O Spurs na hora de decidir

Na sexta-feira (29), o San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Clippers graças a uma cesta convertida nos instantes finais da partida por Tim Duncan. Recentemente, a equipe texana também teve a bola nas mãos nos últimos segundos na derrota para o Houston Rockets e no triunfo diante do Denver Nuggets e não encontrou sucesso. Por isso, resolvi pesquisar: como tem sido o desempenho da franquia nos momentos decisivos ao longo da temporada 2012/2013? Os resultados foram mais animadores do que eu imaginava.

Parker e Duncan: decisivos? (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

No campeonato, Duncan tem sido, ao lado de Manu Ginobili, a principal opção do Spurs para o fechamento de partidas. Antes de decidir o jogo contra o Clippers com uma cesta e falta, o ala-pivô havia errado um arremesso que poderia ter dado a vitória ao time sobre o Rockets depois que a jogada desenhada por Gregg Popovich, que deveria terminar com passe para o ala-armador, não deu certo. E, contra o Nuggets, foi o argentino quem não conseguiu pontuar após tentar uma infiltração – por sorte, Andre Miller não conseguiu virar na jogada seguinte.

De acordo com a página de estatísticas do site oficial da NBA, o Spurs marcou 357 pontos nesta temporada no chamado clutch time – ou seja, quando o time está ganhando ou perdendo por até cinco pontos de diferença restando cinco minutos para acabar um jogo. É a sétima maior marca na temporada – o líder é o Nuggets, com 441. Nessa situação, a equipe texana acerta 43% de seus arremessos de quadra, sendo a oitava mais eficiente da liga.

O mais animador é ver que, no clutch time, o Spurs marcou 58 pontos a mais que seus adversários ao longo da temporada 2012/2013 da NBA. É a segunda melhor marca do campeonato, perdendo apenas para os assustadores 129 do Miami Heat. Isso mostra que, sim, a equipe ainda sabe vencer jogos apertados.

Mas o que fazer naquele arremesso que decide a sorte da equipe após 48 desgastantes minutos de basquete? Para quem deve ir a bola? Os números mostram que, no mesmo clutch time, o Spurs marca 50 pontos a mais que seus adversários com Duncan em quadra, 37 com Tony Parker e apenas sete com Ginobili. Nessa situação, o ala-pivô já tem 78 pontos, com 48,3% de aproveitamento nos arremessos; o armador anotou 101, convertendo 49,4%; e o ala-armador soma 53, acertando 39%.

Manu é craque, já provou que pode ser decisivo e, nessa temporada, já brilhou em momentos decisivos ao levar o jogo contra o Golden State Warriors, que acabou em derrota, para a prorrogação. Mas os números mostram que, talvez, seja a hora de confiar em Parker, que já nos deu vitória contra o Oklahoma City Thunder, nos lances finais. Dá no francês!

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 30/03/2013, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Estou observando há algum tempo, especialmente desde o início desta temporada, que o papel de Manu no time mudou. A função dele é muito mais liderar tática e psicologicamente o time do que matar as bolas milagrosas que ele sempre deitou na carreira. Pode ser que ele faça como o Duncan e tenha uma temporada absurdamente produtiva no ano que vem, mas acho que o valor dele agora é tão grande para nós como sempre foi, só que de uma maneira diferente.

    • engraçado , cheguei a pensar nisso , quando o assisto ser efetivo , mas ta bem por ái mesmo . ele ficou limitado um cadinho , mas acho que só se protegendo do desgaste pré-play-off .

  2. Alison filipe dezzotti

    concordo com os dois, este ano o manu está muito mais limitado do que anos anteriores.
    mas nos playoffs, na hora de decidir e quando precisa daquelas bolas milagrosas o manu pode aparecer. manu#genio#

  3. Pois vcs estaum certos e axu tbm que as contantes lesões tem atrapalhado o Manu essa temporada. Mas ainda tem uma uma importancia incrivel para o time!!!! sem duvidas e o jogador mais inteligente da nossa equipe basta ver os nice pass que ele da !!!!

  4. alguem sabe sobre uma possivel lesao de manu ? não acho nada a respeito .

  1. Pingback: O Spurs na hora de decidir | Destino Riverwalk

  2. Pingback: Spurs (55-19) @ Grizzlies (50-24) – Duas seguidas | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.