Arquivo diário: 25/02/2013

Parker admite que escondeu lesão de Pop

Segundo reportagem do site americano Spurs Nation, Tony Parker tentou esconder de Gregg Popovich a contusão no tríceps direito que o tirou da vitória sobre o Phoenix Suns. O armador sofreu a lesão após levar uma pancada de Chris Paul ao longo do triunfo sobre o Los Angeles Clippers e tentou jogar no sacrifício durante a derrota para o Golden State Warriors.

Reprodução/trashtalk.fr

“Ele exagerou um pouco ao tentar bancar o herói. Nós não havíamos percebido até mais ou menos metade do jogo, quando ele ainda não havia acertado nenhum arremesso do perímetro. Eu o teria poupado daquele jogo, e é definitivamente por isso que o estamos poupando nesta noite”, disse Pop, antes do jogo contra o Suns.

Parker sentiu dores durante o aquecimento para a partida contra o Warriors. Mesmo tendo percebido que o problema estava atrapalhando seu arremesso, o armador francês tentou ir no sacrifício para a partida.

“Eu disse para o Pop: ‘Você me conhece. Estou aqui há dez anos e não reclamo a respeito de contusões. Existem muitas coisas que eu não te conto’. Ele respondeu: ‘Bem, você tem de me contar algo assim'”, revelou Parker.

De fato, o francês teve, contra o Warriors, uma de suas piores atuações nos últimos tempos. O armador deixou a quadra com 18 pontos e seis assistências, tendo acertado apenas sete de seus 18 tiros de quadra. Na noite anterior, contra o Clippers, o camisa #9 havia anotado 31 pontos e sete assistências, convertendo 12 de seus 16 arremessos.

Devidamente poupado, Parker acredita que poderá atuar no próximo jogo do Spurs, que acontecerá na quarta-feira, no AT&T Center, contra o Phoenix Suns, às 22h30 (de Brasília).

“Demora cinco dias para que a lesão cicatrize. Eu deverei estar bem”, afirmou.

Anúncios

Spurs (45-13) @ Suns (18-39) – Com chave de ouro

97×87

Terminou de maneira positiva para o San Antonio Spurs a tradicional Rodeo Road Trip. Na noite deste domingo (24), a equipe texana, mesmo desfalcada, visitou o Phoenix Suns, lanterna da Conferência Oeste, e venceu o adversário por 97 a 87, garantindo-se na liderança da classificação. Confira a seguir como foi a partida.

Mais um jogo, mais uma vitória (Barry Gossage/NBAE/Getty)

Sem Parker, sem problemas

Contra o Suns, o Spurs não pôde contar com Tony Parker, que estava com dores no tríceps direito. Para piorar a situação do time, Gary Neal, que vinha sendo usado como armador reserva por Gregg Popovich, também ficou fora por conta de uma contusão na panturrilha esquerda. Com isso, Nando De Colo foi titular pela terceira vez na carreira, mas foi discreto: quatro pontos, dois rebotes e uma assistência em pouco mais de 27 minutos. O destaque ficou por conta de seu reserva, Patrick Mills, que anotou 16 pontos em cerca de 23 minutos e foi um dos cestinhas do time texano, ao lado de Kawhi Leonard.

Kawhi foi um dos cestinhas do Spurs (Barry Gossage/NBAE/Getty)

Força do coletivo

Sem Parker, era de se esperar que a responsabilidade aumentasse sobre os ombros de Manu Ginobili e Tim Duncan. Porém, nenhum dos dois teve atuação brilhante. O ala-armador deixou a quadra com 12 pontos (1-5 FG, 10-15 FT), seis assistências, três rebotes, três roubos de bola e quatro desperdícios de posse em pouco mais de 24 minutos. O ala-pivô, por sua vez, conseguiu dez pontos (5-12 FG), oito rebotes e três assistências e levou quatro tocos em cerca de 28 minutos. The Big Fundamental perdeu a batalha contra Marcin Gortat, que anotou 21 pontos, 12 rebotes, três assistências e três tocos.

Para compensar a falta de produtividade dos astros, o Spurs contou com grande atuação coletiva. Dos 11 jogadores da franquia texana, dez pontuaram e seis chegaram aos dígitos duplos. O único que passou em branco foi o pivô Aron Baynes, que entrou somente no quarto período, quando a partida já estava definida, e atuou por menos de três minutos.

Lar, doce lar

Com apenas duas derrotas em nove jogos, o Spurs encerrou a Rodeo Road Trip na liderança da Conferência Oeste. Na quarta-feira, novamente contra o Suns, o time texano fará sua primeira partida em casa desde o dia 02/02. Agora, dos 24 jogos que a equipe ainda tem pela frente na temporada, somente sete serão fora de San Antonio.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 16 pontos, 9 rebotes e 3 roubadas de bola

Patrick Mills – 16 pontos

Tiago Splitter – 14 pontos e 5 rebotes

Manu Ginobili – 12 pontos, 6 assistências, 3 rebotes e 3 roubadas de bola

Boris Diaw – 12 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 10 pontos, 8 rebotes e 3 assistências

Phoenix Suns

Marcin Gortat – 21 pontos, 12 rebotes, 3 assistências e 3 tocos

Luis Scola – 15 pontos e 6 rebotes

Goran Dragic – 10 pontos, 11 assistências e 3 roubadas de bola