O Spurs na hora de decidir

Na sexta-feira (29), o San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Clippers graças a uma cesta convertida nos instantes finais da partida por Tim Duncan. Recentemente, a equipe texana também teve a bola nas mãos nos últimos segundos na derrota para o Houston Rockets e no triunfo diante do Denver Nuggets e não encontrou sucesso. Por isso, resolvi pesquisar: como tem sido o desempenho da franquia nos momentos decisivos ao longo da temporada 2012/2013? Os resultados foram mais animadores do que eu imaginava.

Parker e Duncan: decisivos? (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

No campeonato, Duncan tem sido, ao lado de Manu Ginobili, a principal opção do Spurs para o fechamento de partidas. Antes de decidir o jogo contra o Clippers com uma cesta e falta, o ala-pivô havia errado um arremesso que poderia ter dado a vitória ao time sobre o Rockets depois que a jogada desenhada por Gregg Popovich, que deveria terminar com passe para o ala-armador, não deu certo. E, contra o Nuggets, foi o argentino quem não conseguiu pontuar após tentar uma infiltração – por sorte, Andre Miller não conseguiu virar na jogada seguinte.

De acordo com a página de estatísticas do site oficial da NBA, o Spurs marcou 357 pontos nesta temporada no chamado clutch time – ou seja, quando o time está ganhando ou perdendo por até cinco pontos de diferença restando cinco minutos para acabar um jogo. É a sétima maior marca na temporada – o líder é o Nuggets, com 441. Nessa situação, a equipe texana acerta 43% de seus arremessos de quadra, sendo a oitava mais eficiente da liga.

O mais animador é ver que, no clutch time, o Spurs marcou 58 pontos a mais que seus adversários ao longo da temporada 2012/2013 da NBA. É a segunda melhor marca do campeonato, perdendo apenas para os assustadores 129 do Miami Heat. Isso mostra que, sim, a equipe ainda sabe vencer jogos apertados.

Mas o que fazer naquele arremesso que decide a sorte da equipe após 48 desgastantes minutos de basquete? Para quem deve ir a bola? Os números mostram que, no mesmo clutch time, o Spurs marca 50 pontos a mais que seus adversários com Duncan em quadra, 37 com Tony Parker e apenas sete com Ginobili. Nessa situação, o ala-pivô já tem 78 pontos, com 48,3% de aproveitamento nos arremessos; o armador anotou 101, convertendo 49,4%; e o ala-armador soma 53, acertando 39%.

Manu é craque, já provou que pode ser decisivo e, nessa temporada, já brilhou em momentos decisivos ao levar o jogo contra o Golden State Warriors, que acabou em derrota, para a prorrogação. Mas os números mostram que, talvez, seja a hora de confiar em Parker, que já nos deu vitória contra o Oklahoma City Thunder, nos lances finais. Dá no francês!

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 30/03/2013, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Estou observando há algum tempo, especialmente desde o início desta temporada, que o papel de Manu no time mudou. A função dele é muito mais liderar tática e psicologicamente o time do que matar as bolas milagrosas que ele sempre deitou na carreira. Pode ser que ele faça como o Duncan e tenha uma temporada absurdamente produtiva no ano que vem, mas acho que o valor dele agora é tão grande para nós como sempre foi, só que de uma maneira diferente.

    • engraçado , cheguei a pensar nisso , quando o assisto ser efetivo , mas ta bem por ái mesmo . ele ficou limitado um cadinho , mas acho que só se protegendo do desgaste pré-play-off .

  2. Alison filipe dezzotti

    concordo com os dois, este ano o manu está muito mais limitado do que anos anteriores.
    mas nos playoffs, na hora de decidir e quando precisa daquelas bolas milagrosas o manu pode aparecer. manu#genio#

  3. Pois vcs estaum certos e axu tbm que as contantes lesões tem atrapalhado o Manu essa temporada. Mas ainda tem uma uma importancia incrivel para o time!!!! sem duvidas e o jogador mais inteligente da nossa equipe basta ver os nice pass que ele da !!!!

  4. alguem sabe sobre uma possivel lesao de manu ? não acho nada a respeito .

  1. Pingback: O Spurs na hora de decidir | Destino Riverwalk

  2. Pingback: Spurs (55-19) @ Grizzlies (50-24) – Duas seguidas | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s