Spurs (8-3) vs Clippers (8-2) – Virou freguesia

87×92

Quem diria que um time varrido nos últimos playoffs pudesse mudar tanto o panorama de um confronto em tão pouco tempo! Nesta segunda-feira (19), o San Antonio Spurs recebeu o Los Angeles Clippers e acabou sofrendo sua terceira derrota na temporada 2012/2013 da NBA, a segunda diante da franquia angelina. Veja a seguir como foi a partida:

Um Tim Duncan só não faz verão (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Quem joga na ala?

Sem poder contar com Kawhi Leonard, que está machucado, o técnico Gregg Popovich usou Stephen Jackson como titular, assim como havia feito na vitória sobre o Denver Nuggets. No entanto, o Capitão ficou apenas dez minutos em quadra antes se machucar. O ala quebrou o dedo mindinho da mão direita e ficará afastado das quadras por até seis semanas, deixando o Spurs sem jogadores para a posição. Durante a partida, Danny Green, Gary Neal e Manu Ginobili se revezaram improvisados na função.

Dois nomes que fizeram a pré-temporada com a franquia texana surgem como possíveis contratações nos próximos dias: Derrick Brown, que apresentou médias de 6,6 pontos e uma assistências em 15,4 minutos por exibição antes de ser dispensado, e Wesley Witherspoon, que obteve médias de 8,3 pontos e dois rebotes em 17,5 minutos por partida e acabou enviado para o Austin Toros, time da D-League filiado ao Spurs.

CP3 venceu o duelo (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Ah, o garrafão…

Tim Duncan fez uma grande partida contra o Clippers, com 20 pontos, 14 rebotes e dois tocos, e ajudou a frear DeAndre Jordan, que havia sido o destaque do primeiro duelo entre as duas equipes – o pivô adversário deixou a quadra com 13 pontos, cinco rebotes e dois tocos. Mesmo assim, a equipe angelina teve ampla vantagem no garrafão, coletando dez ressaltos a mais do que o time texano: 52 a 42.

DeJuan Blair, que foi titular novamente, conseguiu apenas seis pontos e seis rebotes em pouco menos de 18 minutos. Boris Diaw e Tiago Splitter, que vieram do banco de reservas, terminaram com um ponto e três rebotes e nove pontos e cinco rebotes, respectivamente. E Matt Bonner, que não vinha sendo usado por Pop até aqui, aproveitou a chance que teve para anotar dez pontos em apenas dez minutos.

Mão descalibrada

O perímetro do Spurs não conseguiu compensar a batalha perdida no garrafão. Tony Parker acertou somente cinco dos 11 arremessos que tentou. Manu Ginobili converteu três de 11 e  Danny Green, dois de 11. Gary Neal errou oito dos 11 que tentou, dois deles nos minutos finais, que decretaram a derrota do Spurs.

Soma-se aos problemas o péssimo desempenho no segundo período, quando o time texano chegou a levar uma corrida de 19 a 2 e acabou perdendo a parcial por 29 a 14. Ali, a vitória sobre o Clippers começou a ser construída.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 20 pontos, 14 rebotes e dois tocos

Manu Ginobili – 15 pontos (8-10 FT), cinco assistências e cinco rebotes

Tony Parker – 11 pontos, seis rebotes e duas roubadas de bola

Los Angeles Clippers

Chris Paul – 19 pontos, oito assistências e quatro rebotes

Blake Griffin – 16 pontos e 12 rebotes

Matt Barnes – 14 pontos, nove rebotes e três roubadas de bola

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor do LANCE!Net desde 2013, três anos após ter sido estagiário do Diário LANCE!. Neste meio tempo, foi repórter de automobilismo na agência mob36, redator do UOL Esporte e colunista no Basketeria.

Publicado em 20/11/2012, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Sem bolas de 3 o Spurs não é Spurs e hoje, fora as cagadas de Bonner, não tivemos isso. Sem um arremesso confiavel do perímetro o garrafão da equipe adversária se fecha e ai dificulta demais nosso jogo
    O fator é que o nosso ataque anda ficando meio previsível em alguns momentos da partida, parece que alguns jogadores ainda não se adaptaram as novas movimentações.
    O importante é evoluir durante a temporada, GO SPURS GO!

  2. Pena, erros bestas no 2o quarto que não conseguimos recuperar. Sempre que no Spurs alguém resolve ter a síndrome de “fominha”, a gente perde!! Na minha opinião, Neal precisa aprender a passar a bola, principalmente no pick and roll. Quando ele se dá conta que poderia passar a bola no pick and roll, já é tarde!!!!

  3. E agora Small Forward???? Mickael Pietrus tem sido falado…

  1. Pingback: Spurs recorre a Joseph e a Anderson ou Pietrus « Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (8-3) @ Celtics (6-5) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  3. Pingback: Tim Duncan é nomeado jogador da semana da Conferência Oeste « Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (43-12) @ Clippers (39-17) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (54-17) vs Clippers (49-23) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 61 outros seguidores