Arquivo diário: 11/10/2012

Tracy McGrady vai atuar no basquete chinês

Segundo reportagem da agência de notícias AP, Tracy McGrady vai atuar no basquete chinês na próxima temporada. O ala-armador, que disputou o último campeonato da NBA com o Atlanta Hawks, chegou a despertar o interesse do San Antonio Spurs na offseason.

McGrady em ação pelo Detroit Pistons (NBAE Photos/Getty Images)

Aos 33 anos de idade, T-Mac vai defender o Qingdao DoubleStar Eagle, que terminou na oitava colocação no último campeonato local. Por meio de seu site oficial, o ala-armador confirmou o acerto, mas não revelou os termos do contrato. No entanto, segundo a imprensa chinesa, o vínculo é de um ano e tem valor de US$ 1 milhão.

“Existem momentos na vida em que um novo caminho parece se apresentar, e este momento chegou para mim agora”, afirmou o jogador.

Na última temporada, com a camisa do Hawks, T-Mac apresentou médias de 5,3 pontos, três rebotes e 2,1 assistências em 16,1 minutos por exibição.

Leia mais: veja quem pode chegar e quem pode deixar o San Antonio Spurs

Spurs (2-0) vs Hawks (1-1) – Nem precisamos dos titulares

101×99

Na quarta-feira (10) o San Antonio Spurs recebeu o Atlanta Hawks no AT&T Center, em seu primeiro jogo contra um time da NBA na pré-temporada deste ano. Mesmo sem boa parte dos titulares, o time foi bem e venceu o adversário por 101 a 99. Veja o que aconteceu de melhor no duelo.

Getty Images

Blair, claramente mais magro, parece cada vez mais disposto a ir bem (NBAE/Getty Images)

Que time é esse?

O técnico Gregg Popovich resolveu surpreender a todos – como já é praxe – e não colocou em quadra nenhum integrante do Big Three. Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker não foram utilizados e descansaram para a próxima partida. A boa notícia é que o time conseguiu se comportar muito bem em quadra mesmo sem seus principais atletas. Pontuação bem dividida, assim como a liderança dos jogadores. Aposta ousada, resultado excelente.

Vale o quanto pesa?

Muito criticado desde sua contratação, Eddy Curry foi um dos grandes destaques do time na vitória. Com 11 pontos e oito rebotes, teve atuação segura, não se omitiu e, melhor de tudo, mostrou que parece estar muito em forma. Titular, atuou por 25 minutos – um dos maiores tempos de quadra do time no duelo – e não se mostrou mal fisicamente em nenhum momento. O pesado pivô parece estar emagrecendo e começa a ser uma aposta mais viável para o Spurs na temporada. Outro jogador “de peso” que foi muito bem foi o também pivô DeJuan Blair. Vindo do banco, colaborou com valiosos oito pontos e cinco rebotes em apenas nove minutos!

Getty Images

Titulares? Não precisou… (NBAE/Getty Images)

Perímetro afiado

Se Curry foi destaque dentro do garrafão, no perímetro a pontuação foi bastante dividida e o Spurs parece com o setor a cada dia mais afiado. Vindos do banco, Gary Neal e Stephen Jackson foram muito bem nas chances que tiveram e, com bom aproveitamento nos tiros de quadra, converteram a maioria de seus arremessos, principalmente em momentos cruciais. Mas o maior destaque foi o novato francês Nando de Colo, que chegou muito próximo de registrar um duplo-duplo. O armador anotou 11 pontos e nove assistências e fez a cesta que deu a vitória ao time.

Com uma defesa sólida, o Spurs teve no perímetro sua chave para a vitória. O armador Lou Williams, principal destaque da vitória do Hawks sobre o Miami Heat, esteve apagado e – diga-se de passagem – foi muito bem marcado.

Sem espaço para o chute, ele esbarrou em suas limitações na hora de armar o jogo e não fez a bola chegar muito ao principal atleta adversário, o ala de força Josh Smith, que quase não foi visto em quadra. Ótima atuação da defesa no perímetro.

Splitter voltou… Mas nem tanto

O pivô brasileiro Tiago Splitter fez sua estreia na pré-temporada, mas não foi bem. Com apenas 13 minutos em quadra, o atleta pouco arremessou e colocou apenas uma bola em três tentativas. No final das contas, ficou com dois pontos e seis rebotes no embate.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Josh Powell – 14 pontos (6-7 FG)

Gary Neal – 12 pontos e cinco assistências

Nando de Colo – 11 pontos, nove assistências e duas roubadas de bola

Eddy Curry – 11 pontos e oito rebotes

Stephen Jackson – Dez pontos (4-6 FG, 2-3 3 PT)

Derrick Brown – Dez pontos (5-7 FG)

Atlanta Hawks

Damion Jones – 11 pontos, oito rebotes e quatro assistências

Mike Scott – 11 pontos