Arquivo diário: 12/03/2013

Spurs (49-15) @ Wolves (21-39) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Minnesota Timberwolves – Temporada Regular

Data: 12/03/2013

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: Target Center

Na TV: SKY Brasil (NBA Pass)

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,24 (favorito) @ 4,08 Wolves

Após a vitória em cima do Oklahoma City Thunder por 105 a 93 na noite de segunda-feira, o San Antonio Spurs cai na estrada e visita o Minnesota Timberwolves nesta terça. Sem contar com Tony Parker, que se recupera de lesão no tornozelo esquerdo, o time texano manteve a primeira posição da Conferência Oeste, abrindo vantagem de duas vitórias a mais em relação ao segundo colocado. Ao que tudo indica, para os playoffs, o alvinegro pode enfrentar a equipe do Los Angeles Lakers, que briga pelo oitavo posto da conferência e vem recuperando sua boa fase. Segundo o site oficial da franquia, além de Parker, Tim Duncan e Kawhi Leonard serão desfalques para o jogo devido a lesões.

Série na temporada (2-0)

13/01/2013 – Spurs 106 vs 88 Timberwolves

No primeiro confronto das duas equipes na temporada, o resultado foi positivo para o Spurs. Após a derrota para o Memphis Grizzlies, o time texano se recuperou da má fase na vitória sobre o Wolves por 106 a 88. Destaque para o armador Tony Parker, que anotou 20 pontos e distribuiu seis assistências.

07/02/2013 – Spurs 104 @ 94 Timberwolves

No segundo encontro dos times, deu Spurs de novo. O jogo foi o primeiro do Rodeo Trip e o resultado foi positivo para os visitantes, que venceram por 104 a 94. Ambos os times estavam desfalcados: o Spurs não contou com Tim Duncan e Manu Ginobili, e o Wolves não teve Kevin Love e Andrei Kirilenko. Destaque para o show de bolas de três pontos de Danny Green (8-2), que acabou o jogo com 28 pontos. Parker anotou 31 pontos e seis assistências.

PG – Cory Joseph

SG – Danny Green

SF – Stephen Jackson

PF – Boris Diaw

CTiago Splitter

Fique de Olho O brasileiro Tiago Splitter conquistou seu espaço e hoje é uma peça essencial no elenco do Spurs. No jogo contra o Thunder, o pivô foi o destaque da equipe com 21 pontos e dez rebotes. Na temporada, Splitter tem médias de 10,6 pontos e seis rebotes por partida.

PGRicky Rubio

SG – Luke Ridnour

SF – Mickael Gelabale

PF – Derrick Williams

C – Greg Stiemsma

Fique de Olho – Ao lado de Kevin Love, o novato Ricky Rubio tem sido uma das principais peças do Timberwolves. O armador, que tem como característica distribuir passes precisos, anotou apenas sete pontos e cinco assistências na derrota do time para o Dallas Mavericks por 100 a 77. Na temporada, o espanhol tem médias de oito pontos e sete assistências por jogo.

Spurs (49-15) vs. Thunder (47-17) – Clima de playoffs

105×93

Naquela que talvez tenha sido a partida mais importante do San Antonio Spurs na temporada até agora, o clima já era “de playoffs”. O líder da Conferência Oeste encarou o segundo colocado Oklahoma City Thunder, em confronto direto na briga pela ponta. No fim, vitória dos texanos, que contaram com a noite inspirada de Tiago Splitter e Kawhi Leonard, que ajudaram a suprir a ausência do lesionado Tony Parker, por 105 a 93.

Boa, Kawhi! (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Intenso

Desde o tapinha inicial, o que se viu em quadra foi um clima completamente diferente dos demais jogos de temporada regular. A intensidade dos jogadores, de ambos os lados, estava maior do que o de costume e a torcida no AT&T Center inflamou-se já nos primeiros minutos. Os ânimos um pouco mais exaltados e a motivação extra de uma partida que poderia definir o caminho das duas equipes na classificação ficaram evidentes com as defesas “pegadas” e o ritmo de jogo acelerado do início do confronto.

Pegando fogo!

No primeiro quarto, a correria e o jogo físico favoreceram o Thunder, que chegou a abrir 11 pontos de diferença. Mas a resposta veio logo no segundo quarto e na mesma moeda. Se os “velhinhos” Tim Duncan e Manu Ginobili sofreram para acompanhar o ritmo da garotada do Thunder, Kawhi Leonard e Danny Green trataram de fazê-lo. E a dupla foi a principal responsável pela virada… Primeiro com duas bolas de 3 pontos do ala-armador, seguida por outra do ala, que caíram de maneira consecutiva e diminuíram a diferença para apenas dois pontos. Depois, com um arremesso e uma bela enterrada do segundanista (ver no vídeo abaixo), o Spurs tomou a frente. A partir daí, o comando passou para o lado texano.

Boa, Tiago! (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Show de Splitter

Me arrisco a dizer que esta foi a melhor partida de Tiago Splitter com a camisa do Spurs. Pode não ter sido a mais significante em números, já que o o brasileiro não quebrou nenhum de seus recordes pessoais na NBA. Porém, o desempenho do pivô em quadra foi irrepreensível, muito próximo da perfeição. Independente do adversário que estivesse pela frente – Kendrick Perkins, Serge Ibaka, Nick Collison e, por vezes, até Kevin Durant – o camisa 22 encontrou caminho para pontuar.

Splitter também foi fundamental em outros dois aspectos. Inspirado, atraiu marcação dupla em muitas jogadas e aí desfilou toda sua técnica e habilidade também como passador, encontrando companheiros livres no perímetro. Na defesa, mostrou versatilidade quando foi designado a marcar Derek Fisher. Isso mesmo! Em determinado momento do segundo quarto, o Thunder tentou a estratégia do small ball, atuando com apenas um homem de garrafão e quatro abertos no perímetro.

Gregg Popovich não igualou a formação e permaneceu com suas duas torres, Splitter e Duncan, em quadra, colocando o primeiro para dar combate em Fisher. Deu certo. O brasileiro conseguiu dar conta do recado na defesa e no ataque deixou Duncan sempre em vantagem de estatura contra quem o marcasse.

Defesa

Como já era esperado, Russell Westbrook e Kevin Durant pontuaram muito e saíram de quadra como os cestinhas da partida, com 25 e 26 pontos, respectivamente. O armador, no entanto, teve problemas para encontrar espaço para suas infiltrações, graças à boa cobertura da defesa texana na proteção ao aro, e precisou de 27 arremessos de quadra (apenas 11 certos) pra conquistar sua pontuação. Durant, por sua vez, teve um aproveitamento melhor, porém arremessou somente 13 vezes (com sete acertos), bem abaixo das 18 tentativas que arrisca, em média, na temporada. A dupla também se complicou com os erros e acumularam nove dos 17 desperdícios de bola da equipe visitante.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tiago Splitter – 21 pontos (9-11 FG), 10 rebotes e 3 assistências

Kawhi Leonard – 17 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Danny Green – 16 pontos (4-4 3PT), 5 assistências e 3 roubos de bola

Tim Duncan – 13 pontos e 8 rebotes

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 26 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Russell Westbrook – 25 pontos, 6 rebotes e 6 assistências

Serge Ibaka – 13 pontos e 16 rebotes