Arquivo diário: 01/04/2013

Spurs (55-19) @ Grizzlies (50-24) – Duas seguidas

90×92

Um dia após perder para o Miami Heat, com a franquia da Flórida poupando seus principais jogadores, o San Antonio Spurs sofreu mais uma derrota traumática. Na noite desta segunda-feira, o time texano visitou o Memphis Grizzlies e acabou derrotado por 92 a 90. Com isso, as duas equipes encerraram a série na temporada empatadas, com duas vitórias para cada lado – sempre quem jogou em casa triunfou. A seguir, confira os destaques do confronto.

Nem Parker salvou (Joe Murphy/NBAE/Getty)

Na última bola

Os números mostram que o Spurs é um bom time na hora de decidir nesta temporada. No entanto, os dois últimos jogos acendem uma luz amarela em San Antonio. Um dia após permitir uma cesta de três pontos de Chris Bosh que definiu a derrota para o Heat, o Spurs voltou a sofrer pontos nos segundos finais de um jogo. Dessa vez, foi Mike Conley quem bateu para cima de Danny Green e converteu a bandeja que garantiu o triunfo dos Grizzlies.

De Colo teve mais tempo que o normal (Joe Murphy/NBAE/Getty)

MVParker?

Desde que voltou de contusão, Tony Parker, talvez, fez seu melhor jogo nesta segunda, contra o Grizzlies. Foram 25 pontos (9-19 FG, 0-2 3 PT, 7-7 FT) e quatro assistências. O armador ainda tentou assumir o controle da partida, anotando sete pontos no quarto período – quatro deles viriam a ser os últimos do Spurs. No entanto, o francês errou os dois últimos arremessos que teve e acabou sendo protagonista na derrota.

Os “esquecidos”

Com Manu Ginobili machucado e Kawhi Leonard e Tim Duncan poupados, alguns jogadores receberam mais minutos do que o normal no jogo contra o Grizzlies e aproveitaram a oportunidade. Os destaques foram Stephen Jackson, que foi titular e deixou a quadra com 12 pontos (4-10 FG, 2-6 3 PT, 2-2 FT), sete rebotes, três assistências, duas roubadas de bola e dois tocos, e Nando De Colo, que conseguiu dez pontos e cinco assistências. Com ponto negativo, ficam os cinco desperdícios de posse do francês.

Batalha no garrafão

Como lado positivo da derrota, fica o bom trabalho que o Spurs fez contra um forte garrafão. A briga por rebotes terminou empatada, com 40 ressaltos para cada lado, e os dois jogadores de garrafão do adversário tiveram de suar para pontuar. Zach Randolph precisou de 11 arremessos para fazer 11 pontos, enquanto Marc Gasol arremessou 14 vezes para anotar 16. Grande parte do sucesso se deveu a Tiago Splitter, que obteve 13 pontos e 11 rebotes, mas teve de deixar a quadra mais cedo por ter feito seis faltas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 25 pontos e 4 assistências

Tiago Splitter – 13 pontos e 11 rebotes

Stephen Jackson – 12 pontos, 7 rebotes, 3 assistências, 2 roubadas de bola e 2 tocos

Nando De Colo – 10 pontos e 5 assistências

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 23 pontos e 3 rebotes

Jerryd Bayless – 17 pontos e 3 assistências

Marc Gasol – 16 pontos, 7 rebotes, 4 assistências e 2 roubadas de bola

Anúncios

Leonard e Duncan não enfrentam o Grizzlies

O San Antonio Spurs terá dois desfalques a mais do que o esperado para o jogo contra o Memphis Grizzlies, que será disputado na noite desta segunda-feira (1º). A franquia texana informou, por meio de seu site oficial, que Kawhi Leonard e Tim Duncan, com dores no joelho esquerdo, não jogarão e se juntarão a Manu Ginobili, que sofre com uma contusão muscular na coxa direita, no departamento médico.

Desfalques importantes (Billy Calzada / San Antonio Express-News)

As situações de Leonard e Duncan não preocupam e os dois devem ficar à disposição já para o jogo de quarta-feira, contra o Orlando Magic, em San Antonio. Já Ginobili, de acordo com a franquia texana, deve ficar fora de três a quatro semanas.

Com isso, o provável quinteto titular do Spurs contra o Grizzlies terá Tony Parker, Danny Green, Stephen Jackson, Boris Diaw e Tiago Splitter.

Spurs (55-18) @ Grizzlies (49-24) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Memphis Grizzlies – Temporada Regular

Data: 01/04/2013

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: FedExForum

Na TV: SPORTS+

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,75 @ Grizzlies 1,45 (favorito)

Um dia depois de sofrer a decepcionante derrota para o Miami Heat, que poupou Mario Chalmers, Dwyane Wade e LeBron James na partida, o San Antonio Spurs cai na estrada para encarar mais uma pedreira: o Memphis Grizzlies, em um sempre complicado back-to-back. Segundo jornalistas que cobrem a franquia texana, Gregg Popovich pode poupar alguns jogadores. Além disso, o técnico já não conta com Manu Ginobili, que sofre com uma contusão muscular na perna direita. Os mandantes, por sua vez, devem ter o time completo para o duelo.

Confrontos na temporada (2-1)

01/12/2012 – Spurs 99 vs 95 Grizzlies

Coincidentemente, o Spurs venceu o Grizzlies um dia depois de uma derrota para o Heat. Naquela ocasião, no entanto, foi Pop quem resolveu poupar seus astros na Flórida. Deu certo: Tony Parker, com 30 pontos, seis assistências e quatro rebotes, e Tim Duncan, com 27 pontos, 15 rebotes e quatro assistências, comandaram a vitória, definida na prorrogação.

11/01/2013 – Spurs 98 @ 101 Grizzlies

Em mais um jogo com prorrogação, o Spurs acabou derrotado na primeira vez em que visitou o FedExForum na temporada. A equipe texana contou com grande atuação de Tony Parker, que anotou 30 pontos e cinco assistências e foi o único do time a passar da marca de 15 pontos.

16/01/2013 – Spurs 103 vs 82 Grizzlies

O Spurs atropelou o Grizzlies com boa atuação no terceiro quarto e manteve uma tendência: nos três primeiros confrontos, quem jogou em casa ganhou. A noite foi de Tim Duncan, que deixou a quadra com 19 pontos, oito rebotes, cinco tocos e quatro assistências.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Spliter

Fique de Olho – Com a possibilidade de Pop poupar alguns titulares, a importância de Leonard no ataque pode crescer no jogo de hoje. O ala tem médias de 11,7 pontos e 5,7 rebotes por exibição na temporada até aqui.

PG – Mike Conley

SG – Tony Allen

SF – Tayshaun Prince

PF – Zach Randolph

C – Marc Gasol

Fique de Olho – Responsável por substituir Rudy Gay após troca que envolveu três franquias, Prince tem dado conta do recado em Memphis. O ala tem médias de 9,1 pontos, 4,6 rebotes e 2,5 assistências por exibição desde que começou a jogar pelo Grizzlies.

Spurs (55-18) vs. Heat (58-15) – Chance desperdiçada

86×88

Jogando em casa, o San Antonio Spurs desperdiçou uma oportunidade de ouro para se aproximar na briga pela primeira colocação geral da NBA. Os texanos foram derrotados pelo Miami Heat – sem LeBron James e Dwyane Wade – por 88 a 86, e praticamente deram adeus as chances de ficar com a melhor campanha da temporada.

Desta vez, nem Tim Duncan salvou… (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Cadê a multa?

Ainda no início do campeonato, o San Antonio Spurs poupou quatro jogadores no duelo contra o Heat, em Miami. Na oportunidade, Tim Duncan, Tony Parker, Manu Ginobili e Danny Green  ganharam um descanso e foram enviados mais cedo para casa. O episódio rendeu uma multa de 250 mil dólares à franquia.

Desta vez, no confronto no Texas, o Miami Heat decidiu poupar jogadores quase de última hora. Pouco antes do início da partida, foi confirmado que o técnico Erik Spoelstra iria preservar LeBron James, Dwyane Wade e Mario Chalmers. Qual será a postura da NBA desta vez? David Stern usará dois pesos e duas medidas?

Menino Kawhi, o futuro do Spurs! (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Quebrou o salto

Diante de um adversário desfigurado e sem suas principais peças, se esperava muito mais do Spurs em quadra. O famoso “salto alto” talvez tenha sido decisivo para um time que demorou para se impor e depois acabou castigado nos momentos finais.

Duncan foi regular como sempre, porém não o suficiente para carregar o time na costas como em jogos anteriores. Tony Parker teve trabalho com a marcação de Norris Cole e decepcionou, convertendo apenas quatro de 14 arremessos de quadra.

Além dos astros, Tiago Splitter não conseguiu se impor pela força e usar o tamanho sobre Chris Bosh e ainda sofreu para marcar o ala-pivô, que se movimentou o tempo todo mostrando todo o seu arsenal de arremessos ao longo do jogo.

Bosh arrasador

Chris Bosh era o único remanescente do “Big Three” do Miami Heat em quadra. Sem a companhia de LeBron e Wade, assumiu o papel de protagonista no ataque e não decepcionou, sendo o cestinha da partida com 23 pontos. Eficiente nas jogadas perto da cesta, Bosh mostrou versatilidade e quebrou seu recorde pessoal de bolas de três pontos em um jogo, com três conversões. A última delas a apenas um segundo do fim, no topo do arco, que virou o a partida e deu a vitória ao time da Flórida.

Voa, Kawhi!

Em um jogo em ritmo muito mais lento do que o usual para o padrão das duas equipes (que estão no top 5 entre os ataques que mais pontuam na liga), Kawhi Leonard mostrou que pode ser muito mais que apenas um acompanhador de contra-ataques e arremessador de três pontos. O ala melhora a cada dia em todos os aspectos e mostra mais personalidade para decidir bolas em situações mais difíceis. De quebra, o jovem ainda protagonizou o lance mais bonito da partida, quando recebeu passe de Duncan no garrafão e voou sobre Udonis Haslem em um cravada furiosa.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 17 pontos e 12 rebotes

Kawhi Leonard – 17 pontos e 11 rebotes

Tony Parker – 12 pontos e 8 assistências

Danny Green – 12 pontos

Miami Heat

Chris Bosh – 23 pontos e 9 rebotes

Ray Allen – 14 pontos e 5 assistências

Norris Cole – 13 pontos e 4 assistências

Mike Miller -12 pontos e 5 assistências