Arquivo diário: 21/03/2013

Spurs prepara contrato de três anos para Ginobili

O contrato de Manu Ginobili com o San Antonio Spurs é válido somente até o fim da temporada 2012/2013 da NBA. Porém, aparentemente os torcedores da equipe texana não precisam se preocupar com isso. De acordo com reportagem do jornal argentino Olé, a franquia prepara um contrato de três anos para oferecer ao ala-armador.

Renova, Manu! (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Segundo o periódico argentino e o jornalista Jesus Gomez, do site americano Pounding the Rock, Ginobili já deu declarações de que se vê atuando por pelo menos mais dois anos antes de se aposentar. A única questão é se o ala-armador toparia continuar nos Estados Unidos até 2016, ano em que completará 39 anos de idade.

Nesta temporada, Ginobili disputou 55 dos 68 jogos do Spurs, apresentando médias de 12,4 pontos, 4,7 assistências e 3,4 rebotes por exibição.

Anúncios

Spurs (52-16) vs Warriors (39-31) – Torres gêmeas, de novo

 104×93

Nesta quarta-feira (20), o San Antonio Spurs venceu o Golden State Warriors em casa por 104 a 93, alcançando sua 29ª vitória em 33 partidas jogadas em seus domínios. A equipe ainda não contou com o armador Tony Parker, grande estrela do time que está perdendo alguns jogos devido a uma lesão, mas está próximo de retornar. Apesar da derrota, o time de Oakland ainda segue em sexto lugar na Conferência Oeste e continua com excelentes chances de participar dos playoffs. Vamos aos destaques do jogo.

Partidaça do Tiago Splitter (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Fazendo de tudo

Sem Parker, Tim Duncan mostrou que, apesar da idade, ainda pode ser a grande estrela do Spurs. O lendário ala-pivô fez de tudo em quadra, defendendo com unhas e dentes o garrafão do time texano e dificultando a equipe do Warriors de pontuar na área pintada. O ala-pivô ainda mostrou todo o seu arsenal ofensivo e saiu de quadra com 25 pontos, além de mostrar lampejos de armador e distribuir seis assistências no jogo.

“The Big Fundamental” foi bem novamente (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Torres gêmeas

Duncan não foi o único a fazer uma grande atuação. Seu companheiro de garrafão e nosso compatriota, Tiago Splitter, também fez excelente exibição, exibindo toda a sua técnica para pontuar perto da cesta e sua inteligência ao se movimentar em quadra. Juntos, Duncan e Splitter somaram 42 pontos e 20 rebotes. Deu para os torcedores mais antigos lembrarem da saudosa dupla de garrafão formada pelo camisa #21 e por David Robinson, que encantou nos anos 90.

Hierarquia dos armadores

Já estamos na segunda metade da temporada e até agora ainda não sabemos quem é o armador reserva de Tony Parker. Enquanto o francês está lesionado, Pop surpreendeu e colocou Cory Joseph, que estava atuando pelo Austin Toros, como titular. Além dele, ainda há no elenco Nando De Colo, que tem a simpatia da torcida mas ainda não demonstrou que merece a posição, e Patrick Mills, que vive quase a mesma situação que o francês.

Ontem, De Colo atuou por 25 minutos e correspondeu bem, com dez pontos, duas assistências e duas roubadas de bola, e Mills sequer entrou em quadra. Será que o australiano está perdendo seu lugar na rotação?

Pedreira em março

Até o fim do mês, o Spurs passará por alguns confrontos difíceis, enfrentando nas próximas partidas as fortes equipes de Utah Jazz, Houston Rockets, Denver Nuggets, Los Angeles Clippers e Miami Heat. Haja fôlego!

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 25 pontos, 13 rebotes, 6 assistências e 4 tocos

Tiago Splitter – 17 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Manu Ginobili – 16 pontos e 10 assistências

Golden State Warriors

Stephen Curry – 24 pontos e 3 assistências

Jarret Jack – 14 pontos e 7 assistências

Harrisson Barnes – 13 pontos