentam; não podemos esquecer que o Pop se aposentará em breve e que patrões do nivel do Duncan são bem dificeis de achar, por isso espero pelo menos que essa geração se despeça em um nivel bom;

  6. Gente esqueceram que a retabfinal serve pra escolher adversários. Lakers enfrentando Okc ia ser de boa pra gemte. Hockets não é problema.

  7. Desde o começo da temporada eu tenho repetido que os playoffs deste ano serão insanos. Muito mais difícil que ano passado. Se cairmos na primeira rodada não será novidade para mim. E se ganharmos a conferência também não. O fato é que há quatro jogos não temos mais chances de ter a #1 seed em contar com uma catástrofe nos playoffs, então bora descansar. Oklahoma City é uma ameaça real, está inteiro, é jovem, forte e atlético. Só dá pra ganhar deles estando bem fisicamente. Os outros times tem um ou outro problema, mas pegar o Nuggets e jogar duas partidas em Denver é osso também. Temos de economizar forças, evitar lesões e poupar atletas. Mesmo com os atletas em quadra o ritmo é visivelmente mais lento. Nosso jogador mais físico está sem backup, então é claro que o time vai se poupar ao extremo. Não há risco de cairmos pra 3º e não vamos chegar a 1º, então é hora de relaxar. Nenhuma rodada vai ser fácil, Warriors ou Rockets vão dar muito trabalho. São times que jogam na base da correria e podem ter certeza que vão forçar um jogo ainda mais rápido pra tentar alguma chance numa série de 7. Precisamos de descanso. Spurs e Thunder entraram nessa temporada com a chata tarefa de esperar toda a temporada pelos playoffs e ver quem ficaria em primeiro. Agora que já sabemos, é hora da preparação pro que realmente vale.

    • Porque você sempre diz o que eu penso?? Você é fantástico nos seus comentários!
      E eu assino em baixo de tudo o que disse!

      • na verdade o ke me preocupa é o ke o spurs está passando no momento , vejo popp se enfurecer no banco , o ke a mídia pode fazer com a cabeça dos atletas , enfim, tamem partilho dessa menção , mas o spurs caiu bastante de produtividade . espero um retorno melhor kuando se iniciarem o ”mata matadinho”desses em ke a gente fica até na duvida se é de fato o mesmo da temporada regular , srsrs .

  1. Pingback: Spurs (58-22) @ Warriors (43-37) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Prévia de Spurs x Lakers – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s