Spurs (45-14) vs Suns (20-39) – Vamos voltar à estrada?

 101×105

Depois de uma Rodeo Road Trip de sucesso, o San Antonio Spurs voltou a jogar em casa e, nesta quarta-feira (28), foi derrotado pelo Phoenix Suns, em uma partida que só foi decidida na prorrogação, encerrando assim uma sequência de 18 vitórias consecutivas em casa do alvinegro. Esta foi a terceira derrota do time texano em 25 partidas disputadas no AT&T Center nesta temporada. Mesmo com a derrota, a equipe continua com a liderança da Conferência Oeste e a melhor campanha geral da NBA.

Dessa vez eles levaram

Dessa vez eles levaram (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Carregando o piano

Tony Parker e Tim Duncan continuam sendo os grandes líderes do Spurs, e, contra o Suns, apesar da derrota, foram os principais responsáveis por manter a equipe no jogo e executar jogadas decisivas. Apesar da boa atuação da dupla, os coadjuvantes não deram a ajuda necessária para que a equipe saísse com a vitória.

Saudades Ginobili

O lance-livre poderia ter feito a diferença

Um lance-livre podia mudar o jogo

Manu Ginobili é conhecido e idolatrado por brilhar em momentos decisivos e ter jogadas brilhantes. Nesta temporada, devido às lesões e à sua idade, esses momentos têm sido raros. Contra o Suns, o ala-armador não foi bem, errando bolas decisivas e um lance-livre que daria a vitória para sua equipe no fim da partida.

Lesão

Stephen Jackson saiu da partida com uma torção no tornozelo direito e não retornou. O ala já se lesionou nesta temporada e vinha retomando o ritmo de jogo. Além da lesão, Jackson tem passado por problemas pessoais, já que sua esposa perdeu o bebê durante a gravidez. Esperamos que o capitão consiga passar por esses problemas e estar inteiro para os playoffs.

Ressuscitando

A Fênix, ave da mitologia grega e que também dá nome à cidade da equipe do Suns, é conhecida pela história de ter ressurgido das cinzas. Na partida desta quarta, dois jogadores parecem ter ressurgido e relembrado boas atuações que fizeram em outras temporadas. Pelo Spurs, DeJuan Blair, que fez uma excelente temporada de calouro e nunca mais se firmou, sendo até especulado em trocas, contribuiu com sólidos 15 pontos e seus rebotes. Pelos visitantes, Jermaine O’Neal, que já foi selecionado seis vezes para o All-Star Game enquanto jogava pelo Indiana Pacers e está na curva descendente da carreira, impressionou mais ainda com 22 pontos e 13 pontos.

Prorrogação sofrível

Após uma cesta de três espírita de Wesley Johnson, o jogo foi para prorrogação, que foi um show de horrores para os expectadores. Com inúmeros erros de ambos os lados, o Spurs anotou apenas um ponto, enquanto o Suns conseguiu ser um pouco melhor, marcando cinco e selando a vitória.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos, 8 assistências e 3 roubadas de bola

Tim Duncan – 19 pontos e 11 rebotes

Kawhi Leonard – 15 pontos e 3 roubadas de bola

Phoenix Suns

Jermaine O’Neal – 22 pontos e 13 rebotes

Luis Scola – 15 pontos

Goran Dragic – 13 pontos e 13 assistências

Anúncios

Sobre Bruno Lorscheiter Alves

Jornalista amador, apaixonado por esportes, basquete e lógico, San Antonio Spurs.

Publicado em 28/02/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Felipe Ladislau

    Perdemos em casa para um dos piores times da NBA, mas o que me preocupa mesmo é o aproveitamento da equipe quando o jogo vai para a prorrogação, me lembro da vitória sobre o Toronto no mais só derrotas na prorrogação, alguem tem os números precisos de quantas partidas perdemos no OT?

    • Ganhamos do Grizzlies na prorrogação também. Do resto não lembro se ganhamos mais algum. Perder na prorrogação é sinal de cansaço. O que é estranho, já que não era back-to-back e em casa.

      O fato é que o nosso garrafão ainda não voltou da festa do All Star Game. Vínhamos ganhando a luta pelos rebotes em todos os jogos, mas agora não estamos mais. Timmy não está jogando aquele basquete do começo, o que é natural e esperado, o Tiago tem sofrido nos últimos jogos também. E vamos ser sinceros: todo jogo tem um jogador medíocre ou ex-estrela em decadência que resolve jogar muita bola contra a gente. E nosso garrafão teve problemas contra o Suns em todos os jogos dessa temporada. Nossa defesa interior precisa continuar forte como antes.

  1. Pingback: Spurs chama Joseph e envia Baynes para o Toros | Spurs Brasil

  2. Pingback: Vídeo: Parker encontra Duncan livre | Destino Riverwalk

  3. Pingback: Spurs (45-14) vs Kings (20-39) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (46-14) vs Kings (20-40) – Força, Parker! | Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (48-15) vs Blazers (29-32) – Dura derrota em casa | Spurs Brasil

  6. Pingback: O Spurs nas prorrogações | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s