Spurs (24-8) @ Mavericks (12-19) – Ex-rivais

111@86

O duelo que marcou uma forte rivalidade ao longo dos últimos anos tem se transformado em freguesia nesta temporada. Depois de bater o Dallas Mavericks pelo placar de 129 a 91 atuando em seus domínios, o San Antonio Spurs foi até a casa do adversário dessa vez e, mesmo assim, passou o carro novamente, vencendo o adversário por 111 a 86 em jogo disputado neste domingo (30). Vamos aos destaques da partida.

Duncan levou a melhor no duelo contra Dirk (Glenn James/NBAE/Getty)

Astros inspirados

Protagonistas dos duelos épicos que marcaram a rivalidade Spurs x Mavs nas últimas temporadas, os principais astros do time de San Antonio tiveram atuação inspirada. Tony Parker anotou 21 pontos, nove assistências e cinco rebotes, enquanto Tim Duncan conseguiu mais um duplo duplo, com 18 pontos e dez rebotes, além de três tocos. Por fim, Manu Ginobili, vindo do banco de reservas, deu mais uma mostra de que está voltando à sua melhor forma ao deixar a quadra com 20 pontos, cinco assistências e cinco rebotes.

Parker fez mais um grande jogo e ficou perto do double-double (Glenn James/NBAE/Getty)

Coadjuvante de luxo

Além de Manu, que voltou a jogar bem, outro fator fez o Spurs melhorar recentemente: a titularidade de Tiago Splitter. Contra o Mavericks, o brasileiro conseguiu 13 pontos, seis rebotes e duas roubadas de bola e, tirando o Big Three, foi o destaque do time. O brasileiro ainda acertou cinco dos seis lances livres que tentou, conseguindo bom aproveitamento no  que é considerado seu ponto fraco. Agora, para que o elenco renda 100%, falta Stephen Jackson, que voltou recentemente de contusão, voltar à melhor forma. Em Dallas, o Capitão deu mostras de que está melhorando ao anotar oito pontos e quatro rebotes em 26 minutos.

Na estrada

Antes do jogo contra o Mavericks, o Spurs vinha de quatro derrotas seguidas fora de casa, contra Utah Jazz, Portland TrailBlazers, Oklahoma City Thunder e Denver Nuggets. O resultado do jogo deste domingo pode ser importante para que a equipe recupere confiança para suas próximas viagens.

Feliz ano novo

A facilidade do jogo fez com que os principais jogadores do Spurs fossem poupados. No quarto período, sobrou tempo até para Nando De Colo, Matt Bonner e DeJuan Blair, inicialmente fora da rotação definida por Gregg Popovich, entrarem em quadra. Com isso, Parker atuou apenas por 33 minutos, Duncan por 28 e Ginobili, por 25. O descanso dos três será importante na segunda-feira, quando o time de San Antonio recebe o Brooklyn Nets, às 22h (de Brasília).

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 21 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Manu Ginobili – 20 pontos, 5 assistências e 5 rebotes

Tim Duncan – 18 pontos, 10 rebotes e 3 tocos

Tiago Splitter – 13 pontos, 6 rebotes e 2 roubadas de bola

Boris Diaw – 10 pontos

Dallas Mavericks

Darren Collison – 18 pontos, 8 assistências e 5 rebotes

Elton Brand – 14 pontos e 10 rebotes

Chris Kaman – 13 pontos e 9 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 31/12/2012, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s