Bruce Bowen elogia o talento defensivo de Kawhi Leonard

Considerado um dos melhores defensores da história do San Antonio Spurs, Bruce Bowen elogiou o talento de Kawhi Leonard na marcação. O ex-ala, que teve sua camisa imortalizada no teto do AT&T Center, afirmou que vê diferenças no estilo dos dois, mas que nem por isso o segundanista deixa de ser eficiente.

Será que Leonard conseguirá marcar Kobe como Bowen marcava? (Stephen Dunn/Getty Images)

“Quando você fala sobre defesa, você tem de pensar nos pés das pessoas. Mas, quando você olha para Kawhi, ele tem uma envergadura longa. Caras longos, às vezes, fazem uma defesa diferente, na qual eles ficam longe do adversário, enquanto que eu ficava bem perto dos caras e usava a velocidade. Quando eu falo sobre ele, não sei o que ele vai se tornar. Você não quer limitá-lo. Você quer que ele se sinta confortável. Então, sempre que eu falo com ele, nunca falo ‘você precisa fazer isso, você precisa fazer aquilo’. O jogo vai moldá-lo”, disse Bowen, em entrevista ao site americano Spurs Nation.

Com 1,84 roubadas de bola por partida, Leonard é o líder do Spurs e o nono melhor do fundamento em toda a NBA. Porém, para Bowen, não é só isso que faz o ala do time de San Antonio ser um bom defensor.

“Allen Iverson liderou a liga em roubadas de bola em uma temporada e eu não acho que ninguém o considera um bom defensor. São simplesmente coisas diferentes que Kawhi pode fazer. Ele pode enfrentar um Carmelo Anthony melhor do que eu. Aquilo era diferente para mim. Eu tinha de usar a velocidade para compensar a falta de altura. Isso são coisas em que as pessoas não prestam atenção. Meu corpo era fino… Mas Kawhi não é. Ele faz sua malhação. Eu tinha de fazer coisas diferentes, como antecipar e negar o passe. Mas foi isso que me ajudou a ser quem eu sou. Eu tinha de compensar minhas fraquezas”, avaliou.

Por fim, Bowen disse acreditar que Leonard pode ser tão bom defensor quanto ele. Para que isso seja possível, o eterno camisa 12 aconselhou que o ala aprenda como marcar diferentes jogadores com o passar do tempo.

“É apenas uma questão de fazer repetições, acreditar e aprender na liga. Você marca as pessoas de maneira diferente. A defesa do pick-and-roll é uma arte. Você precisa ter ótimos instintos. Às vezes, você vê caras se debruçarem em um corta-luz. Qualquer que seja sua filosofia, você precisa fazer o trabalho por completo e se preparar para o corta-luz antes dele estar estabelecido. Você precisa fazê-lo rapidamente, de verdade. Por exemplo: Kawhi marcando Steve Nash. Eu diria: use seu tamanho e não se aproxime muito dele porque ele é astuto. Kawhi é longo e desengonçado, então Steve pode cavar faltas. Mas Kobe, por outro lado, vai usar o pick-and-roll não para passar, mas para atacar. Então, você precisa se aproximar dele rapidamente”, explicou.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 09/01/2013, em Notícias. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Um mestre da defesa falando ao que pode ser seu sucessor. O Kawhi é muito, muito promissor. Espero que consiga desenvolver seu potencial ao máximo.

  1. Pingback: Spurs (27-10) vs. Lakers (15-19) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (28-10) vs. Lakers (15-20) – Pesadelo de Kobe! « Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.