Spurs (49-16) @ Wolves (22-39) – O que aconteceu?

83×107

Após a importante vitória conquistada em cima do Oklahoma City Thunder, o San Antonio Spurs viajou para enfrentar o Minnesota Timberwolves e foi surpreendido pelos donos da casa, que venceram a partida por 107 a 83 na noite desta terça-feira (12). Os mandantes superaram a equipe texana em uma noite inspirada do armador Ricky Rubio, que anotou seu primeiro triplo-duplo na carreira. O argentino Manu Ginobili tentou, em vão, liderar o o time alvinegro, que não contou com Tony Parker, Tim Duncan e Kawhi Leonard. Confira os destaques do jogo:

Não teve jeito, a noite foi dele (David Sherman/NBAE/Getty)

O jogo

O primeiro quarto foi bem equilibrado, acabando em 28 a 24 para os visitantes. De um lado, Ricky Rubio mostrava seu talento e liderava o Wolves com pontos e assistências; do outro, o ala-armador Manu Ginobili era o encarregado de assumir a liderança do time texano, já que este não contava com três de seus jogadores titulares: Duncan, Parker e Leonard. Mas o argentino não teve sucesso. No segundo quarto, as coisas começaram a desandar para o Spurs. Após erros na defesa e no ataque, o time da casa contou com uma boa atuação de J.J. Barea e virou o placar, abrindo vantagem em relação aos visitantes. Para fechar, Rubio converteu um arremesso de dois pontos no estouro do cronômetro e deixando o placar em 53 a 38 para os mandantes.

Foi no segundo tempo que os mandantes selaram a vitória. Já no terceiro quarto, Rubio anotou seu primeiro triplo-duplo na carreira e praticamente definiu o jogo. No último período, a diferença já estava na casa dos 20 pontos e foi quando o Spurs colocou alguns de seus jogadores reservas para jogar, como o pivô Aron Baynes e o ala-armador Gary Neal – ambos atuaram menos de 10 minutos de partida.

O San Antonio Spurs volta a entrar em quadra na quinta-feira (14) contra o Dallas Mavericks, e o Minnesota Timberwolves encara o Indiana Pacers, nesta quarta (13).

Splitter teve uma noite apagada (David Sherman/NBAE/Getty)

A idade pesa

Sem Duncan e Parker, restou a Manu Ginobili, a única peça do Big Three presente, comandar o time em cima do Wolves. O ala-armador até iniciou bem o segundo quarto de jogo, mas, pelo que parecia, Ginobili dava sinais de cansaço. O argentino não criou grande jogadas, não foi muito em direção à cesta e converteu apenas 2-10 nos arremessos, um péssimo aproveitamento. O astro terminou o jogo com sete pontos e somente uma assistência.

Fazem falta

Não há dúvida da importância de Parker, Duncan e Leonard no elenco texano. Porém, sem eles, o time deixou a desejar, principalmente na parte ofensiva. Com os desfalques, o time ficou sem referência e, além da defesa fraca, não foi capaz de anotar muitos pontos. O cestinha do time foi o jovem armador Cory Joseph, com 15 pontos, seguido por Stephen Jackson, que substituiu Leonard e marcou 14 pontos.

O brasileiro Tiago Splitter, que foi destaque do time contra o Thunder, teve uma noite apagada. Apesar de uma boa atuação nos rebotes, pegando 11 deles, o pivô anotou somente quatro pontos (1-10 nos arremessos).

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Cory Joseph – 15 pontos e 3 assistências

Stephen Jackson – 14 pontos e 5 rebotes

Nando De Colo – 13 pontos e 4 rebotes

Danny Green – 10 pontos e 4 rebotes

Minnesota Timberwolves

Ricky Rubio – 21 pontos, 13 rebotes e 12 assistências

J.J. Barea – 17 pontos, 5 assistências e 5 rebotes

Alexey Shved – 16 pontos e 7 assistências

Luke Ridnour – 14 pontos

Derrick Williams – 13 pontos e 5 rebotes

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Ex-redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 13/03/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Perdeu, porque quis. Poupou jogadores pra o clássico dos Texas!

  2. Tudo bem, o cansaço pesou. Mas será que o jogo do Thunder foi tããããão intenso assim? Mesmo sendo um back-to-back após um jogo dificílimo, o time parecia pregado, longe, desligado. Será que o Pop já baixou a ordem de descansar pros playoffs? Operação economia de energia? Pra quem ganhou do Bulls e deu canseira no Heat sem os titulares, perder desse jeito do Wolves é sinal de desconcentração e freio de mão puxado.
    Acho que a idéia do Pop é varrer o Dallas mesmo…

  3. só saiu fora do script , além de dias o spurs não engrenar a primeia o time em questão é um recem-nascido-denovo , cheio de promissores mostrando o que sabem de diferente , mas o spurs ontem estava em casa , dormindo muito . talvez o jogo conta okc tenha sido proveitoso e no esforço maximo , as vezes só se sentem no dia seguinte o que fizeram , mas caraca , queria tanto ao maximo dez pontos , mas bola acima , que venha o mavs .

  4. Eu prefiro uma vitória em cima do Thunder seguida de uma derrota pros Wolves do que o contrário. Afinal, isso é regular, alguns jogos dá pra dispensar, é melhor focar nos peixes grandes do que ficar gastando perna e pulmão contra times que estão a -10 GB do seed #8. Deixem os rapazes descansarem, o que importa mesmo são os offs!

    • gosto de pensar que o que vale mesmo é ganhar os offs , srsrs , seja quem for , mesmo que em 7 jogos . descanço é bom pro wolves deixa os meninos pocha, suashshs .

  1. Pingback: Spurs (49-16) vs Mavericks (30-33) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Cadê o Big Three? | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (58-23) vs. Timberwolves (30-51) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.