Arquivo diário: 28/02/2013

Spurs chama Joseph e envia Baynes para o Toros

Nesta quinta-feira (28), o San Antonio Spurs anunciou que solicitou o retorno do armador Cory Joseph do Austin Toros, time da D-League filiado à franquia texana. O pivô australiano Aron Baynes, por outro lado, foi enviado para o time da liga de desenvolvimento da NBA.

Elenco do Spurs tem novidades (Reprodução/nba.com/dleague/austin)

Joseph vem fazendo uma boa temporada pelo Toros. O armador apresenta médias de 19,4 pontos, 5,5 assistências e 4,8 roubadas em 38,5 minutos por exibição na D-League. O canadense entrou em quadra em dez oportunidades pelo Spurs no atual campeonato, obtendo, em média, 1,9 pontos, 1,3 assistências e um rebote em 6,8 minutos por partida.

A promoção de Joseph provavelmente tem a ver com as contusões de outros dois jogadores de perímetro do Spurs. Gary Neal perdeu as duas últimas partidas por conta de um problema na panturrilha esquerda, enquanto Stephen Jackson torceu o tornozelo direito durante a derrota para o Phoenix Suns. De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, o ala é dúvida para o jogo de sexta-feira, contra o Sacramento Kings, enquanto o ala-armador deve desfalcar a equipe texana mais uma vez.

Baynes, por sua vez, disputou oito jogos com o Spurs nesta temporada e apresentou médias de 1,9 pontos e 1,6 rebotes em 5,6 minutos por exibição. O pivô entrou em quadra em duas oportunidades pelo Toros, obtendo 18 pontos e nove rebotes em 27,5 minutos por partida.

LEIA MAIS: Confira o resumo da última semana do Austin Toros

Anúncios

Spurs (45-14) vs Suns (20-39) – Vamos voltar à estrada?

 101×105

Depois de uma Rodeo Road Trip de sucesso, o San Antonio Spurs voltou a jogar em casa e, nesta quarta-feira (28), foi derrotado pelo Phoenix Suns, em uma partida que só foi decidida na prorrogação, encerrando assim uma sequência de 18 vitórias consecutivas em casa do alvinegro. Esta foi a terceira derrota do time texano em 25 partidas disputadas no AT&T Center nesta temporada. Mesmo com a derrota, a equipe continua com a liderança da Conferência Oeste e a melhor campanha geral da NBA.

Dessa vez eles levaram

Dessa vez eles levaram (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Carregando o piano

Tony Parker e Tim Duncan continuam sendo os grandes líderes do Spurs, e, contra o Suns, apesar da derrota, foram os principais responsáveis por manter a equipe no jogo e executar jogadas decisivas. Apesar da boa atuação da dupla, os coadjuvantes não deram a ajuda necessária para que a equipe saísse com a vitória.

Saudades Ginobili

O lance-livre poderia ter feito a diferença

Um lance-livre podia mudar o jogo

Manu Ginobili é conhecido e idolatrado por brilhar em momentos decisivos e ter jogadas brilhantes. Nesta temporada, devido às lesões e à sua idade, esses momentos têm sido raros. Contra o Suns, o ala-armador não foi bem, errando bolas decisivas e um lance-livre que daria a vitória para sua equipe no fim da partida.

Lesão

Stephen Jackson saiu da partida com uma torção no tornozelo direito e não retornou. O ala já se lesionou nesta temporada e vinha retomando o ritmo de jogo. Além da lesão, Jackson tem passado por problemas pessoais, já que sua esposa perdeu o bebê durante a gravidez. Esperamos que o capitão consiga passar por esses problemas e estar inteiro para os playoffs.

Ressuscitando

A Fênix, ave da mitologia grega e que também dá nome à cidade da equipe do Suns, é conhecida pela história de ter ressurgido das cinzas. Na partida desta quarta, dois jogadores parecem ter ressurgido e relembrado boas atuações que fizeram em outras temporadas. Pelo Spurs, DeJuan Blair, que fez uma excelente temporada de calouro e nunca mais se firmou, sendo até especulado em trocas, contribuiu com sólidos 15 pontos e seus rebotes. Pelos visitantes, Jermaine O’Neal, que já foi selecionado seis vezes para o All-Star Game enquanto jogava pelo Indiana Pacers e está na curva descendente da carreira, impressionou mais ainda com 22 pontos e 13 pontos.

Prorrogação sofrível

Após uma cesta de três espírita de Wesley Johnson, o jogo foi para prorrogação, que foi um show de horrores para os expectadores. Com inúmeros erros de ambos os lados, o Spurs anotou apenas um ponto, enquanto o Suns conseguiu ser um pouco melhor, marcando cinco e selando a vitória.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos, 8 assistências e 3 roubadas de bola

Tim Duncan – 19 pontos e 11 rebotes

Kawhi Leonard – 15 pontos e 3 roubadas de bola

Phoenix Suns

Jermaine O’Neal – 22 pontos e 13 rebotes

Luis Scola – 15 pontos

Goran Dragic – 13 pontos e 13 assistências