A confiança do novato em San Antonio

Nos três primeiros jogos do San Antonio Spurs na pré-temporada – vitórias sobre o Montepaschi Siena e o Atlanta Hawks e revés frente ao Denver Nuggets -, Nando de Colo começou sua trajetória na equipe texana. Aos 25 anos de idade, o jogador, selecionado pela franquia na 53ª escolha do Draft de 2009, acumulou experiência em ligas europeias e atuando pela seleção francesa antes de desembarcar na NBA. E essa bagagem, somada a um lance crucial protagonizado pelo atleta, pode ser decisiva em sua carreira.

De Colo em ação; francês decidiu o jogo contra o Hawks (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Falo do arremesso de De Colo convertido no último segundo do jogo contra o Hawks, em jogada desenhada por Tony Parker, que havia sido poupado da partida. A cesta deu a vitória para o Spurs por 101 a 99 sobre o rival. Impossível não lembrar de dois lances semelhantes que aconteceram nas duas últimas pré-temporadas: em 2010, o time de San Antonio venceu o Los Angeles Clippers por 100 a 99 com um tiro de três pontos de Gary Neal, em lance idealizado por Manu Ginobili. No ano passado, foi a vez de Kawhi Leonard dar a vitória por 97 a 95 da equipe texana sobre o Houston Rockets.

Os arremessos precisos, feitos antes de suas primeiras temporadas na NBA, aumentaram a moral de Neal e Leonard e fizeram com que eles ganhassem a confiança do grupo. Coincidência ou não, os dois foram os novatos que mais causaram impacto na rotação do Spurs nos últimos anos, superando George Hill, DeJuan Blair e Tiago Splitter.

Até aqui, De Colo vem apresentando médias de cinco pontos (42,9% FG, 14,3% 3 PT, 100% FT), 4,7 assistências, 1,7 rebotes e 1,7 roubadas de bola em 18,7 minutos por exibição na pré-temporada. Apesar do começo razoável e do arremesso decisivo contra o Hawks, o francês, que pode atuar nas posições 1 e 2, terá de suar para conseguir tempo de quadra.

Em entrevista recente, o treinador Gregg Popovich afirmou que pretende manter Neal como armador reserva, ao menos no início da temporada. Isso significa que De Colo, ao lado de Cory Joseph e Patrick Mills, sequer fará parte da segunda unidade do Spurs quando o próximo campeonato começar. Os armadores terão de ganhar a confiança do técnico durante treinos e nas raras oportunidades que receberem.

Para conseguir seu lugar na rotação, De Colo tem alguns aspectos de seu jogo a melhorar: o arremesso de três pontos, já que ele acertou apenas um dos sete tiros do perímetro que tentou com a camisa do Spurs, e a defesa, uma das principais exigências de Pop durante a pré-temporada. Além disso, em suas infiltrações, um de seus pontos fortes, o francês terá de aprender a combater marcadores e pivôs muito mais atléticos do que está acostumado. Se conseguir desenvolver estes fundamentos, o francês tem tudo para conseguir uma boa trajetória na NBA. Confiança e experiência para isso ele já tem.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 13/10/2012, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.